Abram comenta o filme sobre motoboys

Lucas Pimentel, presidente da entidade, elogiou a produção de 'Os 12 trabalhos'.

Por Leandro Alvares

Já está em cartaz, há quase uma semana, a mais recente produção cinematográfica nacional sobre motoboys. “Os 12 Trabalhos”, do diretor Ricardo Elias, tem causado boas impressões em diversas pessoas, sejam elas do meio do motociclismo ou não.

Lucas Pimentel, presidente da Abram (Associação Brasileira de Motociclistas), foi um dos que aprovaram e elogiaram o longa-metragem. A satisfação foi tamanha que resolveu escrever uma reflexão sobre a obra do cinema brasileiro. Confira a seguir:

Passou um filme na minha cabeça...  Inicialmente minha expectativa de certa forma era normal.  O que será quem vem por aí?
 
As luzes do Reserva Cultural se apagaram, e o filme começou rodar boa música, boas imagens, afundei-me na poltrona para curtir aquele momento. Ao desenrolar da trama comecei a me identificar com o que eu via, até porque os comentários e risadas dos motociclistas profissionais presentes na sala confirmavam minhas impressões. Lembrei-me e senti saudades dos quase cinco anos que trabalhei como motociclista profissional nas ruas de São Paulo.
 
O autor do filme “Os 12 Trabalhos” foi feliz na pesquisa feita sobre esta atividade, o dia-a-dia em uma pequena empresa de entregas rápidas é bem aquilo: a responsável por passar as tarefas aos motoboys, desempenha o seu papel com firmeza, pois sabe que do contrário não será levada a sério.
 
Lembrei-me de Maria, que coordenava a distribuição das tarefas na empresa que eu trabalhei. Com o passar do tempo percebi que ela dispensava tratamento diferenciado à turma. Os preguiçosos ela tratava com firmeza, dando as tarefas mais duras. No entanto, os educados, principalmente com ela, eram tratados com carinho e geralmente pegavam as tarefas mais lucrativas.
 
O entrosamento da equipe. Outro gol do diretor, pois quem trabalha nessa atividade sabe do companheirismo que existe entre os motociclistas, a ponto de um parar para atender o celular e outro parar para oferecer ajuda. Na empresa, alguns colegas chamamos pelo nome, outros pelo sobrenome e há aqueles que só conhecemos mesmo pelo apelido.
 
Na cena do “almoço”, lembrei-me de quantas vezes comia um lanche aqui, um pastel ali e de vez em quando entrava em um pequeno restaurante para encarar um “PF” (prato feito). Nem tanto pela falta de grana, mas principalmente pela falta de tempo. Sei que para algumas pessoas é bem difícil imaginar isso, mas de um modo geral este é o cotidiano dos motoboys.
 
Que trama interessante, realmente gostei, confesso que me emocionei com a cena do acidente. O filme retrata com muita propriedade uma série de detalhes desta atividade e deste personagem tão incompreendido e por vezes desvalorizado.
 
É fato que existem boas empresas, bons empresários, bons profissionais, mas a realidade desta atividade em todo o país precisa ser melhorada, e neste sentido o filme contribui positivamente para reflexão. É uma bela produção, que realmente vale a pena ser vista não só pelos motociclistas, mas também pela população, autoridades, formadores de opinião e por todas as pessoas que buscam a profissionalização e o respeito do segmento. 

Acredito que através deste filme, todos poderão compreender um pouco mais sobre a realidade desta atividade, que desejamos tornar profissão com direitos e deveres.

Luz, câmera, ação

O filme mostra a história de Heracles, interpretado por Sidney Santiago, um jovem negro da periferia que, para superar o passado que o desfavorece, precisa realizar 12 tarefas ao longo de um dia para conseguir um emprego de motofretista.

Nesta jornada, apoiado pelo primo Jonas, ele se depara com funcionários públicos, policiais, advogados, professores, traficantes, além de outros motoboys e personagens. Aparentemente frágil e dono de uma sensibilidade nem sempre compreendida por seus colegas, o rapaz também confronta com a intolerância, a injustiça, o desejo e a tentação em situações próprias de uma metrópole como São Paulo.

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br