Daytona 675: A deusa das superesportivas

Uma moto inglesa projetada nas pistas, para ganhar corridas, mas também para andar nas ruas e estradas.

Por André Jordão

Thomaz Magalhães

Uma moto inglesa projetada nas pistas, para ganhar corridas, mas também para andar nas ruas e estradas. Desde que foi lançada a Triumph Daytona 675 é um ícone, uma moto esbelta, montada no chassi tubular mais leve e mais estreito da categoria. Seu motor é um três cilindros em linha, com o torque e capacidade de aceleração dos dois cilindros, a alta potência dos quatro cilindros – e mais um ronco que faz a diferença nos ouvidos dos aficionados. Ele é chamado de "motor de assalto", como os equipamentos de guerra. Produz com seus 675 cc nada menos que 126 cavalos, com o maior torque da categoria.

Por essas suas combativas características, a Triumph Daytona 675 é a preferida dos pilotos europeus de track days, por ser mais ágil, mais forte e foi eleita, desde seu lançamento, a melhor motocicleta da categoria pela mídia especializada mundial. Os modelos 2010 estão em venda promocional no Brasil, com preço diminuído de R$ 42.900.00 para R$ 36.900. A Daytona 675 foi vencedora por 4 anos seguidos do Supertest Supersport.

Com sua poderosa performance é também a maior vencedora de testes comparativos mundo afora. Uma moto fabricada com muito orgulho pelos 1500 funcionários da Triumph, fundada na Inglaterra em 1897 e que fabricou sua primeira moto em 1902. Hoje em dia esse modelo é um ícone da indústria inglesa moderna. Dez por cento dos empregados da Triumph trabalham no desenvolvimento de produtos, e os modelos Daytona 675 estão entre o que há de melhor na atualidade.

 


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br