moto.com.br

Publicidade:

Testes

Yamaha MT-03: Diferente de tudo

17 de November de 2008
Compartilhe este conteúdo:

Arthur Caldeira

Em qualquer parada, semáforo ou posto de gasolina era inevitável o olhar curioso. Sempre ouvia a mesma pergunta: “que moto é essa?” Afinal, a Yamaha MT-03 confirma o slogan de sua campanha: é diferente de tudo que você já viu.

Classificada pela Yamaha como uma roadster-motard, mistura de uma naked “devoradora” de estradas com uma supermotard, a MT-03 é ainda mais que isso. Traz um quadro tipo diamante e um motor monocilíndrico de 660 cm³ que remetam a trail XT 660R, porém equipada com rodas aro 17 e um visual pra lá de ousado.

Sem falar nas receitas nada tradicionais de sua ciclística, como o amortecedor traseiro posicionado horizontalmente ao lado do motor, fazendo a ligação entre a balança traseira de alumínio e o quadro de uma forma totalmente inusitada.

No quesito design ela também foge totalmente do lugar comum. Seu farol tem formato diferenciado, assim como tanque e bancos. Terminando em duas opulentas saídas de escape e uma rabeta minimalista. Design premiado na Europa tanto por especialistas como em número de vendas.

Pilotagem também surpreende

Mas o estilo diferenciado da MT-03 não fica restrito ao seu design e conjunto ciclístico. A pilotagem desta Yamaha também é novidade e surpreende. O motor de um cilindro, comando simples no cabeçote (OHC), com refrigeração líquida, é alimentado por injeção eletrônica como na XT 660R.

A peça propulsora esbanja torque desde as baixas rotações e atinge 5,95 kgf.m de par máximo a 5.500 rpm. Basta girar com mais ímpeto o acelerador que a roda da frente insista em sair do chão, empinando com facilidade. A potência de 48 cv (a 6.250 rpm) é suficiente para manter boas velocidades na estrada e pode levar essa Yamaha até 170 km/h no seu velocímetro digital.

Mas é a agilidade em mudanças de direção que mostra a veia “supermotard” da MT-03. As rodas de 17 polegadas na frente e atrás, calçadas com pneus sem câmara, permitem desviar de obstáculos e fazer manobras em baixa velocidade com facilidade. Essas qualidades associadas a um ângulo de cáster menor que na XT 660R (26° contra 27,25° na XT) fazem dela uma companheira ideal para a cidade.

A distância entre-eixos de apenas 1.420 mm (8 cm a menos que na XT 660R) também contribui para toda a agilidade e também para contornar curvas de forma esportiva. Mas cuidado, ela não é uma superesportiva e nem mesmo uma naked de quatro cilindros, como a Yamaha FZ-6N ou a Honda Hornet.

Para parar os 174,5 kg, a MT-03 conta com um excelente conjunto de freios. São dois discos flutuantes de 298 mm de diâmetro com pinças de dois pistões na dianteira, e um disco de 245 mm atrás que fazem a roda traseira derrapar com facilidade. Ambos param com bastante eficiência essa Yamaha.

Mercado

Por ser bem diferente de outros modelos à venda no mercado fica difícil encontrar concorrentes diretas para a Yamaha MT-03. Cotada a R$ 26.950, a MT-03 é mais cara que sua “irmã” trail, a XT 660R, porém mais em conta que outras nakeds de 600cc, como a Yamaha FZ-6N, vendida a R$ 32.000, ou que a Honda CB 600F Hornet, com preço sugerido de R$ 30.837.

Porém, vale ressaltar que essa roadster-motard não tem o mesmo desempenho de uma FZ-6N ou de uma Hornet, equipadas com motores de quatro cilindros em linha. Além de se diferenciar bastante visualmente de ambas, além de ter uma proposta mais urbana.

A Yamaha MT-03 é uma moto voltada para quem quer fugir do lugar comum e busca uma motocicleta ágil na cidade. Sem dizer que é impossível ficar indiferente ao seu ousado design.

Ficha Técnica

Motor: Um cilindro, 4 tempos, OHC, refrigerado a água, 4 válvulas
Capacidade cúbica: 660 cm³
Diâmetro x curso: 100,0 x 84,0 mm
Taxa de compressão: 10,0 : 1
Potência máxima: 48 cv a 6.000 RPM
Torque máximo: 5,95 kgf.m a 5.250 RPM
Sistema de partida: Elétrica
Embreagem: multidisco banhado a óleo
Câmbio: 5 velocidades
Pneu dianteiro: 120/70-17
Pneu traseiro: 160/60-17
Freio dianteiro: Dois discos flutuantes de 298 mm de diâmetro
Freio traseiro: Disco de 245 mm de diâmetro
Suspensão dianteira: garfo telescópico com 130 mm de curso
Suspensão traseira: balança monoamortecida com 120 mm decurso
Comprimento total: 2.070 mm
Largura total: 860 mm
Altura total: 1.115 mm
Altura do assento: 805 mm
Distância entre-eixos: 1.420 mm
Altura mínima do solo: 200 mm
Peso seco: 174,5 kg
Cores: Preta
Preço: R$ 26.950

Fotos: Infomoto.



Fonte:
Agência Infomoto
Compartilhe este conteúdo:

Teste Honda CB 500X: A mais divertida da família!

Yamaha traz para o Brasil a MT-09, confira nossa avaliação!

Teste: Menor e agressiva, assim é a MV Agusta Brutale 800

Teste: A evolução do Citycom com freios FH-CBS

Teste Harley-Davidson XL 1200 CA: Estilosa e urbana!

Teste: BMW R 1200 GS Adventure encara Triumph Explorer XC

Avaliamos o sistema de freios CBS da nova Honda CG 150 Titan

Yamaha traz para o Brasil a MT-09, confira nossa avaliação!

Teste Honda CB 500X: A mais divertida da família!

Teste: Comparativo Flex Honda CB 300R x Yamaha Fazer 250

Avaliamos o sistema de freios CBS da nova Honda CG 150 Titan

Teste: Menor e agressiva, assim é a MV Agusta Brutale 800

Yamaha lança XTZ 150 Crosser e nós já avaliamos, confira!

Teste: Primeiras impressões com a Honda CB 500X


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Últimos Anúncios

Montadoras
Ducati Honda CB 600 F Hornet Motos Usadas Kawasaki Motos Novas Fazer Transalp Fipe Yamaha YZF R1 Suzuki Kasinski Moto Velocidade Srad Sundown Motos CBR Harley Davidson MotoGP BMW XT 660 Tornado 600RR Ofertas Shadow Revista Off Road

Siga-nos

ícone orkut ícone youtube ícone twitter ícone facebook ícone rss