ANÚNCIO DE APOSENTADORIA?

Sete Gibernau convoca imprensa para uma coletiva nesta quarta-feira, em Barcelona.

Por Leandro Alvares

Todas as atenções do mundo da motovelocidade estarão voltadas para Barcelona nesta quarta-feira, dia em que Sete Gibernau revelará os seus planos para 2007. Desempregado após contratação de Casey Stoner pela Ducati, o espanhol resolveu convocar a imprensa para esclarecer o seu futuro na MotoGP.

Muitos especialistas, no entanto, acreditam que a coletiva de amanhã terá como mote o anúncio da aposentadoria do corredor, um dos principais adversários de Valentino Rossi, que nos dois últimos torneios despencou ladeira a baixo no quesito competitividade.

Prova maior disso foi 2005, ano para ser completamente esquecido por parte do piloto. A bordo da moto vermelha da mais tradicional equipe italiana do circuito, Gibernau  se mostrou muito aquém daquele competidor que rivalizou com o “Doutor” nos certames de 2003 e 2004.

Em 17 provas disputadas, marcou apenas 95 pontos, o que lhe garantiu um modesto 13º lugar na tabela de classificação. Loris Capirossi, seu companheiro de time, foi o terceiro colocado, com direito a três vitórias contra nenhum pódio de Sete.

O que o espanhol de 33 anos mais colecionou no Mundial foram acidentes, dois deles de conseqüências mais sérias. Em junho, no GP da Catalunha, sofreu fraturas na clavícula esquerda e teve de ser submetido a duas cirurgias. Quatro meses depois, em Portugal, uma nova queda o deixou com fratura na mão esquerda e com danificações numa das placas que haviam sido colocadas em sua clavícula esquerda, no incidente anterior.

De positivo, Gibernau teve a conquista da pole position na etapa Mugello e 18 voltas na liderança. Feitos muito pequenos para equiparar, por exemplo, com a vitória de Troy Bayliss, australiano que o substituiu na última corrida, em Valência.

Resta agora pensar no próximo ano e nas poucas vagas remanescentes do grid. As equipes de ponta já confirmaram seus pilotos para 2007, outro indício de que Gibernau possa optar ao menos por um ano sabático.

RAIO-X de Sete Gibernau na MotoGP:
Vitórias: 9
Nº de pódios: 30
Pole positions: 13
Voltas mais rápidas: 8
Melhor temporada: Vice-campeão em 2003 e 2004
Melhor ano: 2003, com 277 pontos conquistados.
Pior ano: 2002, com 51 pontos.
Marcas defendidas: Honda, Suzuki, Yamaha e Ducati

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br