BARROS ANIMADO APÓS TESTES

Brasileiro compara nova moto à do ano passado e aprova os resultados.

Por Thiago Fuganti

Correndo contra o relógio, já que tem menos de 20 dias para a estréia no Mundial de Superbike, Alexandre Barros realizou seus dois primeiros testes com a Klaffi Honda, sua nova casa para a temporada 2006. O brasileiro completou 155 voltas durante o final de semana na pista da Sicília, na Itália, onde volta a testar nesta terça-feira.

“Dei algumas voltas mais lentas no início para me acostumar com a moto e os pneus. Logo em seguida apertei o passo e rodei o maior número possível de quilômetros”, disse o ex-piloto da MotoGP, sem esconder a satisfação com os resultados obtidos.

Barros guiou tanto a moto de 2005 quanto o modelo deste ano da Honda CBR1000RR Fireblade. Embora ainda não tenha se familiarizado completamente com a máquina de 2006, o representante do Brasil cravou uma marca 0,5 segundo mais veloz que a alcançada com o equipamento predecessor.

“É importante forçar a moto até seu limite porque eu quero conhecer todas as características da Fireblade. E o conjunto de 2006 é bem melhor que o antecessor. O pacote todo é muito bom, os pneus Pirelli são muito bons e muito aderentes. Foi ótimo andar com essa motoca”, animou-se Barros, que aproveitou também para voltar a tecer elogios ao seu novo time.

“Conheci a equipe inteira pela primeira vez aqui na Itália, são todos muito profissionais e estão todos muito entusiasmados. Acredito que teremos uma ótima temporada juntos”, completou o piloto.

A Klaffi tinha planejado uma sessão de treinos para ontem, mas teve de cancelar por causa das más condições climáticas. Os ensaios de Barros devem seguir até quarta-feira e serem, ainda, os últimos antes da abertura do campeonato, marcada para o dia 25 deste mês, no circuito de Losail, no Qatar.



Testes a todo vapor.



Enquanto Barros treina na Itália, alguns de seus competidores seguem com os testes de pré-temporada do WSBK em outros dois países. No circuito de Valência, na Espanha, o mais rápido ontem foi o ex-piloto da MotoGP Troy Bayliss, que tem demonstrado um forte rendimento nos treinos coletivos do WSBK.

A prova da boa performance do australiano da Ducati esteve em seu tempo, 1min34s900, apenas 0s267 acima do recorde do traçado, estabelecido por Neil Hodgson em 2003. A pole na pista espanhola, no ano passado, foi registrada pelo atual campeão, Troy Corser, em 1min35s666.

No Qatar, o melhor giro foi cronometrado pelo japonês Noriyuki Haga, da Yamaha. Além dele, outros três corredores testaram na pista de Doha.



Confira os tempos de Valência:

1) Troy Bayliss (AUS/Ducati), 1min34s9
2) James Toseland (GBR/Winston Ten Kate Honda), 1min35s8
3) Karl Muggeridge (AUS/Winston Ten Kate Honda), 1min36s1
4) Lorenzo Lanzi (ITA/Ducati), 1min36s8
5) Norick Abe (JAP/Yamaha), 1min36s9
6) Ivan Clementi (ITA/Pedercini Ducati), 1min37s2
7) Roberto Rolfo (ITA/Ducati SC Caracchi), 1min37s5
8) Max Neukirchner (ALE/Team Pedercini Ducati), 1min37s5
9) Lucio Pedercini (ITA/Team Pedercini Ducati), 1min37s9
10) Fabien Foret (FRA/Suzuki Corona Extra), 1min38s7



Tempos no Qatar:

1) Noriyuki Haga (JAP/Yamaha), 2min01s6
2) Andrew Pitt (AUS/Yamaha), 2min01s7
3) Pierfrancesco Chili (ITA/D.F.X. Treme Honda), 2min01s8
4) Michel Fabrizio (ITA/D.F.X. Treme Honda), 2min00s2




Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br