moto.com.br
Publicidade:

Viagens

Amigos percorrem quatro países em suas motos

Companheiros de estrada do Laguna Moto Clube percorrem mais de 8 mil quilômetros em 20 dias de viagem

19 de November de 2013
Compartilhe este conteúdo:

Carlos Utiama

(*) Faça como o “motonauta” Carlos Utiama e conte você também sua experência aqui no Moto Repórter, canal de jornalismo participativo do MOTO.com.br. Envie sua notícia!

 

Vinte dias de viagem, mais de 8 mil quilômetros percorridos a bordo de motocicletas. Quatro amigos, integrantes do Moto Laguna, viajaram de motocicleta do Acre até Laguna. Passaram pelo caminho dos Andes, Peru, Argentina, Chile, até chegar ao Uruguai. Além da emoção da viagem, trouxeram para o Brasil lembranças inesquecíveis. Flávio Conrad, Evaldo Boing (o Neco), Fernando Dandolini e o presidente do Moto Laguna, Paulo Roberto Lopes Magalhães (o Paulinho), foram de avião até o Acre, onde pegaram as motocicletas, levadas de caminhão.

O Peru é rico em história e o Chile, em belezas naturais. Cada país tem seus encantos, conta Paulinho. Como estavam de moto, foram obrigados a carregar pouca bagagem. Cada veículo acomodava duas mochilas. Estava sujo e a gente se virava do avesso, brincou Paulo. Podíamos contar com a infraestrutura dos hotéis para usar a lavanderia, explica. O Peru foi o país onde mais encontraram dificuldades. Por causa da altitude, o ar era rarefeito. Tínhamos dores de cabeça, de dente e falta de ar. Tivemos de redobrar a atenção, conta Paulinho.

O planejamento foi fundamental. Os países exigem tipos diferentes de documentação, principalmente de seguro. Foi preciso fazer um seguro de saúde, de vida e até da motocicleta. Para ir a Machu Picchu, no Peru, os quatro deixaram as motos no hotel para poder pegar um trem para visitar a cidade Inca. Mudamos o percurso durante a viagem.

Cada integrante do grupo cuidava dos colegas. Foi fundamental manter a atenção na estrada. No mesmo dia, enfrentávamos um calor de 45ºC e um frio de 1º, conta. Também havia o medo de acabar o combustível. Toda vez que encontrávamos um posto, abastecíamos. Mesmo que fossem apenas cinco litros, ressalta Paulo.

Essa não é a primeira vez que o grupo participa de uma aventura. Todo ano eles realizam um tour parecido. Paulinho já fez o mesmo percurso de moto há alguns anos. Para 2014, os planos são ir para o Alasca. Para isso, percorreram mais de 36 mil quilômetros em quatro meses de viagem.



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Paranapiacaba (SP): Da Neblina ao Sol

De Cunha a Cruz de Ferro com a BMW F 800 GS

National HOG Rally 2017 vai acontecer em Foz de Iguaçu

BMW Rider Experience realiza cursos de pilotagem e expedições

Bike Fest esquentou o clima na histórica cidade de Tiradentes

BikeFest Tiradentes comemora 25 anos

Expedição Continente Americano termina após 18 países e 90 mil km

Viagem pela Serra do Rio do Rastro de Yamaha Midnight Star

Viagem pelo Pantanal de Yamaha XVS 950 Midnight Star

Yamaha realiza expedição de 2.449 km com Crosser 2017

National HOG Rally 2017 vai acontecer em Foz de Iguaçu

Capacetes: Ruído do vento x surdez do piloto

Paranapiacaba (SP): Da Neblina ao Sol

Roteiro de moto pela Serra do Rastro da Serpente e Curitiba


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras