CBM SUSPENDE DIREITOS DE FILIAL

Federação Paulista de Motociclismo sofre acusações de irregularidades.

Por Thiago Fuganti

Por meio da portaria nº 03/2006, publicada no Diário Oficial da União do dia 29 de agosto, a CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo) suspendeu os direitos de sua filiada FPM (Federação Paulista de Motociclismo). O motivo da sanção, de acordo com o secretário da entidade punida, Paulo Roberto Laurito, foi o atraso de registro de ata da última assembléia geral.

“Conforme estipula a lei, temos que realizar três assembléias ao longo do ano e publicar as atas em jornais de circulação diária. Nós tínhamos feito apenas uma e, por isso, fomos acionados nesse processo administrativo”, explicou. “Não estamos preocupados com o episódio, pois ainda em agosto cumprimos com as exigências expressas na legislação”, frisou Laurito.

Em seu comunicado, a CBM deixou claro que não aceitaria a filiação de novos pilotos à Federação Paulista enquanto perdurasse a suspensão. “Creio que não teremos problemas para as competições de 2007. Como já disse, tudo foi esclarecido e só estamos aguardando um novo posicionamento sobre o caso”, completou o secretário.

Considerando que os campeonatos nacionais estão em fase de conclusão e para que não haja prejuízo à ordem desportiva, bem como aos pilotos participantes dos torneios, a CBM autorizou excepcionalmente a participação dos competidores já filiados a FPM nos seus eventos até o fim do ano.

Mais polêmicas

Este não é o único imbróglio em que a Federação Paulista de Motociclismo encontra-se envolvida. Recentemente, a entidade sofreu sérias acusações de irregularidades, apontadas pelo Superintendente do Automóvel Clube da Lapa, Paulo Scaglione, que também preside a CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo).

Entre as denúncias, está a de que a FPM tem agido de maneira ilegal com relação à prestação de contas e documentação de clubes, além de apresentar problemas em seu estatuto.

“Este é um direito que eles têm, mas precisam provar o que estão falando”, afirmou o presidente da Federação, Décio Fantozzi. “Por enquanto, nada está comprovado, o que eles possuem são documentos anônimos”, destacou o dirigente.

Para conferir detalhes sobre a FPM, como campeonatos, calendário de corridas e estatuto, basta acessar o site www.fpm.esp.br


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br