moto.com.br
Publicidade:

Testes

Triumph Speed Triple: Bem-vindo ao mundo três cilindros

07 de February de 2013
Compartilhe este conteúdo:

Aladim Lopes Gonçalves

A Triumph está iniciando uma nova fase no Brasil. Desta vez sem a participação de intermediários e representantes locais a marca inglesa chega assumindo oficialmente a operação de produção e distribuição de motos no mercado brasileiro com fábrica própria no Polo Industrial de Manaus (AM).

Uma grande notícia para o motociclista brasileiro que esperava ansiosamente para ter uma autêntica máquina britânica, caracterizada pelo design arrojado, inovador motor três cilindros e mecânica e equipada com tecnologia de ponta, na garagem de sua casa.

- Confira o vídeo teste da Triumph Speed Triple produzido em parceria com a produtora Cine Photo

A Speed Triple é um bom exemplo de moto que consegue reunir todas essas qualidades. Com visual agressivo, destacado pelo conjunto óptico duplo (estilo olhos de inseto), essa máquina parece mesmo desafiar a coragem do motociclista. Mas, apesar do visual rebelde, essa big naked inglesa impressiona mesmo pelo seu instinto selvagem e controle dócil.

Com um conjunto estrutural de alumínio e motorização de três cilindros, a Speed Triple oferece uma pilotagem que mistura um desempenho cavalar e uma alta dose de diversão, além de um comportamento surpreendentemente seguro, servindo tanto para acelerar na estrada quanto para encarar as dificuldades do trânsito urbano.

A “árdua” tarefa enfrentar curvas e encarar longas retas com a Speed Triple é um verdadeiro convite para testar sua estabilidade e poder de aceleração. E o resultado é cativante nos dois quesitos. A ideia que se tem é que o quadro de alumínio conversa bem com a suspensão Showa ajustável com garfos invertidos na dianteira e monoamortecida na traseira. O deslocamento na cidade também não assusta, pois o raio de giro do guidão proporciona bastante desenvoltura para a moto trafegar entre os carros.

O motor da Speed Triple de 1050 centímetros cúbicos despeja 133 cavalos de potência a 9.400 rpm e torque de 11,31 kgf.m a 7.750 rpm. Especificações que associadas ao seu peso em ordem de marcha de apenas 214 quilos provocam reações impressionantes ao girar o punho do acelerador. A distribuição de peso é de praticamente 50% na frente e 50% na traseira proporcionando um equilíbrio descomunal.

O câmbio de seis marchas parece funcionar melhor com o motor trabalhando em uma faixa de rotação acima de 3 mil giros, fazendo com que as acelerações da big naked da Triumph tenham mais energia e que o conjunto de rodagem praticamente devore o asfalto.

Para dosar o desempenho surpreendente com frenagens seguras e estáveis a Speed Triple conta com sistema ABS (antitravamento) e conjunto de freios com disco duplo na dianteira de 320 milímetros e disco simples na traseira de 225 milímetros.

O painel da Speed Triple traz uma combinação moderna com conta-giros analógico e velocímetro digital. Entre os mimos interessantes para a alegria dos pilotos estão shift light de LEDs que permite escolher a faixa de rotação para trocas de marcha, seletor com cronógrafo para marcação de tomadas de tempo e aviso de intervalos de manutenção.

Para os motociclistas com um ímpeto de viajante a Speed Triple pode não ser a melhor companheira para longas jornadas por causa do tanque de combustível de 17,5 litros e da ausência do para-brisa podem deixar o roteiro um pouco mais cansativo. Já para viagens curtas e médias pode ser a companhia perfeita. O consumo médio aferido em circuito rodoviário e urbano ficou na faixa de 16 km por litro, que podemos considerar proporcional para seu porte.

Disponível em apenas uma única versão para o mercado brasileiro, a Speed Triple tem preço sugerido de R$ 42.900, com garantia de dois anos. Uma autêntica concorrente da nobreza inglesa para encarar a disputa dos modelos com motor 1000cc, como a Honda CB 1000R (R$ 43.490 com ABS) e Kawasaki Z1000 (R$ 49.990 com ABS), que até então reinavam soberanas no país.

Para quem procura uma big naked e gostaria de evitar os tradicionais modelos japoneses, a Speed Triple pode ser uma novidade agradável para o motociclista, que vai poder experimentar a sensação de acelerar uma moto com motor três cilindros capaz de desenvolver a potência de um quatro cilindros com a suavidade de um dois cilindros.

O jornalista usou nos testes capacete LS2, macacão, calça e luvas Race Tech e botas Dainese

Cotação de Seguro (*)
A vista: R$ 6.694,57
Franquia: $ 6.538,00
Rastreador com seguro (apenas contra roubo e furto): R$ 3.978

(*) Perfil médio: Homem, 25 a 35 anos, casado, sem filhos, com garagem em casa e no trabalho, morador de São Paulo e com residência em região razoável (bairro da zona sul ou zona oeste, por exemplo).

Agradecimento
Cycle Assessoria e Corretora de Seguros
(11) 3159-0733
www.cycleseguros.com.br

FICHA TÉCNICA
Motor Três cilindros em linha, 12 válvulas, DOHC, refrigeração líquida
Cilindrada 1.050 cc
Diâmetro x Curso 79 x 71,4 mm
Potência máxima 133 cv a 9.400 rpm
Torque máximo  11,31 kgf.m a 7.750 rpm
Alimentação Injeção eletrônica multiponto sequencial
Marchas 6 marchas
Embreagem Hidráulica, multi-discos.
Quadro Barra dupla com viga de alumínio
Roda dianteira Liga de alumínio fundido, multi-raios, 17 x 3,5 polegadas
Roda traseira Liga de alumínio fundido, multi-raios, 17 x 6 polegadas
Pneu dianteiro 120/70 ZR17
Pneu traseiro 190/55 ZR17
Suspensão dianteira Garfos invertidos Showa de 43 mm de amortecimento rebote e de compressão ajustáveis, com 120 mm de curso.
Suspensão traseira Monoshock Showa, com amortecimento rebote e de compressão, com 130 mm de curso.
Freio dianteiro Discos duplos flutuantes de 320 mm, com pinças radiais de quatro pistões e quatro pastilhas Brembo, com sistema ABS.
Freio traseiro Disco único de 255 mm, pinça única deslizante Nissin com 2 pistões, com sistema ABS
Comprimento 2.100 mm
Largura 795 mm
Altura (sem espelhos retrovisores) 1.110 mm
Altura do assento 825 mm
Distância entre eixos 1.435 mm
Tanque de combustível 17,5 litros
Peso 214 kg (em ordem de marcha)
Preço Sugerido: R$ 42.900

Fotos e vídeo: Produtora Cine Photo



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Teste: BMW F 700 GS é uma máquina surpreendente

Teste: Nova Honda CB 650F impressiona de modo racional

Teste: Com injeção e motor flex, nova Factor é 125 completa

Teste: Nova Honda Africa Twin aposta em motor torcudo e chassi leve

Teste: Nova Kawasaki Versys 650 ganha fôlego extra para viajar

Primeiras Impressões: Novas Vespa Primavera 125 e 150

Teste: Fazer 150 UBS ganha freios combinados para ficar na lei

Teste: BMW F 700 GS é uma máquina surpreendente

Teste: Nova Honda CB 650F impressiona de modo racional

Longa Duração: Honda Pop 110i supera os 1.000 km rodados

Teste: CG 125i Fan, R$ 6.790, é motocicleta mais barata da Honda

Teste: Com injeção e motor flex, nova Factor é 125 completa

Teste: Pega de Honda Bros 160 e Yamaha Crosser

Teste da Falcon NX4 por um usuário


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras