Inglaterra estuda exército no combate ao crime com motos

A presença do Exército na cidade do Rio de Janeiro em situações de caos na segurança e prevenção para grandes eventos como a Copa do Mundo e as Olimpíadas já é uma cena comum aqui no contexto do Brasil, mas na Inglaterra, em Londres, a iniciativa das forças armadas nas ruas vem sendo estudada pelo parlamento para coibir a grande onda de roubos com o uso de motos nas principais cidades do Reino Unido.

Os grandes jornais populares da Inglaterra dão informações de que foram registrados pelas forças policiais mais de oito mil crimes com a utilização de pelo menos um scooter ou moto como veículo de fuga nos primeiros cinco meses de 2017, representando um aumento de 1.000% em relação aos números dos últimos três anos.

Como as motos e os scooters estão em evidência como veículo de fuga para os criminosos, o roubo de motocicletas também vem crescendo assustadoramente, com a polícia londrina contabilizando o roubo de pelo menos 15 mil motos no ano passado, número que representa a metade de todos os veículos que foram roubados na cidade em 2016.

Guardadas as devidas proporções para a realidade do Brasil, já que a violência por aqui é praticamente uma epidemia, a recente onda de insegurança que assola na Inglaterra vem mobilizando o cidadão inglês nas redes sociais, que tem se manifestado em favor da proposta de reforçar as forças de segurança com o uso de tropas do exército nas ruas.

- Confira o vídeo da Polícia Metropolitana de Londres sobre o roubo de scooters

Fotos e vídeo: London Metropolitan Police



Fonte:
Equipe MOTO.com.br




Compartilhe essa notícia

Receba notícias de moto.com.br