moto.com.br
Publicidade:

Acontece

Entrevista: Salão Bike Show vai agitar o Rio de Janeiro

Gustavo Lorenzo, organizador do SBS, diz que a edição 2014 promete boas atrações para o público

02 de January de 2014
Compartilhe este conteúdo:

Aladim Lopes Gonçalves

Realizado anualmente desde 2011 no Rio de Janeiro (RJ), o Salão Bike Show é o primeiro grande evento de motos do calendário brasileiro. Em 2014, a feira acontece entre os dias 23 e 26 de janeiro, no Pavilhão 2 do Riocentro, na Barra da Tijuca. Considerado uma das maiores exposições de motos do país, o Salão Bike Show promete para sua 4ª edição uma grande variedade de atrações para os visitantes, com foco em negócios, educação, turismo e entretenimento. Gustavo Lorenzo, um dos organizadores do SBS, ressalta que os motociclistas que visitarem a feira vão contar mais uma vez com estacionamento gratuito e seguro para motos e triciclos. A área de exposição soma no total 15 mil metros quadrados. A expectativa de visitação para 2014 é de um público superior a 60 mil pessoas e da presença de mais de 200 marcas de serviços, equipamentos e acessórios para motos, bicicletas e triciclos. Outra novidade para o público é o Bike Show Center, um espaço na área externa da feira oferecendo diversos serviços para os motociclistas e suas motos, como troca de óleo, pneus e instalação de acessórios.

MOTO.com.br: Conte um pouco de sua formação e trajetória profissional.

Gustavo Lorenzo: Minha formação é de arquiteto. Sou carioca e tenho 46 anos. Sou motociclista há pelo menos 35 anos. Na verdade sempre tive moto e uso a motocicleta como meio de transporte diariamente na cidade do Rio de Janeiro.

MOTO.com.br: O Salão Bike Show ainda é uma exposição recente no país, mas vem se consolidando rapidamente como um importante evento de motos e atraindo cada vez mais público. E como os fabricantes e grandes empresas do setor estão vendo o evento desde a realização da primeira edição em 2011?

Gustavo Lorenzo: O Salão Bike Show tem crescido a cada ano desde 2011 com 27 mil visitantes e em 2013 com um público de 57 mil. Os fabricantes estão vendo o evento como mais uma opção de mercado. A cidade do Rio de Janeiro é a que mais tem crescido e o nosso evento está crescendo juntamente com desenvolvimento do mercado.

MOTO.com.br: O fato do Salão Bike Show acontecer na cidade do Rio de Janeiro, um lugar que privilegia a motocicleta e o fato de ser realizado anualmente é um diferencial importante entre os demais eventos de motos no país?

Gustavo Lorenzo: Sem dúvida. O Rio de Janeiro é uma das poucas cidades que proporciona ao motociclista andar de moto na praia, na montanha sem sair da cidade, isso é um aspecto simplesmente libertador e maravilhoso!

MOTO.com.br: Os moto clubes estão crescendo e se desenvolvendo no país, no embalo do crescimento da frota de motos no país. Boa parte desses motociclistas tem equipamentos Premium e possuem um bom poder aquisitivo. Desde a 1ª edição o Salão Bike Show procura atender esse público de um modo diferenciado. Qual a importância de receber bem o pessoal de moto clubes em grandes eventos de motos, como Salão Bike Show?

Gustavo Lorenzo: Nossa prioridade número um sempre foi atender de maneira acolhedora não somente moto clubes, como também os demais visitantes que privilegiam e engrandecem o nosso evento, mas o pessoal de moto clubes sempre terão benefícios e vantagens no Salão Bike Show, afinal, são eles que fazem a festa.

MOTO.com.br: O que o motociclista apaixonado por motos pode esperar para a edição 2014 do Salão Bike Show? A exposição é praticamente o primeiro grande evento no RJ em 2014, em um ano que teremos a Copa do Mundo. A combinação de moto e futebol pode dar um bom samba?

Gustavo Lorenzo: Sem dúvida. O Salão Bike Show de 2014 está embasado em quatro “pilares”: negócios, entretenimento, turismo e educação. Evidentemente que esses temas são a nossa prioridade. Estamos trabalhando muito e sério. O ano de 2014 certamente será o ano de consagração do Salão Bike Show e do Brasil Campeão da Copa do Mundo. O público em geral que tiver interesse em visitar a feira pode encontrar mais informações sobre as atrações e fazer a compra antecipada de ingressos no site salaobikeshow.com.br.

Fotos: Divulgação

MOTO.com.br: Conte um pouco de sua formação e trajetória profissional.
Gustavo Lorenzo: Minha formação é de arquiteto. Sou carioca e tenho 46 anos. Sou motociclista há pelo menos 35 anos. Na verdade sempre tive moto e uso a motocicleta como meio de transporte diariamente na cidade do Rio de Janeiro.
MOTO.com.br: O Salão Bike Show ainda é uma exposição recente no país, mas vem se consolidando rapidamente como um importante evento de motos e atraindo cada vez mais público. E como os fabricantes e grandes empresas do setor estão vendo o evento desde a realização da primeira edição em 2011?
Gustavo Lorenzo: O Salão Bike Show tem crescido a cada ano desde 2011 com 27 mil visitantes e em 2013 com um público de 57 mil. Os fabricantes estão vendo o evento como mais uma opção de mercado. A cidade do Rio de Janeiro é a que mais tem crescido e o nosso evento está crescendo juntamente com desenvolvimento do mercado.
MOTO.com.br: O fato do Salão Bike Show acontecer na cidade do Rio de Janeiro, um lugar que privilegia a motocicleta e o fato de ser realizado anualmente é um diferencial importante entre os demais eventos de motos no país?
Gustavo Lorenzo: Sem dúvida. O Rio de Janeiro é uma das poucas cidades que proporciona ao motociclista andar de moto na praia, na montanha sem sair da cidade, isso é um aspecto simplesmente libertador e maravilhoso!
MOTO.com.br: Os moto clubes estão crescendo e se desenvolvendo no país, no embalo do crescimento da frota de motos no país. Boa parte desses motociclistas tem equipamentos Premium e possuem um bom poder aquisitivo. Desde a 1ª edição o Salão Bike Show procura atender esse público de um modo diferenciado. Qual a importância de receber bem o pessoal de moto clubes em grandes eventos de motos, como Salão Bike Show?
Gustavo Lorenzo: Nossa prioridade número um sempre foi atender de maneira acolhedora não somente moto clubes, como também os demais visitantes que privilegiam e engrandecem o nosso evento, mas o pessoal de moto clubes sempre terão benefícios e vantagens no Salão Bike Show, afinal, são eles que fazem a festa.
MOTO.com.br: O que o motociclista apaixonado por motos pode esperar para a edição 2014 do Salão Bike Show? A exposição é praticamente o primeiro grande evento no RJ em 2014, em um ano que teremos a Copa do Mundo. A combinação de moto e futebol pode dar um bom samba?
Gustavo Lorenzo: Sem dúvida. O Salão Bike Show de 2014 está embasado em quatro “pilares”: negócios, entretenimento, turismo e educação. Evidentemente que esses temas são a nossa prioridade. Estamos trabalhando muito e sério. O ano de 2014 certamente será o ano de consagração do Salão Bike Show e do Brasil Campeão da Copa do Mundo. O público em geral que tiver interesse em visitar a feira pode encontrar mais informações sobre as atrações e fazer a compra antecipada de ingressos no site salaobikeshow.com.br.



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Sucesso no 3º Espaço Educacional Esportivo Rua das Motos

Salão de Milão: Nova Harley Sport Glide mistura estilos

Salão de Milão: Kawasaki Ninja H2-SX tem 210 cv para viajar

Harley tem condições especiais para Linha 2017 até dia 30/11

Salão de Milão: Motos aventureiras roubam a cena na Itália

Salão de Milão: Honda CB 1000R fica mais potente e moderna

KTM 790 Duke é boa novidade da marca austríaca no EICMA

Kawasaki lança Versys-X 300 no Brasil em três versões

Triumph lança nova naked Street Triple RS e S no Brasil

Kawasaki lança nova Z900 no Brasil em versão única com ABS

Kawasaki Versys-X 300 é atração no Megacycle Paraty (RJ)

MOTO.com.br divulga ranking de motos mais anunciadas em agosto

MotoTest: 4ª edição acontece com foco em nakeds e big trails

Ducati XDiavel S surpreende com a nova cor Iceberg White


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras