Motociclistas de Cristo em ação

Grupo criado pela Associação Brasileira de Motociclismo possui até uma oração própria.

Por Leandro Alvares

Conhecida pelo trabalho e dedicação prestados ao motociclismo nacional, a Abram (Associação Brasileira de Motociclismo) tem mostrado à sociedade que a religião também pode funcionar como uma arma benéfica para o culto do bom relacionamento e da união entre os integrantes do segmento das duas rodas.

Por meio do grupo batizado de Motociclistas de Cristo, a entidade reuniu vários de seus afiliados para a realização de serviços voluntários de evangelização e ações sociais perante os companheiros do segmento das motos.

“Nosso objetivo maior é ajudar o próximo, no caso os colegas das estradas e do trânsito pelas ruas da cidade”, afirmou Lucas Pimentel, presidente da Abram e fundador dos Motociclistas de Cristo.

“Uma das coisas que fazemos, por exemplo,  é colaborar com motociclistas acidentados. Nós os visitamos, levamos cestas básicas, enfim, prestamos uma assistência àqueles que enfrentam dificuldades por conta de algum incidente”, explicou Pimentel.

Este é apenas um dos vários serviços realizados pela Abram, criada em 1997 com o objetivo de prestigiar, valorizar e defender o motociclista independentemente da marca ou cilindrada de sua moto, trabalhando desta forma para motociclistas usuários, profissionais, esportistas e estradeiros.

Para conferir outros trabalhos feitos pela associação, basta entrar no site http://abrambrasil.org.br/.


Confira a Oração do Motociclista de Cristo:
 
Senhor,
Hoje ao sair com minha moto, me lembrarei que contigo eu vou mais longe.
Não vou errar a estrada, pois tu és o meu caminho.
Não terei problemas com o motor, pois tu és a minha força.
Posso ficar sossegado quanto ao farol, pois tu és a Luz do mundo.
Se meu tanque esvaziar, lembrarei que tu és uma fonte inesgotável.
Se eu pegar chuva, lembrarei que tu és o meu abrigo.
Quando precisar frear, o Senhor me segurará nas Tuas mãos.
Quando me sentir cansado, lembrarei que tu me fazes repousar em verdes pastos.
Quando sentir fome, lembrarei que tu és o Pão da Vida.
Se eu sentir sede, não será um problema, pois tu és a Água Viva.
Nunca estarei sozinho, pois Tu Senhor nunca me deixará, nem me abandonará.
Não temerei os imprevistos, pois o Senhor é o meu pastor: nada me faltará.
Não temerei a enfermidade, pois o Senhor é o médico dos médicos.
Se alguém tentar me acusar, Tu és o Advogado dos advogados.
 Por tudo isso Senhor, eu sei que contigo eu vou mais longe.
Um dia quando a estrada da vida terminar,
deixarei a minha moto e Tu me conduzirás às mansões celestiais.
 
Amém!

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br