Mercado de duas rodas bate recorde de vendas em 2011

Aldo Tizzani

A Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores) divulgou o balanço sobre as vendas de veículos automotores em 2011. No total foram comercializados 5.573.499 unidades entre automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus e motos. Mesmo com a desaceleração da economia no segundo semestre, o ano de 2011 superou as expectativas. Já o setor de duas rodas, teve exatos 1.940.564 unidades emplacadas ano passado. O número é considerado recorde histórico, pois supera a marca de 2008, que registrou 1.925.514 motos licenciadas. O resultado do ano passado apresenta crescimento de 7,5% em comparação a 2010. E pensar que em 2005 o mercado havia emplacado “apenas” 1.027.424 motocicletas.

“Ano que vem o mercado deve emplacar mais de 2 milhões de motos, num aumento de 7,5% sobre 2011. Há três fatores econômicos que podem ajudar a estabelecer este novo recorde: taxas de juros menores, menor inadimplência, além de o segmento absorver uma parte dos R$ 10 bilhões que serão liberados este ano provenientes do aumento do salário mínimo”, afirma o novo presidente da Fenabrave, Flávio Meneghetti, dizendo que os bancos ainda estão seletivos na hora da aprovação de crédito ao consumidor.

Na visão da economista Tereza Fernandez, da consultoria MB Associados, o mercado de duas rodas tem condições de superar a casa dos três milhões de unidades já em 2014. “Hoje, a economia brasileira tem lastro e o mercado motociclístico está amadurecendo. Além disso, a aquisição do bem financiado sem a necessidade de entrada também impulsionariam as vendas”, sugere a economista.

Análise por região
Nos últimos dois anos, a região Nordeste vem se destacando como o maior mercado de duas rodas do País. Do total, os estados nordestinos foram responsáveis pelo emplacamento de 34,8% das motos vendidas em todo território nacional em 2011. Isso sem contar as motos de baixa cilindradas, entre 50 e 150cc, que não são licenciadas. Pelo segundo ano consecutivo, a região Sudeste foi a segunda força do setor, com exatos 34% do total de emplacamentos.

Em outro bloco, estão empatados tecnicamente as regiões Centro-Oeste, Norte e Sul, com 10%, 10,3% e 10,8%, respectivamente. Vale destacar o crescimento gradativo da participação de mercado dos Estados do Norte, que em 2007 detinha apenas 7,2% dos emplacamentos do País.

Para Flávio Meneghetti, o excelente resultado da região Nordeste está diretamente ligado à venda de cotas de consórcio. “Lá, 42% das motos são adquiridas por meio desta modalidade”, afirma. O Consórcio Nacional Honda (CNH), por exemplo, fechou 2011 com o recorde de cotas vendidas: 1.010.934, um número 12,4% maior do que em 2010. Na visão de Marcos Z. Fermanian, diretor da Honda Serviços Financeiros, “o aumento significativo demonstra um crescimento expressivo tanto na confiança como no poder aquisitivo dos consumidores”. Ao todo, o CNH entregou 388.301 motocicletas zero-quilômetro.

Ranking das montadoras e modelos mais vendidos
Já no ranking por marca, a Honda confirma mais uma vez sua soberania com 78,82% dos emplacamentos, que representa 1.529.609 unidades emplacadas. A marca líder é seguida pela Yamaha (11,85% e 230.018 unidades), Dafra (2,27% e 44.058 motos), Suzuki (2,12% e 41.186 unidades) e Kasinski (1,60% e 31.129 motos). Entre as marcas de motos Premium, destaque para a Kasawaki (0,55% e 10.647 motos), BMW (0,29% e 5.553 unidades) e Harley-Davidson, com 0,22%, que corresponde a 4.322 motos emplacadas.

Para finalizar, o veículo mais vendido no País é uma moto. Com 457.993 unidades emplacadas em 2011, a Honda CG 150 desbancou o VW Gol (293.454) e Fiat Uno (273.537). Além disso, sua irmã, a CG 125, ficou com a segunda posição do ranking, com 405.179 emplacamentos. Na sequência, estão Honda Biz 125, Honda NXR 150 Bros e na quinta e sexta posições, com 222.679 e 201.544 unidades licenciadas, respectivamente. Em nono lugar está a Yamaha Factor YBR 125, com 123.183 unidades emplacadas em 2011.

Fotos: Divulgação



Fonte:
Agência Infomoto




Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br