moto.com.br
Publicidade:

Testes

Teste: Honda SH 300i tem receita de potência e estilo

04 de March de 2016
Compartilhe este conteúdo:

Aladim Gonçalves

Entre o final de março e o início de abril, os fãs de scooter no Brasil finalmente podem começar a encontrar nas concessionárias Honda o modelo SH 300i, que ainda não tem preço sugerido definido pela fabricante japonesa para o mercado brasileiro. O primeiro maxi scooter da Honda poderá ser encontrado em versões nas cores cinza metálico e branco fosco perolizado.

Em evento para os jornalistas no CETH (centro de treinamento) da Honda, em Indaiatuba (SP), os dirigentes da Honda apresentaram o SH 300i como modelo que marca a terceira etapa da montadora no segmento de scooter no Brasil (1º - Lead e 2º - PCX) e que tem como proposta de mercado atingir um público-alvo classe A que é usuário de automóvel e está à procura de um veículo de duas rodas com estilo.

Durante a apresentação em grupos pequenos pudemos realizar um rápido test ride com o scooter no entorno do complexo em vias pouco movimentadas e com terreno acidentado. Com visual retrô, rodas aro 16 e motor mais potente, levando em conta os demais scooters da marca, o SH 300i oferece uma posição de pilotagem confortável e bom nível de segurança para andar com desenvoltura no trânsito. O maxi scooter da Honda vem de série com freios ABS e um generoso para-brisa que ajuda a desviar o vento do piloto, mas que rende algumas batidas leves com o capacete do piloto nas freadas mais bruscas.

Se o scooter PCX tinha como item curioso a tecnologia start stop (Iddling Stop System) para economizar combustível, o SH 300i traz como destaque o sistema Smart Key, que permite ativação do motor sem a necessidade de colocar a chave no veículo e também acionar a abertura do banco, bastando que o motociclista se encontre em uma faixa de dois metros de distância do scooter.

A absorção de impactos do piso pela SH 300i também se destaca em relação aos scooters menores pelo conjunto da suspensão diferenciada com a regulagem da pressão dos amortecedores traseiros em cinco posições, permitindo encontrar um melhor acerto em relação às irregularidades do terreno e ao transporte de carga e do garupa. Os pneus balão de medida generosa também contribuem para uma rodagem equilibrada. O entre-eixos curto deixa o scooter leve e ágil para uma pilotagem urbana.

Para quem pensa em encarar viagens e estradas, o SH 300i pode surpreender, pois atinge com facilidade a velocidade de 120 km/h (limite em rodovias de São Paulo). O painel de instrumentos conta com computador de bordo para acompanhar os prazos de revisões e várias informações de comportamento e de consumo. A boa capacidade do tanque de combustível, considerando que estamos tratando de um scooter, permite uma autonomia estimada pela Honda de cerca de 300 km.

Com uma história de mais de 30 anos na Europa e mais de um milhão de unidades vendidas no velho continente, a linha SH chega ao Brasil com o SH 300i como modelo nacional, produzido na fábrica da Honda, no Polo Industrial de Manaus (AM), pois atende as regras do Processo Produtivo Básico (PPB), que preveem 36% de processos nacionalizados para que um item possa ser classificado como produto industrial local.

FICHA TÉCNICA
Honda SH 300i
Motor Monocilíndrico, 279,1 cm³, 4 tempos, arrefecimento líquido, OHC (Over Head Camshaft)
Potência Máxima 24,9 cv a 7.500 rpm
Torque Máximo 2,59 kgfm a 5.000 rpm
Sistema de Alimentação Injeção eletrônica de combustível PGM-FI
Relação de Compressão 10,5:1
Transmissão Tipo CVT
Embreagem Embreagem automática centrífuga (tipo seco)
Óleo do Motor 1,7 litros (1,2 litros para troca)
Sistema de Partida Elétrica
Combustível Gasolina
Chassi Monobloco (Underbone)
Suspensão Dianteira / curso Garfo Telescópico / 115 mm
Suspensão Traseira / curso Dois amortecedores / 114 mm
Freio Dianteiro / Diâmetro Disco com 256 mm (ABS)
Freio Traseiro / Diâmetro Disco com 240 mm (ABS)
Pneu Dianteiro 110/70 16M/C 52S
Pneu Traseiro   130/70R 16M/C 61S
Comprimento x Largura x Altura 2.131 mm x 728 mm x 1.600 mm
Distância entre Eixos 1.438 mm
Distância Mínima do Solo 130 mm
Altura do Assento 805 mm
Tanque de Combustível 9,1 litros
Peso Seco 162 kg
Cores Cinza metálico e Branco fosco perolizado
Preço n/d


Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Teste: Nova Honda CB 650F impressiona de modo racional

Teste: Com injeção e motor flex, nova Factor é 125 completa

Teste: Nova Honda Africa Twin aposta em motor torcudo e chassi leve

Teste: Nova Kawasaki Versys 650 ganha fôlego extra para viajar

Primeiras Impressões: Novas Vespa Primavera 125 e 150

Teste: Fazer 150 UBS ganha freios combinados para ficar na lei

Teste: Triumph acrescenta tecnologia à Tiger Sport

Teste: Nova Honda Africa Twin aposta em motor torcudo e chassi leve

Teste: Nova Kawasaki Versys 650 ganha fôlego extra para viajar

Teste: Pega de Honda Bros 160 e Yamaha Crosser

Teste da Falcon NX4 por um usuário

Yamaha Drag Star 650: Na medida certa

Teste: Nova Africa Twin é bigtrail para ir a todo lado

Teste: Com injeção e motor flex, nova Factor é 125 completa


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras