moto.com.br
Publicidade:

Testes

Yamaha TT-R 230: Parceira ideal para o final de semana

05 de December de 2012
Compartilhe este conteúdo:

Paulo Souza

A Yamaha foi uma das pioneiras em motos off road no Brasil, foram diversos modelos considerados on-off road que se espalharam por todo o país desde a década de 1970. Durante a 9ª edição do Salão Duas Rodas foi apresentada a primeira versão nacional voltada especialmente para o uso fora de estrada, a TT-R 230.

Com um visual inspirado na linha YZ, a TT-R 230 é uma boa opção para quem tem pouca noção de pilotagem off-road. Andamos com a motocicleta em trilhas e também em circuito fechado e o resultado de nossa avaliação você confere abaixo.

Na Trilha
Indicada para o uso fora de estrada, a TT-R 230 é uma ótima companheira para quem busca o lazer do off road. Não confunda lazer com competição. Peguei algumas trilhas abertas e outras mais fechadas com alguns obstáculos, ela se saiu muito bem. No entanto, é preciso muito mais para utilizá-la em competições, principalmente no que diz respeito à potência do motor.

Durante o teste, a TT-R 230 se mostrou muito valente e guerreira com seu pequeno motor de 223 cilindradas. Para realizar trilhas e passeios é uma ótima moto. Encara com tranquilidade trechos mais travados e alguns paredões. Já na questão de velocidade, este não é o modelo mais potente. Quando aceleramos pra valer, o giro de seu motor sobe rapidamente, o que nos faz trocar de marcha constantemente, atingindo então a sua potência máxima, que não é divulgada pela Yamaha.

Na pista
Tivemos a oportunidade de levar a TT-R 230 para andar na pista montada para o Red Bull Cross Choice. O traçado possuía obstáculos de Trial, enduro e também de motocross. Pudemos testar com bastante precisão a moto em todas as circunstâncias.

No geral a TT-R 230 se saiu bem. Nas partes de enduro, curvas e trechos de trilhas ela foi bastante guerreira e garantiu a diversão. No entanto, nos trechos de saltos de motocross, onde não era a sua praia, podemos notar a dificuldade do conjunto para encarar os obstáculos.

A suspensão dianteira com garfo telescópico de 240mm é positiva para sua proposta, mas quando utilizada em alguns saltos podemos notar que não é propriamente adaptada para isso. A traseira monoamortecida com link de 220 mm também não agradou nesses trechos. No entanto, quando utilizada em trechos de enduro se mostrou suficiente para garantir uma boa tocada.

O seu câmbio com seis velocidades poderia ser um pouco mais preciso, quando acelerei a moto na pista, senti que falta um pouco de praticidade para engrenarmos as marchas sem deixar o giro do motor baixar. Entretanto, o seu conjunto de freios composto por um disco simples de 220 mm na dianteira e tambor de 130mm na traseira agradou, foram muito eficientes e preciso no circuito.

Conclusão
Gerada para prática do esporte e lazer no uso off road, a TT-R 230 se mostrou uma ótima companheira para os iniciantes e para quem busca diversão fora de estrada. Para o conforto ela conta ainda com partida elétrica e um acento baixo, que facilita a pilotagem das pessoas com menos experiência. Com o preço sugerido de R$ 11.120 é mais uma opção divertida no mercado das motocicletas off road.

Ficha técnica
Motor 4 tempos, OHC, refrigerado a ar , 2 válvulas
Cilindrada 223 cc
Câmbio 6 velocidades, engrenamento constante
Quadro Semi-berço duplo
Suspensão dianteira Garfo telescópico
Suspensão traseira Monoamortecida com link
Curso da suspensão dianteira 240 mm
Curso da suspensão traseira 220 mm
Comprimento total 2.065 mm
Largura total 800 mm
Altura total 1.180 mm
Altura do assento 870 mm
Distância entre eixos 1.385 mm
Diâmetro x curso 70,0 x 58,0 mm
Taxa de compressão 9,5:1
Sistema de partida Elétrica
Sistema de lubrificação Cárter úmido
Capacidade do tanque de combustível 8 litros
Sistema de ignição CDI
Embreagem Multidisco banhado a óleo
Pneu dianteiro 80/100 21 NHS
Pneu traseiro 100/100 18 NHS
Freio dianteiro Disco de 220mm
Freio traseiro Tambor de 130 mm
Peso seco 107 Kg
Cores Azul

Fotos: Roberto Brandão Filho/Tiago Muller



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Teste: Thruxton R acrescenta bom desempenho ao estilo café racer

Teste: KTM 1290 Super Adventure é aventureira luxuosa

Teste: Nova Ducati Multistrada 950 quer ser mais racional e acessível

Teste: Família Scrambler tem quatro versões e muita diversão

Teste: Nova Honda CB 250F Twister ganha roupa nova para 2017

Teste: BMW F 700 GS é uma máquina surpreendente

Teste: Nova Honda CB 650F impressiona de modo racional

Teste: Thruxton R acrescenta bom desempenho ao estilo café racer

Teste: KTM 1290 Super Adventure é aventureira luxuosa

Teste da Falcon NX4 por um usuário

Teste: Pega de Honda Bros 160 e Yamaha Crosser

Teste: Yamaha MT-03 tem desempenho e preço acessível

Yamaha Drag Star 650: Na medida certa

Teste: Yamaha Ténéré 250 encara Honda XRE 300


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras