Anthony West sofre pressão da Kawasaki

Com fracos resultados em 2008, equipe verde dá ultimato ao australiano.

Por Adilson

Enquanto os líderes do Mundial de MotoGP estarão descansando e se recuperando na pausa para as férias de verão na Europa, os que vêm atrás na classificação, depois de 11 etapas da temporada 2008, não terão o mesmo luxo.

É o caso de Anthony West, da Kawasaki, que ainda não atingiu o nível da boa estréia na equipe verde em 2007. O melhor resultado do australiano este ano foi o décimo lugar na Inglaterra e na Alemanha e ocupa atualmente a 18ª posição na classificação do campeonato com apenas 22 pontos.

O chefe da equipe, Michael Bartholemy, deixou claro que é necessário uma melhora nos resultados para West continuar correndo pela Kawasaki na MotoGP.

“Sei que o Anthony está desapontado com seu último resultado em Laguna Seca, mas é difícil identificar claramente onde está o problema neste momento”, disse Bartholemy ao ver seu piloto terminar o GP dos Estados Unidos na última posição e com uma volta de desvantagem.

“Ele terá que trabalhar forte agora para justificar o lugar na competição. A Kawasaki está aqui para garantir resultados e ele tem de nos convencer que pode fazer parte desse objetivo. Vamos falar com ele durante a parada de verão para ver se conseguimos encontrar uma maneira de melhorar o aproveitamento dele antes da próxima corrida”, declarou.

Algumas medidas já foram tomadas para colocar West no ritmo com a Ninja ZX-RR, incluindo a mudança de residência da Áustria para a Bélgica, para ficar mais perto de Bartholemy e da equipe, e o intensivo teste no Japão depois do GP da Catalunha, com o objetivo de resolver o problema de falta de aderência traseira.

Seu companheiro de equipe, John Hopkins, ocupa a 16ª posição no campeonato com 32 pontos, mas está lesionado e ficou fora das últimas quatro etapas, devendo voltar na próxima corrida em Brno, na República Tcheca, no dia 17 de agosto.


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br