250cc: Debon garante vitória na última volta

Espanhol atacou o líder do campeonato no final para vencer na República Tcheca.

Por Adilson

Alex Debon efetuou um ataque de última hora para garantir a segunda vitória na carreira nas 250cc, fazendo uso de toda a sua experiência para ultrapassar Marco Simoncelli na última volta da corrida em Brno.

A possibilidade de vencer o piloto da Lotus Aprilia parecia ter desaparecido a duas voltas do final, com o pole position, Simoncelli, fazendo uma ultrapassagem por dentro e garantindo o que parecia ser uma vantagem imbatível.

Contudo, Debon não estava satisfeito com o segundo posto e apostou tudo numa recuperação na última volta e acabou retomando a posição rumo a vitória.

O compatriota Álvaro Bautista também tirou partido do erro de Simoncelli, garantindo um árduo segundo lugar, vindo da décima colocação no grid de largada. O jovem piloto tinha menos de um décimo de segundo de vantagem quando cruzou a linha de chegada à frente do rival italiano.

O piloto da Metis Gilera, Simoncelli, completou o pódio na República Tcheca e aumentou a vantagem na liderança do campeonato das 250cc. O piloto mais próximo do italiano na classificação, Mika Kallio, da KTM, terminou em quinto, atrás do espanhol Hector Barberá.

Yuki Takahashi, Mattia Pasini, Hector Faubel, Roberto Locatelli e Aleix Espargaro completaram a lista dos dez primeiros, enquanto as únicas quedas surgiram por parte do piloto da casa Karel Abraham e da estrela suíça Thomas Lüthi.

Confira o resultado das 250cc em Brno:
1) Alex Debon (ESP/Lotus Aprilia), 41min08s168
2) Alavro Bautista (ESP/Mapfre Aspar), a 0s280
3) Marco Simoncelli (ITA/Metis Gilera), a 0s325
4) Hector Barbera (ESP/Toth Aprilia), a 0s827
5) Mika Kallio (FIN/KTM), a 1s249
6) Yuki Takahashi (JAP/JiR Scot), a 13s713
7) Mattia Pasini (ITA/Polaris), a 13s826
8) Hector Faubel (ESP/Mapfre Aspar), a 16s026
9) Roberto Locatelli (ITA/Metis Gilera), a 19s084
10) Aleix Espargaro (ESP/Lotus Aprilia), a 20s692

Classificação das 250cc após 11 etapas:
1) Marco Simoncelli, 180 pontos
2) Mika Kallio, 164
3) Alex Debon, 139
4) Alvaro Bautista, 138
5) Hector Barbera, 126
6) Mattia Pasini, 117
7) Hiroshi Aoyama, 101
8) Yuki Takahashi, 95
9) Thomas Luthi, 86
10) Julian Simon, 72
11) Roberto Locatelli, 59
12) Aleix Espargaro, 55
13) Hector Faubel, 49
14) Ratthapark Wilairot, 39
15) Karel Abraham, 25
16) Lukas Pesek, 24
17) Alex Baldolini, 24
18) Manuel Poggiali, 16
19) Fabrizio Lai, 16
20) Eugene Laverty, 8
21) Federico Sandi, 2
22) Manuel Hernandez, 2
23) Imre Toth, 2
24) Doni Tata, 1


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br