Interlagos recebe 2º Volpaint Track Day

Dezenas de motociclistas que jamais haviam pilotado no circuito adoraram a experiência.

Por Leandro Alvares

Leandro Alvares

“Quem nunca andou de moto no circuito de Interlagos?” Esta foi a primeira pergunta do piloto Bruno Corano aos participantes do 2º Volpaint Track Day, realizado na segunda-feira (23).

Para a surpresa do instrutor do Motoschool, mais da metade dos alunos levantaram a mão. Esta seria, portanto, uma turma diferenciada, de motociclistas bastante ansiosos e animados para estrearem com seus modelos esportivos no famoso autódromo paulista.

A agitação em Interlagos começou bem cedo, por volta das 8h, horário em que os protagonistas do evento começaram a chegar. Aos poucos, a área dos boxes foi tomada pelos equipamentos de duas rodas, que um a um foram sendo estacionados.

O desfile das máquinas impressionava: Honda CBR 1000 RR Fireblabe, Hornet, Suzuki GSX R, Hayabusa 1300, Daytona Triumph 675, Ducati 999R, Yamaha R1, R6, Kawasaki 636, entre outras. A quantidade também chamava atenção, pois eram mais de 30 motocicletas perfiladas no “pit-lane”.

“Para nós, que organizamos este dia de lazer e descontração, não há cenário mais bonito do que este repleto de motos”, disse Marcelo Augusto Volpon, dono da loja Volpaint. “O principal objetivo, assim como na primeira edição do Track Day, em dezembro, foi mostrar aos clientes que eles são nossos amigos, estreitar e cultivar um bom relacionamento”, destacou.

A ação, pelo visto, demonstrou ser eficaz, já que o clima de festa era visível no rosto de cada um dos presentes. “Rodei mais de 300 km para sair de minha cidade, Sertãozinho, e vir aqui”, contou Fábio de Moraes, um fã incontestável do astro Valentino Rossi. “Não acho que eu consiga andar como ele. Eu quero apenas me divertir, conhecer a pista e brincar com a minha R1”, completou o jovem de 20 anos.

Também da cidade interiorana de São Paulo, embora já conhecedor do traçado paulista, Sérgio Luis Prezotto aprovou o trabalho realizado pela Volpaint, em parceria com a escola de pilotagem Motoschool. “Além de fazer novas amizades e passar horas muito agradáveis num ambiente de velocidade, nós aprendemos muitas lições importantes para o dia-a-dia. Saímos com uma outra visão a respeito da moto”, afirmou.

O carioca Carlos Gaspar e os paulistanos Reynald dos Reis e Edgard Marinho foram outros que consideraram o “dia de piloto” como um momento inesquecível. “Quem gosta de motocicleta, tem como um de seus sonhos conseguir a chance de rodar numa pista. A experiência é fenomenal”, contou Gaspar, que esteve no comando de uma Honda Hornet.

Antes de entrarem no circuito, porém, os motociclistas receberam várias orientações teóricas de Bruno Corano, que além de instrutor compete no Campeonato Brasileiro de Motovelocidade. Noções de frenagem, percepção de velocidade, controle da moto, suspensão e pneus foram alguns dos assuntos discutidos em diversos momentos ao longo do dia.

“Este é um dia de diversão. Não queremos que vocês se machuquem”, frisou o experiente competidor. Hora de acelerar pra valer! Divididos em grupos, os participantes enfim partiram rumo aos seus primeiros quilômetros pelo autódromo de 4309 metros de extensão.

De volta aos boxes, a expressão facial falava muito mais do que as palavras. “Fantástico”, resumiu Fábio de Moraes, o fã de Rossi. “Deu um pouco de medo no começo, mas depois fui me acostumando. Foi algo completamente diferente do que eu imaginava, muito bom”, finalizou.

O Track Day foi voltado aos clientes da Volpaint e alunos do Motoschool. De acordo com Marcelo Volpon, uma nova edição do evento deve ser realizada ainda neste ano. Para mais detalhes da loja ou sobre o curso de pilotagem, basta acessar seus respectivos sites: www.volpaint.com.br; www.motoschool.com.br.

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br