SP lança proposta para diminuir acidentes

Sugestão apresentada nesta semana é proibir o tráfego de motocicletas entre os carros.

Por Leandro Alvares

Depois de apresentarem o balanço de 2006 do número de mortes de motociclistas no trânsito de São Paulo, a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) e a Secretaria Municipal de Saúde agora estudam medidas para reduzir os acidentes envolvendo os condutores de equipamentos de duas rodas.

Uma das propostas em pauta é a proibição do tráfego de motocicletas entre os demais veículos. O Contran (Conselho Nacional de Trânsito) inclusive já recebeu um pedido para que esta solução seja analisada e a conduta enquadrada como infração.

Frederico Bussinger, secretário de Transportes, também defende a separação entre carros e motos. Para ele, o sistema adotado na avenida Sumaré, local onde funciona a Faixa Exclusiva de motocicletas, é o método mais viável e eficaz para a diminuição de incidentes.

De acordo com o Código Brasileiro de Trânsito, quem trafega entre os veículos desrespeita uma série de regras, apesar de não ser punido. Três delas são: não respeitar distância mínima lateral, ultrapassar pela direita e direção perigosa.

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br