Nova Suzuki GSX-F será uma 650-F

Confira o mais recente artigo de nossos colaboradores Jaime Nazário e Gisele Flores.

Por Leandro Alvares

Depois de anunciar em primeiríssima mão para todo o Brasil o lançamento da nova Hayabusa, vamos também, neste artigo, lançar a nova Suzuki GSX-F antes de todos os outros meios jornalísticos direcionados para o motociclismo.

Lançada em 1989, a “Katana” — como é conhecida no exterior — representou uma moto de entrada para aqueles que desejavam pilotar uma máquina esportiva. Na verdade, uma “sport tourer”, por ser uma boa pedida para viagens em função da boa ergonomia que oferecia para seus tripulantes.

Rapidamente, a GSX 750-F conquistou uma reputação de moto com motor muito confiável, de boa performance, considerando suas limitações de potência e alto peso, e de condução “macia”, agradável para o piloto o para o acompanhante.

Em 1998 o modelo foi totalmente remodelado, ganhando nova carenagem, modificações no motor e no escapamento. Em 2004 ganhou uma atualização com reestilização da rabeta e outras pequenas modificações.

Agora em 2007, ela é uma das seis novidades que a Suzuki apresenta para sua linha de modelos de 2008 e que possivelmente começa a ser comercializada no Brasil no início de 2009, tal como com a nova Hayabusa.

Uma de suas maiores novidades será o abandono do motor de 750cc e a adoção de um novíssimo propulsor de 650cc, similar ao que equipará a Bandit. Visualmente, podemos observar que a segunda maior modificação estará na carenagem, tornando-a, de frente, muito parecida com as motos da linha GSX-R da Suzuki, embora as lanternas dianteiras não tenham ficado embutidas nos retrovisores, uma pena.

Neste novo motor, encontraremos finalmente uma refrigeração a água tão solicitada pelos simpatizantes da GSX-F, com 16 válvulas e sistema DOHC. Podemos esperar também um novo painel com conta-giros analógico e demais funções em display digital, seguindo o mesmo padrão utilizado nos modelos GSX-R.

Com esta rejuvenescida, a linha GSX-F deve manter sua reputação de moto de excelente relação de custo-benefício. Uma motocicleta para quem quer entrar no mundo das esportivas por um custo mais acessível, podendo também desfrutar de viagens de forma confortável, com equipamento resistente, de relativo bom desempenho, com economia e boa autonomia.

Jaime Nazário e Gisele Flores são fãs declarados do fascinante mundo do motociclismo. Executivo e professor do segmento de Transportes e Logística, Nazário possui duas máquinas, uma Suzuki GSX 1300R Hayabusa e uma Honda NX 350 Sahara. Gisele não fica atrás: tem uma Suzuki GSX 750F e uma Honda NX 200.

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br