moto.com.br
Publicidade:

Acontece

Especial: Cinco motos "pesos-pesados" das estradas

Conheça os modelos touring que impressionam pelo peso, torque do motor e conforto para viajar

28 de February de 2018
Compartilhe este conteúdo:

O pequeno helicóptero americano Robson 22 pesa cerca de 390 kg, enquanto um leão-marinho da Patagônia, na idade adulta, pode chegar a 350 kg. Mas o que há em comum entre o pequeno helicóptero, o enorme mamífero e as grandes motos touring? O peso elevado! Essa é uma característica comum entre essas motos feitas para viajar com garupa, bagagem e o máximo de conforto que o dinheiro pode comprar.

Selecionamos cinco modelos de fabricantes diferentes que pesam mais de 350 kg – ou seja, mais do que o curioso leão-marinho da Patagônia. Todas oferecem, ao piloto e à garupa, bancos largos e aquecidos, pedaleiras plataformas, parabrisas elétricos, central multimídia e até câmbio-automático e marcha a ré. Algumas têm mais espaço para bagagem do que alguns automóveis.

Confira as ofertas para você e sua moto no Shopping MOTO.com.br 


O conjunto motor, câmbio, correia ou eixo-cardã são volumosos e pesados, pois devem gerar potência e torque para movimentar toda essa parafernália. Essas características transformam essas motos em verdadeiros “pesos-pesados” em duas rodas. Conheça:

BMW K 1600 GTL
Equipada com motor de seis cilindros em linha, de 1.649 cc e 17,8 kgf.m de torque, a BMW K 1600 GTL representa o jeito alemão de fazer uma moto confortável para entrar nessa briga de pesos-pesados. O modelo oferece recursos eletrônicos como central multimídia completa, controle de tração e até assistente de saídas em aclives. Há ainda piloto automático e até um sistema de monitoramento da pressão dos pneus.

A capacidade de bagagem da GTL é de 115 litros e o banco pode ser aquecido. Para adequar a suspensão à carga transportada, basta um toque no botão para escolher entre nove regulagens eletrônicas. Essa BMW é a mais leve da nossa lista com 350 kg.

Honda Gold Wing Tour
A consagrada japonesa Honda Gold Wing é sinônimo de sofisticação em longas viagens. A versão 2018 ganhou um monte de melhorias como o CarPlay, sistema da Apple que conectado ao IPhone permite controlar o smartphone usando os comandos da motocicleta.

A nova geração da grã-turismo japonesa também ganhou acelerador eletrônico, sistema “Idling Stop”, para-brisa elétrico e capacidade para 110 litros de carga. A versão Tour pode ser equipada com câmbio automático DTC, marcha a ré e até sistema de air-bag. O motor de 1.833 cc tem seis cilindros opostos e 17 kgf.m torque foi montado em um quadro completamente novo para suportar os 357 quilogramas da Gold.

Veja as motocicletas Touring ancunciadas no site MOTO.com.br!

Indian Roadmaster
A Indian Roadmaster tem capacidade para 142 litros de bagagem distribuídos no seu top case e malas laterais que podem ser abertos com o controle remoto da chave tipo Smart Key. O motor de dois cilindros em “V” de 1.818 cm³ atinge o torque máximo de 16,48 kgf.m para deslocar os 422 kg da Rodmaster.

Para atender às exigências do piloto e garupa os bancos possuem aquecimento individual. Com um simples toque do botão é possível ajustar o para brisa e o piloto ainda conta com o acelerador eletrônico. A central multimídia é destaque da Roadmaster. Com uma grande tela colorida e sensível ao toque, tem sistema de som com rádio, entrada USB e Bluetooth com 200 watts de potência.

Harley-Davidson CVO Limited
Essa americana tem 431 quilos de puro conforto e estilo. Assim pode ser definida a Harley CVO Limited, que se destaca pelos seus 132 litros para levar bagagem – maior até que o porta-malas do Suzuki Jimny com irrisórios 113 litros. A CVO Limited tem duas malas laterais e um top case, onde cabem até dois capacetes. 

O banco da garupa se assemelha a um sofá – inclusive com apoio para os braços e aquecimento. Para transportar tudo isso ela vem equipada com um enorme motor Screamin’ Eagle Twim Cooled 114, com dois cilindros em “V” e refrigeração mista (ar e líquida) de 1.868 cm³ de capacidade e torque máximo de 16,6 kgf.m.

Yamaha Star Venture
A Yamaha demorou para entrar nessa briga, mas veio com uma verdadeira “peso-pesado”. Feita para agradar o típico motociclista americano (grande e pesado) a Yamaha Star Venture usa motor em “V” de dois cilindros, 1.854 cm³ de capacidade. O propulsor oferece 17 kgf.m de torque para carregar os 434 kg do modelo.

Controle de tração, dois modos de pilotagem e o inédito sistema Sure-Park, um motor elétrico para manobrar (para frente ou para trás) em baixas velocidades. Controle elétrico do para-brisa, junto com o aquecimento do banco e das manoplas, completam o pacote de conforto. A capacidade de carga é de 144 litros.

Fotos: Divulgação e Agência Infomoto 



Fonte:
Agência Infomoto
Compartilhe este conteúdo:

KTM divulga preço da nova 390 Duke ABS 2018 no Brasil

Ducati promete moto com radar para 2020

Ranking: Harley-Davidson Road Glide segue líder entre as Touring

Suzuki lança GSX-R1000 com as cores da equipe da MotoGP

Triumph abre 'Adventure Experience' no País de Gales

Honda lança RedRider para ampliar relação com motociclistas

Motorcycle Rock Limeira realiza edição 2018 no fim de maio

Kawasaki lança Versys-X 300 no Brasil em três versões

Triumph lança nova naked Street Triple RS e S no Brasil

Kawasaki lança nova Z900 no Brasil em versão única com ABS

Kawasaki Versys-X 300 é atração no Megacycle Paraty (RJ)

MOTO.com.br divulga ranking de motos mais anunciadas em agosto

MotoTest: 4ª edição acontece com foco em nakeds e big trails

Ducati XDiavel S surpreende com a nova cor Iceberg White


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras