Redução de acidentes nas rodovias

Trabalho científico "Viva Motociclista" traça perfil dos condutores de motos.

Por Bruno Rocco

Estudo propõe ações para reduzir acidentes nas rodovias e mostra que as condições sociais dos motociclistas são causadoras de falhas humanas.

Este é o objetivo científico do trabalho intitulado: “Diante do perfil social do motociclista que utiliza rotineiramente um trecho de rodovia, o que podemos fazer para reduzir o número de acidentes motociclísticos?”, que foi premiado pela ABRAMET (Associação Brasileira de Medicina de Tráfego), durante o VII Congresso Brasileiro e V Latino Americano sobre acidentes e medicina de tráfego, realizado de 5 a 8 de setembro, em Porto Seguro – BA.

A médica, Josiene Germano, uma das autoras do trabalho, destaca: “O acidente motociclístico representa 17,4% do total de acidentes com vítimas nas rodovias estaduais paulistas entre os anos 2000 e 2003. Acredita-se que a redução de acidentes será relacionada com a responsabilidade humana e não às boas condições das rodovias”.

Para a elaboração do trabalho foi feita uma pesquisa com 220 motociclistas, e os resultados obtidos mostram que 45,9% dos motociclistas utilizam o veículo com a finalidade de condução ao trabalho e 58,6% das motos são de 125 cilindradas.

Dalton Guerra Lage, gerente de tráfego da Intervias, afirma: “Todos os motociclistas abordados utilizavam capacete, mas nenhum possuía o adesivo refletivo na traseira da moto, 57,73% não tinham o elemento refletivo no capacete e apenas 13,64% contavam com o refletivo em suas jaquetas”.

Depois de todos os dados obtidos foi concluído que as condições sociais verificadas entre os motociclistas são provenientes de falhas humanas.
 
As campanhas de conscientização são medidas eficazes na prevenção e redução de acidentes envolvendo motos nas rodovias, e isso foi provado com a redução de 27% no número de acidentes com moto em um trecho de 82Km da Via Anhanguera após seis meses da campanha Viva Motociclista.

Ficha Técnica

Título:
“Diante do Perfil Social do Motociclista que utiliza rotineiramente um trecho de rodovia, o que podemos fazer para reduzir o número de acidentes motociclísticos?”

Autores:
Josiene Germano – Faculdade de Medicina da USP de Ribeirão Preto; Médica credenciada do Detran de Ribeirão Preto e Coordenadora Médica da Intervias.

Leandro Germano – Médico da Intervias

Gustavo Germano – Médico credenciado do Detran de Ribeirão Preto

Elvis Ricardi Granzotti – Coordenador do Centro de Controle Operacional da Intervias

Aida Diléa Stringuetti – Enfermeira responsável técnica da Intervias

Dalton Guerra Lage – Gerente de tráfego da Intervias

Marco Aurélio Guimarães – Professor do CEMEL (Centro de Medicina Legal) da Faculdade de Medicina da USP de Ribeirão Preto e orientador do trabalho.

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br