GSX-R1000 da Suzuki

Novo modelo apresentado no Salão Duas Rodas pode dominar as pistas.

Por Bruno Rocco

A superesportiva da Suzuki veio com inúmeras modificações técnicas que aumentaram sua capacidade de responder de maneira precisa aos comandos do piloto.

O motor de 999cc, quatro tempos, quatro cilindros, 16 válvulas, DOHC, foi projetado para fornecer resposta forte em ampla faixa de rotações. O segredo está na combustão de seu motor.

A GSX-R1000 está equipada com o sistema PAIR (injeção de ar secundariamente pulsada), que reduz em até 50% a emissão de poluentes na atmosfera.

O freio dianteiro é composto por duplo disco ventilado flutuante de 310mm de diâmetro, fixado ao cubo por dez acoplamentos flutuantes e mordido por pinça radial de quatro pistões opostos e cilindro mestre de acionamento hidráulico radial. Na traseira há disco ventilado de 220mm de diâmetro, mordido por pinça deslizante de dois pistões opostos de acionamento hidráulico.

Equipada com injeção eletrônica, possui novos injetores (dois por cilindro), agora mais compactos e com 12 pequenos orifícios, em vez dos quatro grandes da versão, o que produz uma pulverização mais fina de combustível.

Agora os injetores primários estão posicionados mais verticalmente, melhorando a sensibilidade de aceleração. Os dutos de admissão e escape agora estão mais largos, melhora desenvolvida devido às experiências nas pistas de Superbike.

As velas, com vida útil mais longa que as convencionais, possuem eletrodos mais finos, produzindo faísca mais forte e melhor combustão.

O novo sistema ISC (Idle Speed Control – Controle de Marcha Lenta) regula automaticamente o volume de ar que alimenta os circuitos da câmara de injetores, melhorando o arranque e estabilizando o motor nas diferentes situações.

A nova versão do escapamento SAES (Suzuki Advanced Exhaust System), em aço inoxidável, alumínio e titânio, conta com quatro coletores e uma única câmara sob o motor, que deriva em dois curtos silenciadores construídos em titânio e com tampas de alumínio, um de cada lado do motor.

A incorporação de uma única câmara sob o motor e o uso de dois curtos silenciadores, ao invés de apenas um maior, quase duplica o volume interno do escape e leva o centro de gravidade para baixo, auxiliando na pilotagem.

O sistema de gerenciamento do motor da GSX-R1000 conta com um computador de grande potência – um ECM (Módulo de Gerenciamento do Motor) com capacidade de processamento de dados quatro vezes maior que o utilizado na versão anterior.

Este apenas controla os sistemas de injeção e escape, responsáveis pela grande eficiência do motor, mas também permite que o piloto selecione três níveis de modo de pilotagem para adaptar-se às diferentes situações.

Com refrigeração líquida, o novo radiador, maior, possui a mesma forma trapezoidal típica das motos de corrida, com capacidade de refrigeração quase 10% maior que o modelo anterior. A bomba de água está mais potente, aumentando o fluxo do radiador.

O novo chassi foi construído utilizando apenas cinco peças principais em alumínio fundido.

A suspensão totalmente ajustável é telescópica invertida de amortecimento hidráulico na dianteira e tipo link monoamortecida a óleo na traseira. O novo amortecedor de direção, com controle eletrônico, requer menor força e baixas velocidades, para uma direção mais leve, e maior força em altas velocidades.

As pedaleiras são ajustáveis em três posições, tanto horizontalmente quanto verticalmente. O pedal de freio traseiro, localizado do lado direito, e a alavanca de câmbio, na esquerda, movimentam-se juntamente com as respectivas pedaleiras.

O painel de instrumentos possui tacômetro analógico controlado por servomotor, velocímetro digital, duplo hodômetro parcial, relógio digital, temperatura do motor digital e indicador de problemas na injeção, indicador digital da marcha engatada e um “shift-light” programável que avisa quando se chega a uma determinada rotação.

A GSX-R1000, modelo 2008, está disponível nas cores preta, preta e laranja, prata, azul e amarela.   


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br