moto.com.br
Publicidade:

Viagens

Uma Harley-Davidson Fat Boy em Caldas Novas

17 de March de 2015
Compartilhe este conteúdo:

Aldo Tizzani

Lá não falta água, o sol brilha praticamente o ano todo e a hospitalidade é uma marca registrada de sua gente. Antes de chegar a maior estância hidrotermal do mundo, Caldas Novas (GO), a Harley-Davidson Fat Boy cruzou a fronteira dos Estados de São Paulo, Minas Gerais e Goiás. Nas longas retas das rodovias Bandeirantes e Anhanguera, ambas em São Paulo, a moto estava à vontade e nós já pensávamos em matar uma curiosidade. Afinal o que há nessas águas para atrair 3,2 milhão de pessoas a cada ano? 

Para mostrar como é a cidade, nós, da Agência INFOMOTO, colocamos o pé na estrada e rodamos quase 1.800 quilômetros (ida e volta) a bordo da icônica Harley. Além de avaliar a motocicleta, aproveitamos também para conferir in loco o que estas águas têm de tão especial. A cidade será palco de mais uma edição do National H.O.G. Rally, encontro anual destinado aos proprietários de motos Harley-Davidson, que acontecerá entre 18 e 21 de abril.

Em tempos de crise hídrica – ou em bom português, falta de água – visitamos um oásis na região central do Brasil. Para chegar lá é preciso chegar ao planalto central com suas longas retas e paisagens bucólicas. Nesse tipo de cenário viajar com a Fat Boy é um prazer, pena que a chuva torrencial nos acompanhou desde São Paulo. A maioria das estradas tem pista dupla e nos trechos de pista simples havia pouco movimento e asfalto em boas condições. Optamos por parar a cada 200 km para abastecer, esticar as pernas, tomar café ou fazer uma refeição leve. Nesse ritmo a viagem não foi cansativa e no começo da noite já estávamos chegando ao destino.

Águas termais
O diferencial de Caldas Novas fica por conta de suas águas termais, com propriedades terapêuticas. Com certeza elas serão fundamentais para relaxar uma legião de motociclistas. Muitos deles, vindos de várias partes do país, enfrentarão centenas de quilômetros de estrada. Detalhe: A temperatura das águas das piscinas termais varia entre 20º C e 60º C.

Caldas Novas conta com uma excelente infraestrutura hoteleira com mais de 45 mil leitos. O visitante pode escolher entre uma pousada mais aconchegante ou luxuosos resorts com valores das diárias entre R$ 100 e R$ 500. O comércio está em franca expansão e não faltam bons restaurantes, choperias e bares. Como sempre encontramos personagens interessantes nesses estabelecimentos. Entre eles o José Affonso, da Cacharia Vale das Águas. Ele é motociclistas das antigas e até hoje roda com sua Honda CB 400 II, ano 1982, que comprou zero. O sonho? Ter uma Harley!

A estância termal fica devendo em pontos turísticos, porém esbanja água, muita água, e quente. Enfim, a Fat Boy teve descanso enquanto desfrutávamos das piscinas. Aliás, esse é o grande atrativo da região: ficar a beira da piscina sem se preocupar com nada. Em uma época cada vez mais agitada não é difícil entender o motivo que leva tanta gente fugir do estresse dos grandes centros.

Agora é programar a viagem e reunir os amigos. Depois é só relaxar nas águas termais e desfrutar cada momento, de preferência com a família! E, por favor, não tenha vergonha de ter preguiça. Em Caldas Novas isso não é pecado, é virtude!

Fat Boy, um ícone americano
Imortalizada no filme "Exterminador do Futuro" (1991), estrelado por Arnold Schwaznegger, a Fat Boy tem visual clássico e inconfundível. Um enorme farol, montado sobre moldura metálica, guidão largo, garfo telescópico de canelas grossas e rodas inteiriças de alumínio, com "bullet holes" (buracos de bala) vazados. O nome "garoto gordo" fica mais evidente em função da adoção de um pneu traseiro de 200 mm de largura. Sucesso de público e crítica, em 2014 foram comercializadas mais de 600 unidades deste ícone norte-americano que custa a partir de R$ 54.500.

Integrante da família Softail, a Fat Boy vem equipada com o motor Twim Cam 96B, de dois cilindros em "V" e 1585 cm³ de capacidade, refrigerado a ar, e alimentado por injeção eletrônica. Em conjunto com o câmbio de seis marchas - com a sexta over-drive - oferece torque à vontade, atingindo mais de 12 kgfm a apenas 3.000 rpm. É engatar a sexta marcha e só parar para abastecer. A moto oferece fôlego de sobre na aceleração. Para uma ultrapassagem mais segura basta baixar uma marcha e girar o acelerador com vontade.

Nesta viagem, a Fat Boy fez média de 19 Km/l. Nestas condições e com um tanque de combustível com capacidade de 18,9 litros, a moto pode rodar mais de 300 km. Detalhe: mais de 70% do trajeto foi feito com chuva, muita chuva. Mesmo em condições adversas, a moto se apresentou bastante estável, até enfrentando pontos de alagamento. Para ajudar, a H-D Fat Boy conta com freios ABS, que transmitem uma maior segurança.
Com motorização e ciclística acertadas, a moto também oferece bom nível de conforto para uma viagem solo: banco em forma de sela, posição de pilotagem relaxada, com braços esticados e pés apoiados sobre duas grandes plataformas. Mas caso vá viajar com garupa, acessórios como sissybar e malas laterais serão bem-vindos.

Rodando em estradas com asfalto bom, a equipe da INFOMOTO praticamente só parava quando a luz amarela da reserva acendia no painel. Sobra conforto, o motor esbanja "força" e boa autonomia. É por estas e outras que a Fat Boy é uma referência entre as motos estradeiras.  

Atrações aquáticas
- Di Roma Acqua Park – Maior parque aquático de Caldas Novas, o complexo conta com toboáguas, escorregadores radicais, piscina de ondas, rio lento, kid's Park, além de saunas, bar molhado e piscina coberta. Opção de lazer e entretenimento para toda a família.
- Lagoa Termas Parque - Parque aquático termal com piscinas, restaurantes, bares, recreação e área de camping.
- Tropical Thermas Clube - Parque aquático com várias piscinas, bares, recreação e praça de alimentação.
- Clube Privé - Parque aquático termal com piscinas, tabogã, bares, recreação e praça de alimentação.
- Lagoa Quente (Lagoa do Pirapitinga) - Nascente mais quente de Caldas Novas. Pode chegar a 51 ºC.

Pontos turísticos
- Monumento as Águas - Construído para proporcionar paz e tranquilidade, o Monumento ás Águas é aberto à visitação e mostra belas cascatas e jardins. É possível entrar debaixo das quedas d´água.
- Casarão dos Gonzaga - Construído no começo do século XIX (1920), o casarão é uma das edificações mais antigas da cidade. Restaurado, é um patrimônio cultural e ponto de visitação para turistas. Hoje abriga um acervo de peças antigas é o centro de apoio ao artesanato e tradições goianas.
- Igreja Matriz - Construída em 1850, a Paróquia Nossa Senhora das Dores também é considerada uma das construções mais antigas de Caldas Novas. A Igreja Matriz remete às características de sua época: grandes colunas de madeiras lavradas a machado.
- Jardim Japonês – Inspirado nos jardins dos templos budistas, o local encanta os visitantes por seu estilo oriental, que transmite muita paz.

Comes, bebes e doces
- Empadão Goiano da Tânia. Ir até Caldas Novas e não experimentar o empadão goiano é como não comer uma “bella pasta” em Roma (ITA). Há cinco opções e recheio. O mais tradicional traz frango, batata, pequi, guariroba, azeitona, linguiça e queijo. Rua Antônio Coelho de Godoy, 58, Centro.
- Cachaçaria Vale das Águas Quentes. O local - mix de empório, destilaria, sorveteria e doceria – traz o sabor regional com boa dose de requinte. É gerenciado pelo casal Isabela Moraes e José Affonso com muita atenção oferecem cachaças premiadas internacionalmente. A Vale das Águas Quentes vende também licores, queijos e doces em compota. Não deixe de experimentar o sorvete de rapadura que traduz o autêntico “gosto da roça”! Av. Cel. Bento de Godoy, 2000 – Estância Itanhangá.
- Doces Caseiros Dona Maria – A história de Maria Alves de Castro se funde com a própria história de crescimento de Caldas Novas. A “doce” e simpática senhora de 74 anos herdou da mãe os dotes culinários. Aos oito anos já estava no fogão a lenha mexendo as frutas misturadas com açúcar nos grande tachos. Há 47 anos fazendo doces de forma profissional. Com a ajuda dos filhos e funcionários, Dona Maria fabrica 40 tipos de doces, entre geleias, cristalizados e em compota. Além dos sorvetes exóticos: pequi, barú, mangaba e tamarindo. Rua Orozimbo Correia Neto, 198 – Centro.
- Nonna Mia – Típica cantina italiana com capacidade para 130 pessoas, a Nonna Mia oferece rodízio de comida italiana e pratos à la carte. Com mais de duas décadas de tradição, o aconchegante restaurante oferece ainda uma boa carta de vinhos entre rótulos italianos, espanhóis, franceses, chilenos, argentinos e nacionais. Av. Orcalino Santos, 95 – Centro.
- Picanha na Brasa – Rodízio de carnes. Com um salão com capacidade para 200 pessoas conta com vários cortes de carne, além de saladas, pratos frios e quentes. Rua Pedro Branco de Souza, 241 – Centro.

Hotéis
- Thermas diRoma - Complexo com 333 apartamentos, 110 mil m² de muito verde, piscinas cobertas e termais, toboáguas, bares molhados, saunas, recreação e lazer para crianças.
- Villas diRoma - Total de 240 apartamentos, este apart-hotel conta com restaurante panorâmico, piscinas com toboáguas, piscina infantil e bar molhado. Em frente à entrada do Acqua Park.
- Império Romano - Conta com 216 apartamentos, piscinas termais, restaurante, bar molhado, toboáguas, saunas, hidromassagem, ofurô, piscina coberta, piscinas termais e frias e quadra poliesportiva.
- diRoma Resort - Condomínio de lazer com alamedas arborizadas bem pertinho do Shopping Jardins diRoma e ao lado do Jardim Japonês. Está equipado com piscina coberta, sauna, quadra, bar molhado e lanchonete.
- diRoma Fiori - Hotel no estilo condomínio americano (casas e chalés). Conta com piscina semiolímpica, toboágua, piscina coberta, bar molhado, sauna seca a vapor e muito mais para o seu conforto e lazer.
- diRoma Exclusive - Um dos mais sofisticados e luxuosos, o hotel tem 432 apartamentos amplos e com visão do Acqua Park.
Informações e reservas: 0800-648-9800 ou www.diroma.com.br

Como chegar
- De São Paulo (SP): SP-348 (Rodovia dos Bandeirantes), SP-330 (Rodovia Anhanguera), BR-050, MG-223, MG-413 e GO-139
- Do Rio de Janeiro (RJ): BR-116 (Rodovia Presidente Dutra), SP-348 (Rodovia dos Bandeirantes), SP-330 (Rodovia Anhanguera), BR-050, MG-223, MG-413 e GO-139
- De Belo Horizonte (MG) – BR-262, BR-381, BR-452, BR-050, MG-223, MG-413 e GO-139

Principais distâncias
- São Paulo (SP) a Caldas Novas (GO) –764 Km
- Rio de Janeiro (RJ) a Caldas Novas (GO) – 1.163 Km
- Belo Horizonte (MG) a Caldas Novas (GO) – 710 Km
- Brasília (DF) a Caldas Novas (GO) – 309 Km

Dicas & recomendações
- As rodovias Anhanguera, Bandeirantes e Dutra oferecem pista dupla.
- Pista simples nas BR-050, MG-223, MG-413 e GO-139.
- Cuidado redobrado na BR-050. Há obras na pista (construção de duas praças de pedágio, perto de Araguari (MG).
- Velocidade reduzida aos cruzar os perímetros urbanos das cidades de Ribeirão Preto (SP) e Araguari (MG). Atenção especial com os radares!
- Com chuva, reduza a velocidade.
- O trecho final até a chegada Caldas Novas é o mais divertido. Apesar de pista simples, a GO -139 oferece aos motociclistas belas paisagens, longas retas, aclives, declives e uma boa dose de curvas. Este trecho da viagem é prêmio para que cansou das longas retas da Anhanguera e Bandeirantes.
- Por precaução, abasteça a moto a cada 200 quilômetros, no máximo. No percurso há postos de gasolina das redes Frango Assado, Graal, Rodo Rede e Decio.
- Quem preferir fazer a viagem em duas etapas tem a opção de pernoitar em Ribeirão Preto (SP). Conhecida como a "Califórnia brasileira", a cidade oferece uma boa infraestrutura de restaurantes, hotéis e bares, entre eles o tradicional Pinguin - pinguimochopp.com.br , o Milwaukee Harley Bar (temático) e o Araucária Plaza - araucariaplaza.com.br . Para os harleyros em deslocamento, a marca conta com uma concessionária em Ribeirão - ribeiraopretohd.com.br. 



Fonte:
Agência Infomoto
Compartilhe este conteúdo:

Expedição Inca: De Honda CG pela Cordilheira dos Andes

Yamaha realiza expedição de 2.449 km com Crosser 2017

Rodando de Harley-Davidson pela noite de São Paulo

Honda celebra 40 anos da CG com expedição de 6 mil km

Harley realiza Brasil Ride pela primeira vez no fim de semana

Mauritânia: Viajando de moto pela "Terra dos Mouros"

De moto fora do Brasil: Quando e onde tudo começou

Expedição Inca: De Honda CG pela Cordilheira dos Andes

Momento Moto: Aventuras em Bonito (MS) - Parte 1

MV Agusta apresenta programa de turismo Emotion Road

Yamaha realiza expedição de 2.449 km com Crosser 2017

Capacetes: Ruído do vento x surdez do piloto

Viagem: De Curitiba a Florianópolis com moto alugada

Paraíso de moto: Rastro da Serpente x Rio do Rastro


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras