NOVA MÁQUINA ESPORTIVA

Versão 2006 da Suzuki GSX-R1000 começa a ser vendida em janeiro.

Por Fredy

Famosa por sua história de sucesso nas pistas de corrida, a GSX-R1000 da Suzuki se prepara agora para seguir na trajetória de vitórias com a versão 2006. O objetivo da montadora japonesa para o próximo ano é continuar sendo o "pesadelo" das concorrentes.

As características do modelo atualizado mantêm os conceitos de ponta de seu predecessor. Seu design integrado continua oferecendo a combinação de alto rendimento, peso leve e aerodinâmica eficazes, que produz expressiva aceleração e manuseio. O motor segue com mil cilindradas, quatro cilindros em linha, DOHC, 16 válvulas e com a fama de potência, tamanho compacto e engenharia avançada.

O que não falta na nova máquina é evolução: os sistemas de gerenciamento do motor contribuem significantemente para a performance da GSX-R1000 2006. O Sistema Automático de Partida Rápida (AFIS) controla a abertura da válvula de borboleta primária durante partidas a frio, baseado na temperatura do líquido de arrefecimento. O escapamento todo em titânio incorpora o sistema Ajuste de Escape Suzuki (SET), o qual utiliza uma válvula de borboleta servo-controlada no duto entre a tubagem e o silenciador. A válvula controla as ondas de pressão dentro do sistema de escape para melhorar a resposta do acelerador e o torque em baixa rotação, e abre e fecha baseado na rotação do motor, posição do acelerador e marcha engrenada.

O sistema PAIR é controlado pelo Módulo de Controle do Motor - ECM, baseado na posição do acelerador e rotação do motor. Com sistema PAIR, os índices de emissão de hidrocarbonetos (HC) e monóxido de carbono (CO) são reduzidos. O tanque de combustível é menor e mais estreito que o assento, e o chassi próprio é 15mm mais estreito em seu ponto mais extremo, permitindo os joelhos e cotovelos do piloto encaixarem na motocicleta, reduzindo a resistência aerodinâmica.

A GSX-R1000 2006 é mais compacta em todas as dimensões. Seu comprimento total é de 2.030mm e mede 1.130mm de altura. O assento é 20mm mais baixo, o alcance do assento aos guidões é 40mm menor. A distância entre as pedaleiras é 17mm mais estreita, permitindo que estas sejam posicionadas ligeiramente mais baixas para aumentar o conforto do piloto.

As suspensões dianteira e traseira são completamente ajustáveis pela pré-carga da mola, compressão e retorno de amortecimento. Um link de novo projeto é usado em conjunto com o amortecedor traseiro Kayaba do tipo reservatório remoto fixo, melhorando resposta da suspensão e retorno nas pistas de corridas.

O painel de instrumentos reprojetado é construído ao redor de um tacômetro análogo com ponteiro vermelho de fácil leitura e números brancos na face preta. Monitor de Cristal Liquido (LCD) é usado para o velocímetro, hodômetro total, hodômetro parcial e um novo e exclusivo indicador de marcha. Luzes indicadoras de seta, farol alto, neutro e nível de combustível são utilizadas, e um jogo de LEDs separado indica injeção de combustível, temperatura de arrefecimento e alerta da pressão do óleo. A luz indicadora de rpm do motor - Shift light- pode ser programada para se acender quando atingir um certo rpm.

Considerado pela fabricante como o modelo esportivo mais leve e mais forte já construído, a nova GSX-R1000 é encontrada nas cores preta, azul e amarela e chega ao mercado brasileiro em janeiro.



FICHA TÉCNICA - GSX-R1000:

Motor: 4 TEMPOS, 4 CILÍNDROS EM LINHA COM 16 VÁLVULAS, DOHC, REFRIGERAÇÃO LÍQUIDA
Cilindrada: 999 cc
Diâmetro e Curso: 73,4 mm X 59,0 mm
Taxa de Compressão: 12,5 :1
Transmissão: 6 VELOCIDADES
Sistema de Transmissão: CORRENTE
Sistema de Lubrificação: CÁRTER ÚMIDO
Alimentação: INJEÇÃO ELETRÔNICA
Ignição: ELETRÔNICA DIGITAL
Sistema de Partida: ELÉTRICO
Comprimento Total: 2.030 MM
Largura Total: 710 MM
Altura Total: 1.130 MM
Distância entre Eixos: 1.405 MM
Distância do Solo: 130 MM
Altura do Assento: 810 MM
Peso Seco: 166 KG
Suspensão Dianteira: GARFO TELESCÓPICO INVERTIDO AMORTECIDO A ÓLEO, MOLAS ESPIRAIS, PRÉ-CARGA TOTALMENTE AJUSTÁVEL, FORÇAS DE COMPRESSÃO E RETORNO TOTALMENTE AJUSTÁVEIS
Suspensão Traseira: MONOAMORTECIDA A ÓLEO TIPO LINK, MOLA ESPIRAL DE PRÉ-CARGA TOTALMENTE AJUSTÁVEL, FORÇAS DE COMPRESSÃO E RETORNO TOTALMENTE AJUSTÁVEIS
Freio Dianteiro: DUPLO DISCO DE 310MM DE DIÂMETRO, VENTILADO E FLUTUANTE, COM ACIONAMENTO HIDRÁULICO, MORDIDO POR PINÇAS DE 4 PISTÕES OPOSTOS DE MONTAGEM RADIAL E CILINDRO MESTRE DE PISTÃO COM ACIONAMENTO RADIAL Freio Traseiro: DISCO SIMPLES DE 220MM DE DIÂMETRO, VENTILADO DE ACIONAMENTO HIDRÁULICO, MORDIDO POR PINÇA DE 2 PISTÕES OPOSTOS
Pneu Dianteiro: 120/70 ZR17 M/C (58W) SEM CÂMARA
Pneu Traseiro: 190/50 ZR17 M/C (73W) SEM CÂMARA
Tanque de Combustível: 18 LITROS
Óleo do Motor: 3,3 LITROS (COM TROCA DO FILTRO)
Potência Máxima: 178 HP A 11.000 RPM
Torque Máximo: 12 KGF.M A 9000 RPM


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br