moto.com.br
Publicidade:

Viagens

Caldas novas, a cidade das águas quentes

09 de April de 2013
Compartilhe este conteúdo:

Leandro Lodo

Descoberto por Bartolomeu Bueno da Silva (filho) em 1722, o município de Caldas Novas pertencia a região de Santa Cruz, no Sertão Goiano, e não tardou para que às águas termais chamassem a atenção de lavradores que logo identificaram suas propriedades terapêuticas.

Localizada a aproximadamente 760 km de São Paulo (SP), a cidade de Caldas Novas, em Goiás, é internacionalmente conhecida por ser a maior Estância e Balneário Hidrotermal do mundo, principal atrativo para aqueles que buscam um lugar calmo e relaxante para aproveitar as férias ou mesmo um feriado.

Na estrada

Saindo de São Paulo (SP), pela Rodovia Bandeiras nós seguimos até o km 88,9, onde ela se encontra com a Rodovia Anhanguera e nela seguimos sentido Ribeirão Preto. Já na BR-050, fomos até Uberlândia (MG) para passarmos a noite. Na manhã do dia seguinte, saímos da cidade mineira até o nosso destino, Caldas Novas (GO). As condições da pista em todo esse trajeto são excelentes, até chegar à divisa de Goiás, que apesar das belas paisagens possui um asfalto precário. Mesmo passando por diversos pedágios, motocicletas são isentas. O bolso agradece!

Para uma viagem longa destas, o bom mesmo é ir acompanhado de uma grande e confortável moto. Nesta aventura, seguimos viagem a bordo da BMW K 1600 GTL, uma máquina equipada com motor de 6 cilindros e espaço de sobra para as bagagens além de muitos recursos tecnológicos como ajuste eletrônico da suspensão, mapas de injeção, controle de tração, ABS e tudo que se pode imaginar em uma moto, realmente incrível.

Onde ficar

A cidade possui uma grande rede hoteleira, mas nos chamou a atenção o Hotel Thermas Di Roma, principalmente pela grande opção de piscinas com águas termais, algumas bem mais quentes que outras. Impossível não se sentir relaxado com as propriedades terapêuticas das águas quentes das piscinas do Hotel, melhor ainda no bar molhado.

Construído em meio a muito espaço verde, integrando paisagismo e arquitetura de forma harmoniosa, as acomodações do hotel são de extremo requinte e bem espaçosas, nada de dividir espaço com as malas laterais retiradas da BMW K 1600 GTL. O alto padrão no atendimento é outro grande diferencial, todos os funcionários são bem atenciosos e te fazem sentir a vontade. Diárias a partir de R$ 262. Informações, www.diroma.com.br ou através do telefone (64) 3455-9393.

Onde Comer

Durante nossa breve passagem por Caldas Novas, não conseguimos conhecer muitos lugares onde fazer uma boa refeição além do Hotel Thermas Di Roma. Mal tinha escurecido e o restaurante “Coyote”, famoso na cidade, estava fechado. Aliás, quase todo o comércio fecha próximo das 19h e quando encontramos um lugar para jantar, a pizza que pedimos veio com alguns feijões, algo um pouco estanho! Então, se não quiser arriscar, melhor fechar um pacote com o hotel.

Mas, quem gosta de uma deliciosa sobremesa não pode deixar de conferir a gelateria artesanal Kaeli. Localizada no centro da cidade, ao lado do Shopping Tropical, a gelateria tem sorvetes maravilhosos e um tanto curiosos. Merecem destaques, o Sorvete ao Forno (R$ 7,90) e a Feijoada de Sorvete (R$ 8,50), duas deliciosas opções de sobremesa. Maiores informações através do telefone (64) 3453-4016.

O que fazer

A cidade de Caldas Novas é internacionalmente conhecida por ser a maior Estância e Balneário Hidrotermal do mundo. Então, todas as opções de lazer estão envolvidas com água, certo? Errado! Mas, uma boa opção com água é o diRoma Acqua Park, um parque termal que possui grandes e diferentes opções de toboáguas, bar molhado, piscinas infantis e até mesmo piscina de ondas termais. Entradas a partir de R$ 35. Informações, www.diroma.com.br ou através do telefone (64) 3455-9393.

Mas, se quiser sair da água porque seus dedos já ficaram enrugados, uma boa opção é conhecer o Shopping de artesanatos Serra Verde, no centro de Caldas Novas. Lá, é possível conferir os chocolates Caracol, os doces caseiros da Dona Maria e ainda provar o licor feito a partir do típico Pequi de Goiás. Se ainda quiser levar uma recordação para casa, opções é o que não faltam, existem desde artesanatos de pano até lembranças feitas com os mais variados tipos de pedra. Itens a partir de R$ 3.

Para aqueles aventureiros que procuram uma opção diferente de passeio, ainda há o Parque Estadual Serra de Caldas Novas, área preservada onde é possível fazer trilhas e conhecer algumas cascatas. Mas, se somente a ideia de andar já te faz ficar cansado, por R$ 5 há trenzinhos em frente ao Shopping Serra Verde que fazem um “tour” pela cidade e nos faz lembrar os velhos tempos de criança.

Com certeza, a cidade de Caldas Novas (GO) tem muitas opções de lazer, a maioria delas envolvendo as águas termais com propriedades terapêuticas. Alguns dias por lá podem deixar qualquer um renovado, ainda mais quando a viagem for feita de motocicleta, aí a aventura fica ainda melhor!

Fotos: Leandro Lodo/Divulgação



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Expedição Inca: De Honda CG pela Cordilheira dos Andes

Yamaha realiza expedição de 2.449 km com Crosser 2017

Rodando de Harley-Davidson pela noite de São Paulo

Honda celebra 40 anos da CG com expedição de 6 mil km

Harley realiza Brasil Ride pela primeira vez no fim de semana

Mauritânia: Viajando de moto pela "Terra dos Mouros"

De moto fora do Brasil: Quando e onde tudo começou

Expedição Inca: De Honda CG pela Cordilheira dos Andes

Momento Moto: Aventuras em Bonito (MS) - Parte 1

MV Agusta apresenta programa de turismo Emotion Road

Yamaha realiza expedição de 2.449 km com Crosser 2017

Capacetes: Ruído do vento x surdez do piloto

Viagem: De Curitiba a Florianópolis com moto alugada

Paraíso de moto: Rastro da Serpente x Rio do Rastro


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras