NOVO MICHELIN CHEGA AO BRASIL

Pilot Power 2CT foi construído especialmente para as máquinas superesportivas.

Por Thiago Fuganti

A tradição e experiência da Michelin numa das principais competições do motociclismo, o Mundial de MotoGP, foi determinante para o nascimento do mais novo pneu da fabricante francesa: o Pilot Power 2CT. Lançado recentemente no Brasil, o pneumático logo se caracterizou por permitir um maior grau de inclinação para motocicletas do segmento superesportivo, minimizando o tempo de aquecimento e otimizando a tração para aceleração e frenagem.

O produto foi desenvolvido a partir da borracha sintética utilizada nos compostos que equipam times como a Camel Yamaha — do heptacampeão Valentino Rossi. Essa borracha já era utilizada na versão anterior, batizada de Pilot Power. Para ganhar o sobrenome 2CT, o pneu adotou mais uma tecnologia testada nas pistas, o duplo-composto de borracha, que o deixa 20% mais macio nos ombros (junção entre a banda de rodagem e o flanco).

A vantagem dos ombros macios é a agilidade nas manobras, com respostas progressivas mesmo em inclinação máxima. Por exemplo, uma motocicleta superesportiva, com mais de 600cc de cilindrada, equipada com o novo Pilot Power 2CT pode inclinar 51,2 graus em pista seca e 43 graus no molhado.

“Pela primeira vez, um pneu esportivo de grande série e destinado à utilização rodoviária se beneficia desta tecnologia de ponta”, afirmou Eustáquio Alencar, responsável Duas Rodas da Michelin no Mercosul. “A inovação consiste em dividir todo o conjunto do pneu em áreas distintas no conjunto da banda de rodagem, tornando-a capaz de sofrer esforços muito elevados”, explicou.

Além do potencial máximo de inclinação, o pneu também proporciona as principais vantagens oferecidas pela combinação de dois compostos diferentes: maior segurança, alta aderência em solo seco, expressiva reatividade em curva e facilidade de manuseio da motocicleta em solo molhado.
 
O Pilot Power 2CT será comercializado nas medidas 180/55 ZR17 e 190/50 ZR17 para utilização traseira e 120/70 ZR17 para aplicação dianteira. De acordo com Alencar, São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul serão os principais focos de venda, por serem os Estados que concentram a maior quantidade de motos superesportivas do país.

Para maiores informações acesse o site www.michelin.com.br
Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br