Sundown exibe três novos modelos

Montadora apresentou no Salão Duas Rodas motocicletas destinadas à competição.

Por Bruno Rocco

Aldo Tizzani

No estande da Sundown, no Salão Duas Rodas 2007, destaque para a entrada da marca no mundo das competições. Foram três novos modelos de motos: duas off-road, a SX 140 e a SX 250; e uma supermotard,a SMX 250, todas destinadas para as pistas. Ou seja, os modelos não terão número de Renavam.

Além disso, a Sundown exibiu toda a sua linha 2008, com destaque para a motoneta Web, que recebeu um novo chassi, batizado de Flexbar e para a popular Hunter 90, que ganhou motor de 100 cc.

Outra atração da montadora no Salão Duas Rodas foi o protótipo “Solution”, um triciclo que surge como solução para o problema da crise de mobilidade nos grandes centros urbanos.

Para entrar nas pistas a Sundown apresentou uma versão aprimorada da STX 200 Motard, específica para competições. Com visual mais agressivo e menor distância entre-eixos, a SMX 250 ganhou um movo motor: monociclíndrico de quatro tempos, 249 cc, que gera uma potência máxima de 22,3 cv a 8.000 rpm e torque máximo de 2,12 kgf.m a 6500 rpm.

O novo modelo traz quadro em alumínio de seção retangular, freios a disco em ambas as rodas, suspensão dianteira invertida (upside-down) e balança traseira com monoamortecedor. 

Para quem pratica o motociclismo off-road, a empresa promete também duas novidades para o próximo ano: as SX 250 e 140. A SX 250 traz motor monocilíndrico de 249 cc e 22,3 cv de potência.

O modelo conta com pneus de cravos e todo o pacote mecânico e ciclístico da versão supermotard. Já a mini-moto, SX 140, tem motor de um cilindro, quatro tempos com arrefecimento a óleo, 140 cc e 17,3 cv de potência máxima. Ideal para iniciantes, a motinho conta com suspensão invertida na dianteira e monoamortecida, atrás.

Além disso, a SX 140 está equipada com freios a disco em ambas as rodas. Os preços dos novos produtos não foram divulgados pela Sundown.

Novidade para as ruas
Nas motos de série a novidade foi o novo chassi Flexbar na motoneta WEB. Segundo a marca, oferece maior resistência, melhor absorção de impactos e também minimiza as vibrações.

De acordo com Cláudio Rosa, diretor de novos produtos da Sundown, para a confecção da nova estrutura do quadro a empresa investiu US$ 1,2 milhão em quase dois anos de desenvolvimento. “Aumentamos a rigidez, sem perder a flexibilidade”, afirma Rosa.

O diretor acrescenta que vai haver mudanças também na popular Hunter, que antes tinha 90 cc e agora passa a ter um motor de 100 cc, resultando em um ganho de cerca de 10% em torque e potência.

Protótipo
 “Como está cada vez mais difícil se locomover no Brasil, decidimos investir em pesquisa e construir veículos que fossem alternativa para dar maior mobilidade ao consumidor”, conta Antonio Carlos Romanoski, presidente da Brasil & Movimento, dona da marca Sundown sobre o protótipo “Solution”.

Projetado como um veículo da marca para o mundo virtual do Second Life, a empresa mostra sua primeira versão real, que alia a mobilidade de uma moto e o conforto de um carro.

Para a sua construção foram gastos quatro meses de muito trabalho. A Solution tem motor bi-combustível de 250 cc, cobertura de acrílico, ar-condicionado, sensor de estacionamento, GPS e DVD Player.

Fonte:
Agência Infomoto

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br