250CC: JAPONÊS VENCE EM CASA

Hiroshi Aoyama conquista a segunda vitória consecutiva no Japão. Lorenzo chega em 3º.

Por Leandro Alvares

Ao menos um japonês fez as honras da torcida local no circuito de Motegi, neste domingo. Hiroshi Aoyama levou o público ao delírio ao vencer a corrida das 250cc, após suportar a forte pressão exercida por Alex de Angelis, que terminou em segundo. Jorge Lorenzo, cada vez mais próximo do título, deu mais um passo na direção do caneco ao completar o GP do Japão em terceiro.

Esta foi a segunda vitória consecutiva de Aoyama em casa. Além disso, foi o segundo triunfo do competidor na temporada atual — ele também fez a festa na Turquia, palco da quarta  etapa do torneio. “Vencer diante dos meus fãs é algo muito especial, ainda mais quando isso acontece por dois anos seguidos. Faço questão de agradecer o apoio de todos”, disse Hiroshi, que havia largado em quarto.

Com cara de desapontado após as 23 voltas concluídas, De Angelis pediu desculpas a sua equipe por não ter conseguido a vitória. “Eu fiz de tudo para tentar a ultrapassagem na última curva, mas acabei me atrapalhando. O segundo lugar não foi tão ruim, porque o Aoyama é sempre muito forte aqui”, destacou o samarinês.

Apesar de não ter confirmado a posição de honra alcançada nos treinos classificatórios, Lorenzo demonstrou bastante entusiasmo com o terceiro lugar. Entre os motivos para a comemoração, esteve o de que seu principal adversário no certame, Andrea Dovizioso, terminou em quarto.

“Eu geralmente não faço muito alarde quando alcanço um simples lugar no pódio. Mas desta vez tenho que comemorar, já que não consegui fazer um bom início de corrida e melhorei bastante no final, curiosamente com os pneus bem gastos”, comentou o espanhol, que lidera a classificação com 265 pontos, 27 a mais do que Dovizioso.
 
Roberto Locatelli terminou em quinto, seguido pelo irmão do vencedor, Shuhei Aoyama. Hector Barberá foi o sétimo, logo à frente do convidado Ryuji Yokoe.
 

Resultado em Motegi:
1) Hiroshi Aoyama (JAP/Red Bull/KTM), 23 voltas em 43min36s310
2) Alex de Angelis (RSM/Master-MVA Aspar/Aprilia), a 1s341
3) Jorge Lorenzo (ESP/Fortuna/Aprilia), a 4s349
4) Andrea Dovizioso (ITA/Humangest/Honda), a 4s530
5) Roberto Locatelli (ITA/Toth/Aprilia), a 14s864
6) Shuhei Aoyama (JAP/Repsol/Honda), a 24s111
7) Hector Barberá (ESP/Fortuna/Aprilia), a 41s433
8) Ryuji Yokoe (JAP/RT Morinokumasan Sendai/Yamaha), a 41s749
9) Marco Simoncelli (ITA/Metis/Gilera), a 41s881
10) Ratthapark Wilairot (TAI/Thai Castrol/Honda), a 42s054

Classificação:
1) Jorge Lorenzo, 265 pontos
2) Andrea Dovizioso, 238
3) Alex de Angelis, 187
4) Hiroshi Aoyama, 173
5) Roberto Locatelli, 158
6) Yuki Takahashi, 146
7) Hector Barberá, 130
8) Shuhei Aoyama, 89
9) Marco Simoncelli, 83
10) Sylvain Guintoli, 82

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br