BARROS APROVA DESEMPENHO DA GP7

Brasileiro acredita ter colhido boas informações para os próximos testes da MotoGP.

Por Leandro Alvares

Alexandre Barros demonstrou satisfação com o desempenho que apresentou nos testes coletivos da MotoGP nesta semana, em Jerez de La Frontera, os seus primeiros sob o comando do novo modelo da Pramac d’Antin, a Ducati Desmosedici GP07.

O brasileiro percorreu um total de 133 voltas na soma dos três dias de trabalho, totalizando mais de 530 km rodados no circuito espanhol. Sua melhor volta foi registrada na quinta-feira em 1min41s276, quando utilizou os pneus de classificação da Bridgestone.

“No geral, o treino foi bastante positivo. Fiquei satisfeito com o progresso que alcançamos no conjunto da moto, pois encontramos um bom acerto para a suspensão dianteira. Quanto a traseira, ainda podemos deixá-la melhor”, afirmou o veterano, que elogiou os pneumáticos de sua máquina.

“Os pneus da Bridgestone são incríveis, especialmente o composto que eu utilizei na minha volta mais rápida. Estou contente com qualidade de material que terei à disposição”, destacou o corredor, oitavo colocado na tabela de tempos de ontem.

Apesar de ter ficado a 1s336 do giro alcançado por Daniel Pedrosa, o mais rápido no último dia de treinamento, Barros não demonstrou preocupação. “Podemos dizer com toda a certeza que alcançamos os nossos objetivos nesta semana, de descobrir e entender os segredos da nova moto, além de definir um ‘set-up’ básico para rodar”, atestou.

“Iremos para a Malásia, nos próximos testes, com uma base de informações muito valiosa e com referências para evoluir o conjunto como um todo”, finalizou o piloto, que voltará ao Brasil para disputar o Desafio de Supermotard em Florianópolis, nos dias 9 e 10 deste mês.

De acordo com Fabiano Sterlacchini, engenheiro da equipe Pramac, o ex-competidor do Mundial de Superbike teve de mudar um pouco o seu estilo de pilotagem para se encaixar melhor ao equipamento Ducati. “Isso, porém, garantiu a ele melhores tempos de volta. Estamos confiantes de que encontramos um bom caminho para desenvolver a moto e os próximos testes devem confirmar nossa evolução”, completou.

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br