Moto Dica: para andar agarradinho

O medo de andar de moto é natural. Afinal, equilibrar-se sobre duas rodas parece algo impossível para muita gente. Soma-se a isso o temor de acidentes também ajuda a assustar aquela garota (ou garoto) que você gostaria de levar na sua garupa. Aproveite o Dia dos namorados e nossas dicas como argumentos para convencer seu amor a curtir um passeio de moto a dois, bem agarradinho.

Transmita segurança
Para vencer o medo é preciso sentir segurança. Para isso ofereça um equipamento de segurança adequado. Luvas, capacete, jaquetas e botas aumentam a sensação de proteção e também o conforto ao andar de moto. O fato de você insistir no uso desses equipamentos mostra sua preocupação com a segurança do passageiro (a).

Confira os equipamentos disponíveis no Shopping.MOTO.com.br!

Prepare a moto
Mostre também que você já preparou a moto. O farol precisa ser ajustado e os pneus tem de ser calibrados – consulte o Manual do Proprietário para regular o facho de luz e aplicar a pressão correta. Outro argumento é mostrar que suspensão e corrente de transmissão foram ajustados para o maior peso. 

Na hora de subir
Seja gentil e ponha a moto perto da calçada ou no descanso lateral. Peça para a garupa apoiar o pé na pedaleira e passar a perna sobre o banco. Caso sua moto tenha baú, basta apoiar o pé na pedaleira, subir, dobrar a perna e passá-la sobre o banco. Mas fique atento para não se desequilibrar, se a moto cair parada você pode acabar com o passeio romântico antes mesmo de começar.

Agarradinho é melhor
Agora é a hora de quebrar o gelo. Você pode pegar na mão da pessoa e pedir que ela agarre ao seu quadril. Assim você poderá acelerar e frear a moto sem oscilações e trancos. Outra dica é pressionar os joelhos contra as pernas do piloto, o que ajuda a garupa a acompanhar seus movimentos. Se a garupa sentar afastada, a moto fica com a frente leve o que dificulta a pilotagem. Por isso, “agarradinho” é sempre melhor.

Quer vender sua moto? Anuncie no MOTO.com.br! 

Vá com calma
Se o passageiro nunca andou de moto e ainda tem certo medo, arranque devagar, não saia acelerando com tudo para mostrar o quanto sua moto é potente. Sempre acelere progressivamente para a garupa não se assustar. Procure pilotar suavemente, com trocas de marchas no tempo certo usando o torque do motor. Antecipe as frenagens, não deixe para frear “em cima” de uma curva como se estivesse em uma pista de corrida. Dessa forma, a primeira vez na garupa não vai ser uma experiência traumática.

Nunca tire o pé 
Mostre a garupa a importância de apoiar os pés nas pedaleiras mesmo quando a moto estiver parada. Muitas vezes o passageiro quer colocar o pé no chão em uma parada no semáforo, por exemplo, e acaba desequilibrando a moto, podendo causar uma queda.

Deitem juntos
É muito comum que garupas iniciantes, com medo, tentem jogar o corpo para o lado contrário da curva. Antes de sair com a moto, explique que a inclinação é normal e, mais do que isso, necessária para contornar as curvas. Diga que os dois ocupantes têm que se movimentar juntos, “como se fossem apenas um” - pode até soar romântico. Inicie o passeio contornando as curvas devagar para não assustar a garupa. Freie com antecedência de forma progressiva e acelere suavemente.



Fonte:
Agência Infomoto




Compartilhe essa notícia

Receba notícias de moto.com.br