Cr Zongshen compra a Kasinski

Aldo Tizzani

Mesmo sem vender uma única moto no Brasil, a CR Zongshen quer figurar entre as principais fabricantes de motos no País. Para concretizar esta missão, a empresa sino-brasileira acaba de adquirir 100% do capital da Kasinski, marca que está há dez anos no mercado de duas rodas. Segundo previsões da CR Zongshen, a capacidade instalada de produção da fábrica será de 90 mil unidades/ano, por turno. Porém, a fábrica ainda não saiu do papel. O investimento na operação é de US$ 80 milhões.

Como a chinesa Zongshen fabrica motos de baixa cilindrada, a aquisição da empresa de Abraham Kasinsky (fundador da Cofap) é estratégica, pois assim a empresa poderá atuar no mercado para modelos acima de 250cc. Assim, a CR Zongshen, que planejava lançar sete novos modelos, vai contar com uma linha de 16 produtos (scooter, CUB, street, trail, motard, custom, naked e esportiva, além de uma moto elétrica), de 110 a 650 cilindradas, já de acordo com as normas ambientais do Promot 3. Detalhe: todas as motos terão a marca Kasinski, que ganhou novo logotipo.

Para apresentar a linha 2010 da “nova” Kasinski, que começa a ser comercializada a partir de agosto, a CR Zongshen teve de formalizar uma nova parceria internacional com a coreana Hyosung Motorcycles, que fabrica as motos acima de 250 cc para a Kasinski.

"A aquisição da Kasinski ratifica ao mercado nosso grande interesse em estabelecer base no Brasil e avançarmos como grande player do segmento das duas rodas. A estratégia é montar no Brasil uma plataforma para fabricar e distribuir motos CR Zongshen para toda a América", explica Claudio Rosa, CEO da CR Zongshen. A empresa fará sua estreia oficial no Salão Duas Rodas, que acontece entre 7 e 12 de outubro.

 



Fonte:
Agência Infomoto




Compartilhe essa notícia

Receba notícias de moto.com.br