Abraciclo: Vendas devem ultrapassar 2 milhões em 2011

Aladim Lopes Gonçalves

A Abraciclo (Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares) anunciou durante evento em São Paulo (SP), dia 6 de dezembro, que o mercado brasileiro de motos está se recuperando dos reflexos da crise financeira mundial, após três anos, com expectativas para a venda de 2,06 milhões de motos e para a produção de 2,14 milhões em 2011.

Segundo o presidente da Abraciclo, Roberto Akiyama, essa perspectiva representa os mesmos níveis de vendas e de produção no período de 2008, considerado até antão o melhor ano comercial do setor. “Estamos em pleno processo de recuperação e o mercado está reagindo de forma mais consciente.”

A frota de motos flex também está aumentando no Brasil, país que introduziu essa tecnologia no mundo, com cerca de 46% das vendas de 2011, contra os percentuais de 18,5% em 2010 e de 12% em 2009.

Garupas
Em relação ao projeto polêmico contra garupas em motos nas grandes cidades de São Paulo, Roberto Akiyama diz que as motocicletas são veículos homologados para transportar duas pessoas e que cabe ao governo federal legislar sobre o assunto.

O diretor-executivo da Abraciclo, Moacyr Alberto Paes, destaca que a associação pode não estar se manifestando abertamente sobre esse projeto de lei, mas isso não quer dizer que a entidade está inoperante e sim que está trabalhando sem alimentar a polêmica.

Novembro
As vendas de motos em novembro atingiram 177.815 unidades, o que representa uma alta de 0,6% em relação a outubro (176.796) e praticamente o mesmo índice em comparação a novembro de 2010 (177.790).

As vendas no acumulado do ano (janeiro a novembro) somaram 1,93 milhão, o que equivale a uma alta de 13,6% diante do mesmo período de 2010 (1,7 milhão).

A produção de motos em novembro foi de 195.599, praticamente o mesmo patamar de outubro (195.426) e equivale a uma alta de 7,7% na comparação com novembro de 2010 (181.657).

A produção de motos no acumulado do ano chegou a 2,03 milhões, apresentando uma elevação de 18,3% sobre o mesmo período do ano passado (1,72 milhão).

Fotos: Divulgação



Fonte:
Equipe MOTO.com.br




Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br