MotoCheck-Up em SP atende mais de 3.500 motociclistas

Em cinco dias da 15ª edição do MotoCheck-Up, evento realizado no mês de setembro, em São Paulo (SP), foram atendidos mais de 3.500 motociclistas. A ação da Abraciclo (Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares) fez parte das comemorações da Semana Nacional de Trânsito.

Todos que passaram pelo MotoCheck-Up receberam instruções de pilotagem segura - incluindo apresentação prática da forma correta de se utilizar os freios, vistoria do capacete, teste de inspeção veicular da moto e revisão gratuita de 21 itens de segurança de suas motocicletas. Ao longo de 15 edições, mais de 27 mil motociclistas já participaram da ação.

“Estamos satisfeitos com o retorno do evento. Nas próximas semanas compilaremos os dados coletados, o que nos permitirá avaliar o perfil do motociclista e os itens que mais apresentam desgaste na frota local”, afirma Carlos Weiss, gerente de operações da Abraciclo e coordenador da ação.

Teste de frenagem
Uma das grandes novidades da edição foi a apresentação prática da forma correta de se frear a motocicleta. De acordo com os eventos passados, o item que mais necessita de reparo e/ou substituição é o freio traseiro, o que evidencia que o condutor não sabe frear.

Diante deste cenário, instrutores da Honda e da Yamaha deram dicas e mostraram na prática como a frenagem correta pode evitar acidentes em situações de emergência, são elas:

Freio Dianteiro: É o freio mais eficiente pois a transferência de peso do piloto mais o da motocicleta é projetado para a roda dianteira. Portanto, acione o freio dianteiro com os quatro dedos aumentando a capacidade de frenagem e não se esqueça de voltar totalmente o acelerador.
Freio Traseiro: utilize o freio traseiro, acionando-o progressivamente;
Freio Motor: evite o acionamento da embreagem para utilizar o freio motor;
Postura: mantenha os joelhos pressionando o tanque, braços semi-flexionados e siga trajetória retilínea;
Precaução: utilize os freios simultaneamente antes das curvas para não haver a derrapagem, principalmente o freio dianteiro.

Parcerias
A Porto Seguro ofereceu aos participantes a inspeção da emissão de poluentes (das 360 motocicletas vistoriadas pela seguradora, 108 foram reprovadas); o Sest Senat realizou testes de pressão arterial e nível de glicemia em 600 motociclistas; o Corpo de Bombeiros realizou uma demonstração  de como proceder em caso de acidente envolvendo motocicleta; a Policia Militar esclareceu a legislação e o código brasileiro de transito; e o Sindimoto deu dicas sobre o direito dos motofretistas em relação a assuntos trabalhistas.

O evento também teve apoio e colaboração de Telhanorte – Santo Amaro, Taurus, Óleo Genuíno Honda, Selenia, Yamalube, Alba, ASW Rancing, Levorin Pneus, Did, Revista Motociclismo, Ipem e Centro Educacional de Trânsito Honda.



Fonte:
Equipe MOTO.com.br




Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br