HARLEY-DAVIDSON EM CAMPOS DO JORDÃO

VIII Hog Rally contagiou a cidade com mais de 600 máquinas de duas rodas.

Por Fredy

Uma das mais charmosas motocas do mundo, a Harley-Davidson estrelou em Campos do Jordão entre os dias 12 e 15 de novembro. A cidade foi "povoada" por mais de mil harlistas do Brasil e de outras nações da América do Sul, EUA e Europa para o VIII Hog Rally, o maior evento da Harley realizado no país.

Com mais de 900 mil associados em todo o planeta, o Hog (Harley Owners Group), associação de proprietários de motocicletas a marca, reuniu cerca de 600 motos Harley-Davidson para uma série de eventos, entre eles o Rally de Regularidade, prova que teve mais de 60 máquinas de duas rodas inscritas.

Uma marcante festa, no hotel Serra da Estrela - que serviu de sede para o Hog -, almoço de premiação do Rally de Regularidade, churrasco e um leilão beneficente compuseram o encontro dos apaixonados por motos.

O caminhão Harley-Davidson, com 24 metros de comprimento e mais de quatro metros de altura, foi outro atrativo do Hog, o qual serviu de ponto de encontro dos motociclistas no início da serra, para que fosse organizada uma subida em comboio. 

Os "Hog Rallies" são realizados em cidades turísticas ou localidades de interesse dos motociclistas e tem como objetivo reunir os aficionados da marca e dar a eles a oportunidade de rodar o país e o mundo pilotando uma Harley-Davidson. . A próxima edição deverá acontecer em maio de 2006, em local a ser definido.

102 anos de história

Aos 102 anos de vida, a lendária Harley-Davidson é muito mais do que um ícone da cultura norte-americana. É, certamente, o mais tradicional e um dos maiores fabricantes de motocicletas do mundo na atualidade. 

A história da marca começou em 1903, em um barracão localizado nos fundos da casa dos irmãos Arthur e Walter Davidson, no município de Milwaukee, em Wisconsin. A dupla, que tinha em torno de 20 anos, acabava de se associar com William S. Harley, de 21 anos, para construir artesanalmente um pequeno modelo de motocicleta destinado às competições. Foi neste barracão, com três metros de largura por nove metros de comprimento, e em cuja fachada podia se ler o letreiro "Harley-Davidson Motor Company", que foram produzidas as primeiras três motocicletas da marca.

Dessas três motos iniciais, uma foi vendida diretamente pelos fundadores da empresa, em Milwaukee, para Henry Meyer, amigo pessoal de William S. Harley e Arthur Davidson. Em Chicago, a primeira concessionária nomeada pela marca - C. H. Lang - comercializou outra das três fabricadas.

No dia 4 de julho de 1905, uma Harley-Davidson venceu, em Chicago, sua primeira competição, o que ajudou a alavancar ainda mais as vendas da empresa. No ano seguinte, a marca produziu o seu primeiro catálogo promocional. 

Com o passar dos tempos, as Harley foram criando sua própria trilha, tornando-se um mito das duas rodas. Até mesmo o exército norte-americano se armou com as motocas - nada menos do que 17 mil foram produzidas para o exército americano durante a 1ª Guerra Mundial e 90 mil para a 2ª, sendo desenvolvido inclusive um modelo especial para os combates (a XA 750, equipada com um propulsor horizontal com cilindros opostos e destinada principalmente para uso no deserto. Foram comercializadas mil e 11 unidades dela para uso militar durante a Guerra).

O que a Harley-Davidson criou, de fato, foi uma história de sucesso e recheada de curiosidades, criações sucedidas, que ainda nos dias atuais mechem com a sensibilidade de qualquer apaixonado pelo esporte, ou simplesmente o lazer, sobre duas rodas. Afinal quem nunca sonhou em pilotar ou ter uma Harley?

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br