Bayliss e Kiyonari vencem a chuva

Temporal causou vários abandonos na 11ª etapa do Mundial de Superbike, na Inglaterra.

Por Leandro Alvares

A chuva foi a grande protagonista da 11ª etapa do Mundial de Superbike, disputada neste fim de semana em Donington Park, na Inglaterra.

Diante do verdadeiro dilúvio que atingiu o circuito britânico, o que poderia se imaginar para uma corrida de motos era uma série de quedas e acidentes. Pois foi exatamente o que aconteceu.

A primeira bateria, por exemplo, precisou ser dividida em duas partes para que os fiscais pudessem retirar o óleo deixado na pista pela Yamaha de Noriyuki Haga, uma das vítimas do traçado ensaboado.

Dos 33 pilotos que largaram, apenas 14 receberam a bandeirada. A vitória suada e molhada ficou com o líder da competição, Troy Bayliss, depois de uma boa briga com o surpreendente Tom Sykes, que recebeu “wild card” para esta etapa. Max Biaggi, da Sterilgarda Ducati, completou o pódio em terceiro.

Na prova seguinte o clima chuvoso continuou aprontando das suas, atingindo inclusive o vencedor do páreo anterior, que perdeu o controle de sua Ducati e foi forçado a abandonar. Quem melhor escapou das adversidades foi o japonês Ryuichi Kiyonari, que ganhou a disputa com pouco mais de dois segundos de vantagem para o segundo colocado, o britânico Cal Crutchlow.

Em terceiro ficou Troy Corser, o novo vice-líder da competição. Com os resultados de Donington, o australiano da Yamaha chegou aos 258 pontos, quatro a mais que o antigo segundo colocado da tabela, Max Neukirchner, da Suzuki. O alemão, aliás, somou apenas dois tentos na Inglaterra com um modesto 14º posto na corrida 2.

Apesar de não ter completado a segunda corrida, Bayliss segue tranqüilo na liderança do torneio com 359 pontos, 101 à frente do xará Corser. Uma boa gordura para ser administrada nas últimas três rodadas da temporada.

A próxima etapa do Mundial de Superbike está marcada para o dia 21 de setembro, no circuito de Vallelunga, na Itália.

Resultados de Donington Park:

Corrida 1
1) Troy Bayliss (AUS/Ducati), 19 voltas
2) Tom Sykes (ING/Suzuki), a 1s266
3) Max Biaggi (ITA/Ducati), a 28s636
4) Gregorio Lavilla (ESP/Honda), a 33s566
5) Yukio Kagayama (JAP/Suzuki), a 35s966
6) Jakub Smrz (TCH/Ducati), a 36s034
7) Fonsi Nieto (ESP/Suzuki), a 36s442
8) Leon Haslam (ING/Honda), a 41s633
9) Karl Muggeridge (AUS/Honda), a 42s075
10) James Ellison (ING/Honda), a 43s476

Corrida 2
1) Ryuichi Kiyonari (JAP/Honda), 23 voltas
2) Cal Crutchlow (ING/Honda), a 2s261
3) Troy Corser (AUS/Yamaha), a 9s727
4) James Ellison (ING/Honda), a 20s227
5) Michel Fabrizio (ITA/Ducati), a 27s475
6) Max Biaggi (ITA/Ducati), a 28s051
7) Gregorio Lavilla (ESP/Honda), a 30s922
8) Ruben Xaus (ESP/Ducati), a 38s353
9) Carlos Checa (ESP/Honda), a 50s196
10) Tom Sykes (ING/Suzuki), a 52s346

Classificação:
1) Troy Bayliss, 359 pontos
2) Troy Corser, 258
3) Max Neukirchner, 254
4) Carlos Checa, 240
5) Noriyuki Haga, 230
6) Max Biaggi, 192
7) Fonsi Nieto, 192
8) Ryuichi Kiyonari, 190
9) Michel Fabrizio, 172
10) Ruben Xaus, 156


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br