moto.com.br
Publicidade:

Acontece

Entenda mais sobre o seguro de motos apenas contra roubo

Seguradoras possuem planos a partir de R$ 1.600 com garantia total do valor da motocicleta

28 de September de 2012
Compartilhe este conteúdo:

Paulo Souza

Na hora de comprar a moto tão sonhada a maior preocupação não está mais no preço da motocicleta e sim no preço do seguro, que devido ao alto índice de roubos, principalmente em motos de média e alta cilindrada, acabam ficando inviável.

Para isso, algumas seguradoras possuem o plano de seguro apenas contra roubo e furto, com um preço bem mais acessível, permitindo que o motociclista realize o sonho de ter uma moto considerada grande. No entanto, muitas pessoas se perguntam quais as motos que entram neste tipo de seguro e como funciona este tipo de seguro. Pensando nisso vamos à resposta.

Vamos usar como exemplo a moto CB 600 Hornet, de média cilindrada, a líder de vendas de sua categoria. Com o auto índice de roubos deste modelo, o proprietário poderá ter que desembolsar entre 5 a 10 mil reais dependendo do seu perfil com o seguro completo. Se fizermos a conta, esta moto poderá ficar inviável com este valor de seguro, em três anos da para comprar outra moto. Se o cliente optar pelo seguro apenas contra furto este valor será fixo em R$ 3.500 reais, independente de sua idade, se possui garagem na residência e no trabalho ou do local onde mora.

Quem optar por este plano apenas contra roubo e furto pagará apenas o valor estabelecido para a sua moto conforme a tabela abaixo. Todo cliente que contratar por este plano deverá obrigatoriamente instalar um rastreador em sua moto, que é instalado gratuitamente pela seguradora (o valor do seguro já inclui a instalação e o rastreador).

De acordo com Alessandro Moran, corretor da Cycle Assessoria e Corretora, este serviço oferecido pelas seguradoras não são como a de algumas empresas de rastreadores que possuem planos de reembolso - Muitas pessoas se confundem com isso. O seguro contra roubo e furto possui a emissão da apólice além de ter toda a regulamentação e fiscalização da SUSEP (Superintendência de Seguros Privados), que é o órgão do governo responsável pelas seguradoras, inclusive por fiscalizar as reservas de mercado que as seguradoras são obrigadas a ter para honrar os sinistros - afirma Alessandro.

- Outro fato que diferencia o serviço da seguradora com as empresas de rastreadores é o fato de não precisar efetuar testes mensais no rastreador, o que para algumas empresas são exigências para o pagamento da indenização - completa Alessandro Moran.

Este tipo de seguro é mais uma opção confiável e principalmente econômica para os consumidores. Atualmente apenas duas seguradoras estão oferecendo este tipo de serviço, a Mapfre, que oferece o seguro apenas para a grande São Paulo e Grande Rio e a Cardif, que oferece planos para todo o Brasil. Abaixo segue a tabela com os modelos que cada seguradora oferece com os valores e as formas de pagamentos.

 

Foto: Divulgação



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Ducati Monster 821 ganha versão comemorativa de 25 anos

Sorocaba tem 1º Encontro de Motos na Garagem no dia 28/10

Contran autoriza pagamento de multas de trânsito com cartões

Kawasaki inicia produção da nova Ninja 1000 na Índia

Boletim MOTO.com.br - Notícias de motos em 1 minuto (14/10/17)

Lançamento: Suzuki lança nova GSX-S750 ABS no Brasil

Polícia de Dubai anuncia moto voadora no combate ao crime

Kawasaki lança Versys-X 300 no Brasil em três versões

Triumph lança nova naked Street Triple RS e S no Brasil

Kawasaki lança nova Z900 no Brasil em versão única com ABS

Kawasaki Versys-X 300 é atração no Megacycle Paraty (RJ)

MOTO.com.br divulga ranking de motos mais anunciadas em agosto

MotoTest: 4ª edição acontece com foco em nakeds e big trails

Ducati XDiavel S surpreende com a nova cor Iceberg White


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras