A Meca do motociclismo em Santa Catarina

Rota Floripa Motorcycle cativou milhares de motociclistas em quatro dias de muita festa.

Por Leandro Alvares

Leandro Alvares

Uma das grandes virtudes de se andar de motocicleta no Brasil é a quantidade de lugares exóticos existentes para serem visitados e admirados. Entre as regiões mais belas do país, uma em especial acena como candidata ao posto de principal referência para o moto-turismo nacional: Florianópolis.

A ilha-capital de Santa Catarina ganhou neste ano um evento focado em transformar a localidade na “Meca” do motociclismo. O Rota Floripa Motorcycle, realizado entre o final de abril e início de maio, conseguiu reunir em sua edição de estréia mais de duas mil motos e, principalmente, satisfazer ao público com uma série de atrações.

Ao todo, foram quatro dias de muito agito, diversão e conscientização. “Além do lazer, trabalhamos na divulgação de dicas de segurança para os motociclistas”, contou Leandro Bruno, que ajudou na organização do encontro. “De 15 em 15 minutos, os alto-falantes instalados no local da festa falavam sobre questões educativas, que foram bastante elogiadas”, acrescentou.

Na Passarela Nego Quirido, o ponto escolhido para a promoção do evento, os motociclistas puderam conferir shows de acrobacias e manobras radicais, vários expositores no feirão de motos e acessórios, além de aclamados shows musicais do Moto Rock & Blues Festival.

“O pessoal adorou e inclusive pediu que fizéssemos mais shows no ano que vem”, destacou Bruno. “O repertório musical foi maravilhoso e a presença do Nuno Mindelis (eleito o melhor guitarrista do mundo pela revista ‘Guittar Player’) causou enorme euforia”.

O passeio de moto, atrativo central do Rota Floripa, aconteceu no dia 29 de abril, um domingo. Segundo Bruno, a emoção ao pilotar em trechos históricos — regados de belíssimas paisagens em terrenos de terra, areia, asfalto e campo — ficou visível em cada um dos presentes.

“Fizemos uma volta pela rota Norte da ilha, que possui cerca de 80 km de extensão. O que impressionou foi a quantidade de motocicletas, mais de 600. Só não teve mais motos porque faltou espaço para elas”, afirmou o também motociclista.

Para 2008, o Rota Floripa — inspirado na Rota 66 dos EUA — percorrerá a parte sul da ilha. “No lado organizacional, planejaremos melhor a área de hospedagem, que ficou completamente lotada. Afinal, a tendência é que atinjamos um número muito maior de participantes no ano que vem”, apostou.

Organizado por Marcio de Castro, o evento atraiu pessoas de diversos cantos do país, como Rondônia, Amapá, Acre, Brasília, São Paulo, entre outros Estados. A proposta de hastear a bandeira do motociclismo e do blues em Florianópolis, pelo visto, teve um ponta-pé bastante promissor. “No próximo ano tem muito mais”, finalizou Bruno.

O MOTO.com.br marcou presença no Rota Floripa por meio de André Prado, um dos sócios do “Canal da Moto”.

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br