ALTOS PEGAS EM SANTA CRUZ

Brasileiro de Motovelocidade empolgou o público gaúcho na segunda etapa de 2006.

Por Leandro Alvares

Os 18 mil torcedores que lotaram, neste domingo, as arquibancadas do autódromo de Santa Cruz, no Rio Grande do Sul, não tiveram motivos para reclamar do espetáculo promovido pelas máquinas de duas rodas. A segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade foi recheada de ótimos momentos e de duelos alucinantes nas cinco categorias que compõem o certame.

A primeira corrida da rodada foi das 125cc, que registrou mais uma vitória de Murilo Ribeiro. Eric Granado e Otavio Lucchini, assim como aconteceu em Interlagos, no mês de março, completaram a lista dos três primeiros, sendo seguidos por Antonio Casalinho e Jefferson do Carmo.

Logo em seguida, vieram as motos das 250cc para a prova que foi vencida pelo pole position, Fabio Peasson. Segundo colocado no grid, Marciano Santin queimou a largada e foi penalizado com um "stop and go". William Pontes terminou em segundo, na cola do vencedor. Ana Lima, a japonesa voadora, foi a quarta colocada e acabou caindo para a vice-liderança, com sete pontos de desvantagem para Peasson.

Nas 500cc, um duelo de arrepiar tirou o fôlego do público com a acirrada disputa da liderança entre Alecsandre Brieda e Gilson Pessoa. Doca, o líder do campeonato, se atrapalhou na freada e por pouco não caiu. Enquanto tentava se recuperar, ele foi ultrapassado pelo adversário.

Brieda não desanimou e, com a autoridade de bicampeão, saiu em busca do primeiro lugar. Colou em Pessoa e, faltando oito voltas para o fim, retomou a dianteira. Os dois continuaram se revezando na primeira colocação até o final, mas quem se deu melhor foi o atual campeão. “Um retardatário me atrapalhou, mas isso faz parte da corrida”, disse Pessoa.

Na Supersport, Murilo Colatreli foi o vencedor, com Philippe Thiriet em segundo, num resultado inverso ao da etapa de abertura do torneio. O mesmo aconteceu na Superbike, com a vitória de Gilson Scudeler e o segundo lugar de Pablo Martins, o “Baratinha”. Desta forma, esses pilotos ficaram empatados na liderança da classificação de suas respectivas categorias.

A terceira prova do ano acontecerá apenas em junho, no dia 26, em Mato Grosso do Sul.

Confira os resultados das corridas:


125cc

1) Murilo Ribeiro (Honda)
2) Eric Granado (Honda)
3) Otavio Lucchini (Honda)
4) Antonio Casalinho (Honda)
5) Jefferson do Carmo (Honda)

250cc

1) Fabio Peasson (Honda)
2) William Pontes (Honda)
3) Marciano Santin (Honda)
4) Ana lima (Honda)
5) Maico de Lima (Honda)

500cc

1) Alecsandre Brieda (Honda)
2) Gilson Pessoa (Honda)
3) Carlos Alberto Cruz (Honda)
4) Sérgio Laurent (Honda)
5) Eduardo Costa (Honda)

Supersport

1) Murilo Colatreli (Kawasaki)
2) Philippe Braga Thiriet (Yamaha)
3) Danilo Andric (Honda)
4) Bruno Corano (Honda)
5) Marcos Vilhena (Honda)

Superbike
1) Gilson Scudeler (Honda)
2) Pablo Martins (Suzuki)
3) Pierre Chofard (Honda)
4) Leandro Panades (Suzuki)
5) Alexandre Kracik (Kawasaki)

Classificação do campeonato:

125cc

1) Murilo Ribeiro, 50 pontos
2) Eric Granado, 40
3) Otavio Lucchini, 32
4) Antonio Casalinho, 24
5) Douglas Figueiredo, 22

250cc
1) Fabio Peasson, 45 pontos
2) Ana Lima, 38
3) William Pontes, 36
4) Maico da Silva, 20
5) Marcelo Cristal, 20

500cc
1) Alecsandre Brieda, 50 pontos
2) Gilson Pessoa, 40
3) Carlos Alberto de Campos, 29
4) Sérgio Laurentys, 29
5) Eduardo Costa Neto, 16

Supersport
1) Murilo Colatreli, 22 pontos
2) Philippe Braga Thiriet, 22
3) Danilo Andric, 16
4) Bruno Corano, 15
5) Marcos Vilhena, 10

Superbike

1) Gilson Scudeler, 45 pontos
2) Pablo Martins, 45
3) Pierre Chofard, 32
4) Leandro Panades, 24
5) Alexandre Kracik, 11

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br