Husaberg TE 125: Novidade na linha enduro 2012

André Jordão

A Husaberg, fabricante sueca de motocicletas, nasceu em 1988 quando um casal de motociclistas resolveu criar uma nova máquina para a prática do enduro, já que ambos eram fanáticos pelo fora de estrada. Assim, as motos Husaberg viraram sinônimos de eficiência no off-road. Desde 1995, quando a marca foi comprada pela KTM, a Husaberg aumentou, aos poucos, suas opções de motorização, apostando também na fabricação de motos com motor dois tempos. Os modelos das famílias TE (2 tempos) e FE (4 tempos) da marca sueca são os mais vendidos e foi por isso que, para 2012, a Husaberg resolveu focar seus esforços nas motocicletas da linha enduro, principalmente as de baixa cilindrada.

Seguindo esta regra, a Husaberg anunciou um novo modelo de entrada: a TE 125. A linha TE (de two stroke, dois tempos, em inglês) é equipada com motores dois tempos e com capacidade cúbica de 249, 293 e agora também 124,8 cm³. A principal intenção, segundo a Husaberg, é atrair pilotos mais jovens, já que a TE 125 é ideal para ser usada por adolescentes de até 16 anos.

A concepção de motocicleta é praticamente a mesma dos outros dois modelos —250 e 300 cm³. Um cilindro, dois tempos, transmissão de seis marchas e refrigeração líquida. Entretanto, o novo modelo de 125 cm³ não tem partida elétrica. Além da nova opção de motor, todos os modelos TE e FE ganharam novos grafismos.

Ciclística requintada
Já a linha FE (de four stroke, quatro tempos em inglês) tem mais três integrantes: 390, 450 e 570 cm³. Como diferencial, os tanques de combustível dos modelos 2012 de enduro estão translúcidos, facilitando a visualização da quantidade de gasolina por parte do piloto. O quadro, agora em amarelo, oferece mais estabilidade e maior proteção ao condutor.

Todos os novos modelos da linha 2012 de enduro da Husaberg têm garfo invertido da marca WP, com 48 mm de diâmetro e 300 mm de curso. Já na traseira, suspensão ligada diretamente na balança, com 335 mm de curso, também da WP, marca que também pertence e equipa os modelos KTM.

Especulava-se que estariam equipadas também com injeção eletrônica, mas a ficha técnica não deixa dúvida que todos os modelos 2012 são alimentados por carburadores Keihin. Os propulsores contam com refrigeração líquida, ajuste de ignição e a bem vinda partida elétrica.

O câmbio de seis marchas acionado por embreagem multidisco em banho de óleo traz relações projetadas especificamente para a prática do enduro. Além disso, os modelos contam com freios a disco em ambas as rodas da grife Brembo.

Outra novidade é a parceria com a Michelin. Todos os modelos 2012 da Husaberg estarão equipados com pneus franceses da linha Enduro Competição III. A potência máxima, o torque máximo e os preços das novas motocicletas de enduro da Husaberg ainda não foram divulgados.

 

Fotos: Divulgação



Fonte:
Agência Infomoto




Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br