moto.com.br
Publicidade:

Acontece

Abraciclo: produção de motos em queda no 1º semestre

Relatório da associação dos fabricantes revela recuo de 8,8% nos primeiros seis meses de 2017 com um volume de 423.750 unidades

11 de July de 2017
Compartilhe este conteúdo:

O levantamento de mercado da Abraciclo (associação dos fabricantes) para o primeiro semestre de 2017 revela que a produção de motos chegou a 423.750 unidades, o que representa uma queda de 8,8% na comparação com o mesmo período do ano passado, quando foram fabricadas 464.732. 

Apesar deste cenário, a entidade mantém as projeções de estabilidade informadas no início do ano, com 910 mil motocicletas produzidas no acumulado de janeiro a dezembro, o que representará alta de 2,5% com relação as 887.653 unidades de 2016. 

Para Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo, haverá uma melhora a partir de agora: “Historicamente, o segundo semestre tem melhor desempenho de vendas. Além disso, outros fatores como o Salão Duas Rodas, o 13º salário e a chegada do verão ajudarão a fechar o ano com resultados um pouco mais satisfatórios”. 

O levantamento da entidade mostra também que em junho saíram das linhas de montagem 50.259 unidades, recuo de 38,5% com relação ao mesmo mês do ano passado (81.762). Na verificação com maio a redução foi de 35,3% (77.730). 

As vendas para o atacado (concessionárias) tiveram desempenho parecido com o de produção no primeiro semestre, com a comercialização de 402.315 motos, retração de 11% ante as 452.189 registradas em igual período do ano passado. Quando analisados os números de junho (57.294), a redução é de 25,9% sobre o mesmo mês de 2016 (77.368). Já na comparação com maio a queda foi de 15,6% (67.859). 

Já as exportações apresentaram alta de 4,1% no acumulado, puxada principalmente pela Argentina. De janeiro a junho foram embarcadas para outros países 32.417 motocicletas, 1.283 a mais do que no primeiro semestre de 2016 (31.134). Já o desempenho mensal teve leve aumento de 0,1%: 7.650 em junho deste ano e 7.657 no mesmo mês de 2016. Na comparação com maio houve crescimento expressivo de 117,4% (3.519). 

Com base nos licenciamentos registrados pelo Renavam, as vendas para o varejo totalizaram 427.198 unidades no semestre, queda de 9% ante o mesmo período de 2016 (469.581), desconsiderando os dados de ciclomotores usados, cujo licenciamento junto aos Detrans passou a ser obrigatório a partir da Lei nº 13.154, de 30/07/2015, e da Resolução Contran nº 555/15, de 17/09/2015.

Já na comparação mensal, a redução foi de 2,2%, com 71.734 em junho deste ano e 73.343 em junho de 2016. Com relação a maio, o recuo foi de 9,8% (79.533). A média diária de vendas de junho foi de 3.416 motos, 5,5% menor na comparação com a média de 3.615 de maio. Contudo, foi 2,5% superior à registrada no mesmo mês de 2016 (3.334).

Fotos: Yamaha/Divulgação e Reprodução



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Suzuki lança GSX-R1000 com as cores da equipe da MotoGP

Triumph abre 'Adventure Experience' no País de Gales

Honda lança RedRider para ampliar relação com motociclistas

Motorcycle Rock Limeira realiza edição 2018 no fim de maio

Ducati inaugura loja exclusiva em Nova York

Honda e Kawasaki na Semana de Design em Milão

Yamaha lança scooter premium de 125cc na Ásia

Kawasaki lança Versys-X 300 no Brasil em três versões

Triumph lança nova naked Street Triple RS e S no Brasil

Kawasaki lança nova Z900 no Brasil em versão única com ABS

Kawasaki Versys-X 300 é atração no Megacycle Paraty (RJ)

MOTO.com.br divulga ranking de motos mais anunciadas em agosto

MotoTest: 4ª edição acontece com foco em nakeds e big trails

Ducati XDiavel S surpreende com a nova cor Iceberg White


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras