LIMEIRA MOTORCYCLE 2007

Moto Clube responsável pela organização da festa planeja novidades para a 11ª edição.

Por Thiago Fuganti

Mal foi encerrada a décima edição do Limeira Motorcycle, que aconteceu entre os dias 10 e 13 de agosto no interior paulista, e os organizadores do mega encontro de motociclistas já estão pensando nos atrativos para o próximo ano.

De acordo com Elias Audi Neto, vice-presidente do Moto Clube Limeira, os planos para 2007 devem contar com novidades. “Tentaremos trazer alguma estrela; de preferência que tenha ligação com o cenário das duas rodas. Alguém para conversar com o pessoal e ser o nosso convidado especial”, afirmou.

Darci Schiavon de Abreu, presidente do grupo de motociclistas, já pensou inclusive num possível nome. “Imagine se conseguíssemos trazer o Alexandre Barros? Seria fenomenal”, vislumbrou, referindo-se ao brasileiro que compete no Mundial de Superbike. “Além dele, poderíamos contar com artistas, cantores...quanto mais estrelas, melhor”, acrescentou.

“Todo ano é sempre assim. Terminamos um evento e já pensamos no outro. O de 2006 foi muito bom, registramos a presença de 45 mil pessoas nos três dias de festa e recebemos inúmeros elogios daqueles que prestigiaram o encontro”, destacou Neto.

Considerado uma dos maiores encontros motociclísticos do país, o Limeira Motorcycle foi realizado no Horto Florestal de Limeira, numa verdadeira confraternização dos amantes do rock e de motocicletas. O show foi garantido por bandas musicais, wheeling e zerinho, exposição de motos e produtos específicos, vôo panorâmico, bumgee jump, concurso Garota Motorcycle, entre outras promoções.

“Foi um acontecimento refinado, com pessoas bonitas, motos bonitas, várias famílias reunidas, muita segurança e índice zero de problemas pelo terceiro ano consecutivo. Em termos de qualidade, foi uma edição fantástica”, atestou o presidente Darci.

Quanto a datas para 2007, o dirigente disse que nada foi definido por enquanto, mas que as chances da festa permanecer em agosto são muito boas. “As pessoas gostaram desta época do ano, cujo clima foi bem gostoso e com boas temperaturas”, explicou o médico-motociclista de 52 anos. “Podem ter certeza de que passaremos mais detalhes até o final deste ano”, completou.


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br