BARROS FECHA COM A KLAFFI

O brasileiro já treina neste final de semana com a equipe Klaffi, na Sicília, Itália

Por Thiago Fuganti

o piloto brasileiro de motovelocidade assinou hoje o contrato
com a equipe Klaffi em Roma e garante sua participação no Mundial de
Superbike, que tem sua primeira prova dia 25 de fevereiro, em Losail, no
Catar.

Nova temporada, muitas dificuldades e o primeiro desafio que Barros
encontrou foi o próprio tempo, que ficou muito curto após não ter aceitado
nenhuma das propostas que recebeu de equipes da MotoGP para a temporada de
2006.

Foram semanas de negociações para conseguir fechar um pacote competitivo
para disputar a Superbike em 2006, mas depois de muitos telefonemas e
reuniões Barros viajou nesta terça (1o fevereiro) para Roma para fechar as
negociações e assinar o contrato com a equipe Klaffi.

A primeira intenção era montar uma equipe nova, mas por falta de tempo foi
decidido que seria melhor utilizar uma estrutura já pronta, como a da equipe
Klaffi, e poder lutar por uma temporada de bons resultados. Barros correrá
com uma Honda CBR 1000 com apoio da Honda Europa.

"Estou muito contente por termos conseguido assinar o contrato com equipe
Klaffi. Quero  agradecer ao patrocinador e à Honda Europa, que conseguiu nos
ajudar a montar uma moto em tempo recorde, e a todos os que ajudaram para
que este projeto fosse possível. Estou muito confiante e feliz de poder
voltar a correr de moto porque é isso que eu amo fazer e quero continuar
correndo atrás do meu sonho - vencer corridas e ser campão do mundo", disse
Barros.

Neste final de semana a equipe testa na Sicília, Itália, com uma Honda CBR
1000 ano 2005 standard. Na terça feira Barros receberá a Honda ano 2006 e na
quarta testará a moto com a nova suspensão oficial da HRC.

O Mundial de Superbike começa no sábado dia 25 de fevereiro, em Losail, no
Catar e tem previsto 12 etapas em seu calendário. Cada etapa tem 2 corridas,
totalizando 24 provas. O campeão de 2005 foi o australiano Troy Corser com
433 pontos, correndo pela Suzuki. O segundo colocado foi o também
australiano Chris Vermeulen que somou 379 pontos e em terceiro lugar ficou o
japonês Haga com 271.

Para a temporada de 2006 já são quase 30 pilotos inscritos na categoria
Superbike e participam do Mundial as montadoras Honda, Ducati, Suzuki,
Yamaha, Kawasaki e Petronas. Outras duas categorias acompanham o calendário
da Superbike - a Supersport e a Superstock, que não corre as duas primeiras
etapas deste ano. Os pneus utilizados são Pirelli.

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br