moto.com.br
Publicidade:

Colunistas - Eldinei Viana

Uma é pouco, duas é bom, três está ótimo

Uma análise profunda sobre o que diferencia o menino do homem: apenas o preço do brinquedo.

18 de August de 2010
Compartilhe este conteúdo:

Quem me conhece e lê minhas colunas, ou mesmo visita meu blog (www.viajantesolitario.com.br) sabe que sou um homem de sonhos.

Mas eu não apenas sonho, como também trabalho para que eles se realizem. Como lí um dia em algum lugar "Você tem que ser um homem-girafa... a cabeça nas nuvens, mas os pés no chão". Gostei desse ditado e o uso.

Nos meus sonhos mais ousados, o número de motos que quero ter na minha garagem são 6... ou 7 heheheh. Uma de cada estilo, uma para cada ocasião, uma para cada tipo de passeio.

Isso é loucura... coisa de milionário alguns diriam. Não, eu não sou (ainda hehehe) milionário... e louco eu acho que não sou.

É questão do preço dos brinquedos. Quando éramos crianças, não queríamos ter a coleção completa dos carrinhos? Ou então vários jogos de 'futebol de botão'? Ou mesmo aquele álbum de figurinhas totalmente completo?

Não mudamos muito... crescemos, o tempo passa (eu já cheguei nos 40 e foi rápido), os sonhos as vezes tem que serem adiados - casamos, temos filhos, queremos nossa casa própria, nosso carro. Mas os sonhos continuam, lá no fundinho, guardados em algum lugar.

Até que chega um ponto e você (re)começa a sonhar novamente. Ou então começa a colocar em prática seus sonhos. Com equilíbrio??? Um amigo um dia me disse que eu sou desiquilibrado (é Ivã, você vai ter que 'carregar' isso pro resto da vida hauhauhauahuahuah). Bom, nem sempre com todo o equilíbrio que gostaríamos. Mas pelo menos com consciência, com coerência.

Nesse ponto você deve estar pensando "Pô, o Eldinei voltou a escrever no estilo auto-ajuda" heheheh.

Não, tudo isso é sobre moto.... ou melhor, sobre motos....

Eu tenho a FJR (e vocês sabem disso e sabem como gosto dela) há dois anos e meio, mais ou menos. Sonhava com uma BMW R 1200 GS Adventure há mais de um ano... quem me acompanha lembra que até escrevi sobre isso.

Nesse meio tempo comprei uma NX4-Falcon 2008 para ir ensinando meu filho Cahê, atualmente com 16 anos, a dirigir. Então já tinha na garagem a FJR para as viagens e a Falcon para as saídínhas do dia-a-dia (não se enganem, Pato Branco é pequena, tem cerca de 70 mil habitantes)

Mas, Papai do Céu sempre realiza nossos sonhos. COMPREI UMA BMW R 1200 GS Adventure !!!!

Sim, estou feliz... muito feliz... a garagem ficou pequena (uebaaaaa !!!) mas meu coração ficou ainda mais alegre e grato.

Bom, a história foi mais ou menos assim : para pegar uma 0Km 2010 (modelo novo) a espera está entre 90 a 110 dias... pense numa criança quando você diz "Olha, vou te dar o brinquedo que você quer, mas você vai ter que esperar 90 dias". Seriam 90 dias que essa criança não dormiria :-)

Então comecei a procurar em todas as revendas BMW. Fui muito bem atendido pela Eurobike de Ribeirão Preto, na pessoa do Marcelo (de novo pessoal, não ganho um centavo para falar de ninguém, apenas compartilho com vocês dicas que podem ajudar-lhes).

Porém a Eurobike-Marcelo não tinham nada em pronta entrega. 90 a 110 dias?!?!?!?! Eu morreria de ansiedade hauhauhauah

Estava quase fechando a reserva com o Marcelo quando recebo uma ligação do Márcio, da Top Car de Florianópolis. Uma 2010 com apenas 2.600Km, nova, emplacada, da loja, moto zero.

Pensem num cara que ficou uns dias sem dormir (e eu duvido que isso não aconteceu com você pelo menos UMA vez na sua vida, antes de ir buscar a sua moto, seja uma BMW, uma CG, uma Fazer, seja uma Hornet, não importa, são os nossos sonhos).

Negócio fechado, mandei o sinal correndo para garantir a moto e fui buscá-la. Sexta-feira de manhã, dia 06 de Agosto de 2010, eu estava realizando mais um sonho.

Lá na Top Car fui muito bem atendido pelo Márcio Silveira e pelo Renato. A moto realmente estava perfeita. A placa era 1200. Tudo como eu sonhava (ou melhor ainda hehehehe)

De lá rumei para Rio Claro-SP, na Motopoint, que são conhecidos por terem uma vasta linha de equipamentos para as BMW (e outras motos também). Novamente, não ganhei nem UM real de desconto para falar bem deles - eu não venderia minha alma heheheh

Mas fui muito bem recebido pelo Adriano da Motopoint, conheci os proprietários, o Bernardo e a Iranilda (o Bernardo veio da alemanha em 1900 e bolinhas e fez uma réplica de uma moto BMW do ZERO... incrível... e anda com ela até hoje hehehehe)

Bom, na Motopoint equipei minha nova, linda, fantástica, maravilhosa... tá, parei... enfim, equipei ela com tudo o que eles tinham : protetor de farol, protetor de radiador, cruise control, alongador de volante, protetor de não-sei-o-que, e principalmente as malas laterais e o top-case.

A qualidade da Motopoint realmente é muito boa. Aí você, que tem BMW, vai dizer "É, mas não é BMW". Concordo. Mas a relação custo x benefício pesa muito. E olha, peguei 400 Km de chuva na volta e as malas nem sentiram hehehehe

Outra coisa legal na Motopoint é que eu, literalmente, me senti em casa. Conheci o Valdemir, da oficina... o Luis, responsável pelos acessórios, enfim, eu ia 'me metendo' e mexendo em coisas, vendo eles colocarem os acessórios. Nota 10 para todos, desde o Adriano que me atendeu muito bem, passando pelo Bernardo e a Iranilda e toda a equipe.

Moto equipada, vamos voltar para Pato Branco... mas para 'testar' pra valer a R 1200 GS, vamos pelo "Rastro da Serpente"

Meus irmãos... nunca antes na história desse país, ops, da minha vida, eu fiz tanta curva... era mais curva que asfalto.

Tinha tanta curva que as vezes tinham curvas no acostamento esperando a vez delas entrarem na rodovia hauhauhauha

Bom, peguem no google.com/maps e tracem o roteiro de Curitiba-PR até Apiaí-SP ou mesmo até Capão Bonito-SP. Vocês vão ver um zigue-zague enorme.

Ah sim, e para dar mais 'gosto' eu fiz um longo trecho abaixo de chuva... e neblina... e frio... muito frio.

Velocidade média? Em torno de 60 Km/h no trajeto inteiro.

A moto? Se eu falar tudo o que eu achei dela, vocês vão, definitivamente, achar que eu estou ganhando algo da BMW hehehehe

Brothers, em 24 anos de motociclista, com várias motos que já tive (CBX 750, Falcon, XT, TDM 850 e 900, V-Strom e a FJR) eu nunca, eu disse nunca, me senti tão seguro sobre duas rodas. E isso que era meu 'debut' com a moto... e estava chovendo... e era no "Rastro da Serpente"... e tinha neblina.

A moto é sensacional... não vou ficar 'desfilando' toda a eletrônica embarcada dela aqui. Nem ficar dizendo que tem isso, aquilo e aquele outro. Ah, e se você pensar "Isso é moto para velho, moto para mim é tudo na mão e talz" eu te digo "Simples, desliga o ABS, desliga o controle de tração e vai fazer o Rastro da Serpente abaixo de chuva" hauauhauhauhauha

Eu estava ansioso para contar para vocês sobra a moto nova. Não para 'me achar' porque vocês já me conhecem. Se preciso for, vendo a BMW, vendo a FJR e fico só com a Falcon... e se for preciso, vendo a Falcon e compro uma POP-100 (não, isso não hauhauahuah).

Mas eu queria contar para vocês para animá-los. Não existem limites para nossos sonhos. Talvez hoje pareça difícil, mas não desista. Trabalhe, seja honesto, conquiste... no fim tudo vai dar certo... e se não deu certo ainda, é porque não chegou ao fim hehehe

O resumo da ópera em termos de viagem: saí de Floripa, fui até Rio Claro-SP pela Régis, depois vim até Curitiba pelo "Rastro da Serpente" e de lá para Pato Branco. Cheguei em casa por volta das 01:30 da madrugada de 3a para 4a.

Foram 2.000 Km em mais uma viagem solo... e com um detalhe : um 'teste' na R 1200 GS Adventure que, acho, jornalista nenhum fez até hoje heheheheh. Calor, sol, chuva, frio de 10 graus, neblina, curvas e mais curvas, noite. Tudo que você puder imaginar no mesmo dia. Numa tocada só!

Ah, quero agradecer ao meu amigo André Jordão, aqui do MOTO.com.br, que me ajudou a me decidir pela compra da R 1200 GS Adventure, pois ele fez um pequeno teste com uma. (ah André, depois de eu ter rodado 2.000 Km com a minha, o que você fez foi um passeio no parque hauauha). Valeu mano, sua opinião me ajudou muito.

Amigos, agora eu não vejo a hora de achar 'desculpas' para viajar novamente... estou pesquisando, procurando. Quero colocar essa BMW na estrada. Com a FJR até hoje eu fiz cerca de 42.000Km e ela nunca me deixou na mão (tirando uns maleditos pneus que insistiam em acabar antes da hora hauhauahuha)

Na minha garagem agora tem as três... hoje tive que dar uma voltinha com cada uma delas... sim, saí a manhã toda com a BMW... quando voltei, ví uma poça de água no chão, ao lado da FJR... eram lágrimas de ciúmes. E lá fui eu dar uma voltinha com a FJR !!!
Ah sim, a FJR está anunciada aqui no MOTO.com.br para vender. Mas estou torcendo para que ninguém pague o que eu peço... acho que eu me arrependeria de vendê-la.

Forte abraço e bons caminhos... de BMW, Honda, Yamaha, Suzuki e por ai vai...!

Eldinei "P.P." Viana
ppviana@gmail.com
www.viajantesolitario.com.br



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Homenagem a Eldinei Viana

Algumas dicas para viajar na Argentina

Uma viagem diferente e a coluna anterior

Alta velocidade mata, mas isso você sabe!

Crianças crescidas também pilotam motos

Uma é pouco, duas é bom, três está ótimo

Rota do Sol, Cânions e uma outra FJR 1300!

Córdoba, Mendoza , Santiago e arredores

Córdoba, Mendoza, Santiago e arredores

Córdoba, Mendoza , Santiago e arredores

Opinião pessoal : TDM ou V-Strom

Algumas dicas para viajar na Argentina

Alta velocidade mata, mas isso você sabe!

Porque criticam tanto o que nós amamos?


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras