CET e PM começam a multar motos na Tietê

A partir de hoje, transitar em horário e local não permitidos vai dar multa de R$ 85,12.

Por André Jordão

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e o Comando de Policiamento de Trânsito (CPTran) iniciam nesta segunda-feira (16) a fiscalização com multa para impedir a circulação de motos na pista expressa da Marginal Tietê,  a via da cidade que registra o maior número de acidentes com vítimas fatais. A medida está em vigor desde 2 de agosto, mas só agora os infratores começam a ser punidos.

Divididos em três turnos, 42 agentes de trânsito da CET e 23 policiais militares do CPTran estarão posicionados em pontos estratégicos e nos principais acessos das pistas central para a expressa da Marginal. Tietê para fiscalizar os motociclistas que desrespeitarem a nova regulamentação. Transitar em local não permitido pela regulamentação é uma infração média, com perda de 4 pontos na carteira e multa de R$ 85,12.

Com 23,5 quilômetros de extensão em cada sentido, e 1,2 milhão de viagens por dia, a Marginal Tietê registra o maior número de acidentes e de mortes no trânsito. Por esta via circulam, diariamente, 350 mil veículos, sendo 70 mil caminhões e 36 mil motos.

Contagem realizada pela CET aponta que, durante os 15 dias em que os motociclistas tiveram para se adaptar às mudanças, o fluxo de motocicletas que circulam pela pista expressa da Marginal Tietê caiu 88%. Para informar aos usuários da via sobre a proibição, a CET colocou faixas de orientação nas pontes que transpõem a Marginal Tietê, além das placas de regulamentação que já estão instaladas na via.

Também nesta segunda, o limite de velocidade para ônibus e caminhões será reduzido de 90 km/h para 70 km/h na pista expressa da Marginal Tietê. Entretanto, os motoristas terão 15 dias para se adaptar à mudança sem serem multados.

Fonte: Globo.com


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br