Aprilia nega uso de terceira moto no Superbike

Segundo boatos da mídia, Marco Simoncelli seria o mais novo reforço do time italiano.

Por Leandro Alvares

Uma fonte ligada a Aprilia desmentiu nesta quinta-feira os rumores de que a montadora poderia correr com três motos em sua temporada de retorno ao Mundial de Superbike.

O suposto terceiro modelo seria conduzido por Marco Simoncelli, que testou recentemente com a equipe italiana como forma de prêmio pela conquista do título no Mundial de 250cc com a Gilera.

“Seria muito bom para a companhia do ponto de vista da imagem que essa parceria representaria, mas logisticamente seria bastante difícil preparar pelo menos cinco motos para cada um dos pilotos, sem falar da exigência de novos mecânicos”, declarou o informante.

Há sete anos afastada da categoria para motos esportivas de ruas, a Aprilia retorna ao WSBK com os pilotos Max Biaggi e Shinya Nakano. A dupla terá em mãos o modelo RSV-4, equipado com um revolucionário motor de 999 cm³ com quatro cilindros dispostos em “V”.


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br