DISPUTA ACIRRADA NO SUPERMOTO

Primeira etapa do certame registra domínio dos favoritos em cidade mineira.

Por Thiago Fuganti

A abertura do Campeonato Brasileiro de Supermoto contagiou a região de Santa Luzia (MG), neste domingo. Diante da grande presença do público, os pilotos realizaram corridas muito disputadas, cenário que deve ser constante nas próximas etapas do ano.

Na categoria SM1, para motos de Enduro e Motocross, ambas com cilindrada acima de 125 (dois tempos) ou de 300 (quatro tempos), prevaleceu o favoritismo de Marcel Sona. O atual campeão venceu as duas baterias, mas teve um adversário à altura, o brasiliense Rafael Fonseca.

“A chegada dele à categoria acabou intensificando a disputa, e para vencer neste fim de semana tive de suar a camisa”, disse o piloto de Bauru. Rafael terminou a rodada em segundo, seguido pelo xará Rafael Paschoalin.

Estreante no supermoto, Paulo Stédile, ex-campeão Brasileiro de Motocross, mostrou que mesmo tendo ficado fora das pistas durante dois anos ainda está bem competitivo. Ele foi o vencedor da categoria SM2 — para máquinas especiais para Enduro e Motocross, com cilindradas de 125 (dois tempos) ou até 300 (quatro tempos) —, após ser o segundo colocado na primeira prova e vencer a corrida final. Seu grande rival, o mineiro Rômulo Bottrel, terminou na segunda posição, com Gilson Romani em terceiro.

Atual campeão da categoria SM3 — para motos nacionais de Trail dois tempos ou as quatro tempos homologadas pela CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo) —, o paulista Paulo Nicoletti enfrentou dificuldades para conquistar o primeiro lugar.

Na primeira corrida ele venceu, mas na segunda prova acabou caindo no trecho de terra. “Depois de errar retornei a prova na última colocação e decidi arriscar tudo que podia. Ganhei posições e na volta final assumi a ponta”, contou o piloto, sem esconder a satisfação com o resultado.

Na SMJr., destinada a pilotos nascidos após 1991 e equipamentos de Trail ou de Motocross (até 85cc dois tempos ou até 125cc quatro tempos), o vencedor foi o paulista Danilo Lewis. Em segundo ficou Frederico Fonseca e Flávio Machado em terceiro.

Segundo Philippe Thiriet, diretor da CBM e presidente da Federação de Minas Gerais, o evento deste fim de semana foi um sucesso de público e principalmente de pilotos. “O aumento de inscritos comprova que a modalidade está em crescimento. É o segundo ano da modalidade, a sementinha foi plantada e está cada vez mais forte. O supermoto já é uma realidade no Brasil”, destacou.

A próxima etapa do campeonato que mescla várias modalidades do motociclismo acontece no dia 2 de julho, no Kartódromo Toca da Coruja, em Bauru (SP).

Confira os resultados de Santa Luzia:

SM1
1) Marcel Sona
2) Rafel Fonseca
3) Rafael Paschoalin

SM2
1) Paulo Stédile
2) Romulo Bottrel
3) Gilson Romani

SM3
1) Paulo Nicolleti
2) Adalberto Gonçalves
3) Rafael Filgueiras

SMJr.
1) Danilo Lewis
2) Frederico Fonseca
3) Flávio Machado



Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br