moto.com.br
Publicidade:

Viagens

Monte Verde se torna um ótimo destino durante o inverno

Fomos conhecer os encantos deste município que fica no Sul de Minas que possui diversas riquezas naturais

25 de June de 2014
Compartilhe este conteúdo:

Paulo Souza

Com a chegada do inverno o distrito de Monte Verde se torna uma opção muito boa para um passeio, principalmente de motocicleta. Localizada em uma região serrana no Sul de Minas, o município pertence à cidade de Camanducaia, que fica cerca de 165 quilômetros de São Paulo.

Até pouco tempo atrás, as motocicletas que invadiam a região eram em sua maioria as trails, pois o trecho que liga o distrito com a cidade de Camanducaia não era asfaltada. Porém, dede a conclusão das obras de pavimentação da estrada que dá acesso a Monte Verde no ano de 2011 a história vem mudando e hoje diversos tipos de motocicleta são vistas em todas as partes.

A Vila de Monte Verde foi fundada por Verner Grinberg, aproximadamente na década de 1950 e curiosamente possui este nome devido ao sobrenome do letão, que em alemão significa Grin (verde) e Berg (montanha). Sua família chegou ao Brasil no início da década de 1910 e foi se instalando na cidade devido ao clima de serra, do qual gostavam muito.

Tudo começou aproximadamente em 1938, quando a família Grinberg comprou terras no então município de Campos do Jaguari (hoje Monte Verde) e começou a trazer os familiares e amigos para imigrar na região. Após muitos anos o local foi crescendo e se tornando um ponto turístico para os adeptos do frio e ar puro.

Hoje a cidade é parada obrigatória para o Circuito Turístico do Sul de Minas, que possui muitas montanhas e inúmeras riquezas naturais. O clima também é um grande diferencial da cidade, principalmente para quem gosta de frio, Monte Verde registra temperaturas muitos baixas durante o inverno, ótimo para se esquentar em frente a uma lareira.

Off Road
O turismo de Monte Verde é baseado até hoje em passeios fora da estrada no meio de suas belíssimas paisagens naturais. Em todo lugar no pequeno centro da Vila é possível encontrar diversas atividades de lazer, como aluguéis de quadriciclos e guias, passeios de jipe e até mesmo a cavalo, no estilo do campo.

Com o aluguel destes serviços é possível pegar diversas trilhas da região que te levam a algumas cachoeiras e paisagens exuberantes no meio das montanhas. Com certeza vale a pena se aventurar, e não tem desculpa, quem não tiver habilitação pode ir de jipe com o guia, ou até mesmo de cavalo. Também existem trilhas que dá para ir caminhando. Quem possui habilitação pode encarar uma trilha de quadriciclo que é o carro chefe dos passeios da região.

Para os motociclistas trilheiros podemos dizer que a região é uma das melhores para explorar, possui diversas trilhas com todos os tipos de terrenos, além de duas pistas de motocross, uma em Monte Verde, outra em Camanducaia.

Estilo europeu
A família Grinberg, que iniciou a construção de Monte Verde é de origem europeia, mais precisamente da Letônia. Junto com eles vieram diversos imigrantes do Antigo Continente e que deram um charme na arquitetura do local com hotéis, lojas e restaurantes com o estilo charmoso de seus países.

Um passeio na principal Avenida de Monte Verde e por algum instante você nem perceberá que esta no Brasil, tamanha é parecida o design e arquitetura das lojas e restaurantes com as cidades europeias. As pessoas também seguem o padrão europeu e ditam a moda com roupas de inverno, em todo lugar é possível encontrar turistas agasalhados indo de lá para cá, do jeito que não estamos acostumados.

Seguindo as tendências europeias, em Monte Verde é possível encontrar diversas opções de lazer, você encontra de tudo, desde a famosa patinação no gelo, até uma das maiores tirolesas do Brasil, que você pode aproveitar em dias mais quentes.  Sem contar os deliciosos lugares para comer, diversos restaurantes e pequenos comércios estão por toda região. Destaque para a fábrica de chocolate, que sempre está cheia dos turistas apaixonados por esta iguaria.

Companheira
Além de conhecer Monte Verde, pude fazer este roteiro acompanhado de uma Harley-Davidson Ultra Limited, uma motocicleta com DNA estradeiro, que nos permitiu sentir todo o seu conforto e tecnologia em mais uma viagem. Seu comportamento é excelente na estrada e deu vontade de seguir por mais algumas centenas de quilômetros acelerando esta americana.

Sem dúvidas o conforto desta motocicleta é o seu principal ponto forte, e acompanhado de bastante tecnologia como, sistema de som e GPS a torna uma companheira perfeita para viagens. Outro detalhe importante é o seu espaçoso porta malas, que conta com um top case e duas malas laterais para guardar as bagagens.

Seguindo para Monte Verde a estrada asfaltada estava muito boa e fiquei curioso como a Harley iria se comportar nas estreitas curvas que ligam Camanducaia ao distrito. Posso afirmar que foi uma delícia este passeio com a Ultra Glide, e provou que qualquer motocicleta pode se aventurar na região.

O caminho até Monte Verde é muito fácil e com ótimas estradas. Saindo de São Paulo pegue a rodovia Fernão Dias e siga em frente, a saída fica no quilômetro 918 sentido a cidade de Camanducaia. Logo no início da cidade já começaram as placas para Monte Verde, é só seguir e pegar a estrada que liga ambos os lugares.

O teste completo com esta motocicleta você pode conferir clicando aqui.

Serviço
Alguns pontos turísticos de Monte Verde

Orquidário – Com aproximadamente 1500 espécies distintas de orquídeas, além de 150 espécies de carnívoras, o orquidário é aberto para visitação e também comercialização de plantas.

Aeroporto – Considerado o aeroporto mais alto do Brasil com 1.600 metros de altitude ele recebe apenas pequenas aeronaves e é possível fazer um passeio sobre a região a bordo de um monomotor.

Pedra Redonda – Um verdadeiro mirante natural com uma vista incrível. O caminho para chegar lá é feito por trilha de média dificuldade por cerca de 40 minutos.

Chapéu do Bispo - A mais curta e a mais fácil trilha da região. Com 650 metros de altitude ela pode ser percorrida em menos de 30 minutos por qualquer pessoa.

Pedra Partida – É uma continuação do caminho para a Pedra Redonda. Por ser mais longa e mais cansativa, não é indicada para crianças. A vista do alto da pedra é incrível e vale a pena conferir.

Cachoeira dos Pretos – Com cerca de  154 metros de altura, um grande volume de água e o estrondo provocado pelas quedas fazem dela a mais imponente cachoeira da região.

Máquina á Vapor – Até o final da década de 1060 a energia elétrica de Monte Verde era produzida por um gerador particular do Sr. Verner Grinberg.

Roda d´Água - Localizada logo na entrada de Monte Verde, a é um dos lugares mais bonitos da vila com um grande lago contornado por um bosque.

Onde Ficar
Hotel Meissner-Hof – Inaugurado em 1993 foi criado por um alemão nascido na cidade de Meissen, Alemanha. A arquitetura do local é toda no estilo europeu em uma localização privilegiada da região, com uma vista maravilhosa. Este hotel fica no alto de Monte Verde e possui diversas atrações de lazer para toda a família.

Além das opções de apartamentos ou chalés com lareira, é possível curtir ainda sala de carteado, mesa de sinuca oficial, ping-pong, pebolin, piscina externa, mini golf, piscina aquecida interna, terraço com vista para o vale, quadra de tênis, american bar, salão de festas e capela.

Confira aqui o vídeo com todos os detalhes deste hotel.

Contato: Travessa da Pedra, nº 2 - Monte Verde
Tel. (35) 3438-1515 (35) 3438-2626
Site: www.meissnerhof.com.br

Onde comer
Restaurante Villa Amarela – Localizado logo na entrada de Monte Verde é o lugar ideal para um jantar, seja a dois, ou com a família e amigos. O local é ponto de parada obrigatório para quem gosta da culinária mineira. No inverno o carro chefe do local é o Fondue acompanhado de molhos diferenciados.

O Villa Amarela também serve ótimos vinhos e cervejas e possui além de uma bela decoração, aquecedores de ambiente, que tornam o Happy hour muito mais prazeroso.

Contato: Av da Fazenda, 10, Monte Verde
Tel. (35) 8832 9598

Principais distâncias
São Paulo (SP) –165 Km
Belo Horizonte (MG) – 480 Km
Rio de Janeiro (RJ) – 462 Km

Fotos: Paulo Souza/Divulgação



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Paranapiacaba (SP): Da Neblina ao Sol

De Cunha a Cruz de Ferro com a BMW F 800 GS

National HOG Rally 2017 vai acontecer em Foz de Iguaçu

BMW Rider Experience realiza cursos de pilotagem e expedições

Bike Fest esquentou o clima na histórica cidade de Tiradentes

BikeFest Tiradentes comemora 25 anos

Expedição Continente Americano termina após 18 países e 90 mil km

Viagem pela Serra do Rio do Rastro de Yamaha Midnight Star

Viagem pelo Pantanal de Yamaha XVS 950 Midnight Star

Yamaha realiza expedição de 2.449 km com Crosser 2017

BikeFest Tiradentes comemora 25 anos

Capacetes: Ruído do vento x surdez do piloto

National HOG Rally 2017 vai acontecer em Foz de Iguaçu

Bike Fest esquentou o clima na histórica cidade de Tiradentes


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras