moto.com.br
Publicidade:

Testes

Teste CG 150 Titan: Renovação para manter liderança

02 de October de 2013
Compartilhe este conteúdo:

Paulo Souza

A Honda, de olho no mercado nacional não deu deixou barato para suas concorrentes e inovou completamente a família de motos CG, a mais vendida no Brasil, a fim de manter a liderança de vendas do modelo street. A transformação desta vez foi significante mudando todo o design da moto, além de incluir itens tecnológicos mais modernos e um novo chassi.

O resultado foi uma motocicleta totalmente diferente, que deixou para trás a tradição do formato arredondado to tanque, painel e farol. Mas será que estas transformações foram bem aceitas pelo público? Confira o vídeo que produzimos abaixo com o modelo CG 150 Titan EDS com a opinião do público.

Mudanças
A renovação da CG 150 Titan vai além da estética da moto, a pilotagem também mudou com a transformação do modelo. O principal ponto para sentir esta diferença está em seu novo chassi, agora redesenhado com 3,8 kg a menos de peso, o que a deixou mais prática e precisa para as manobras do dia a dia.

O conjunto de suspensão dianteiro também foi alterado e isso contribuiu para deixar o modelo mais confortável e esperto. Agora o curso está com 5 mm a mais e houve uma pequena redução do ângulo de cáster (inclinação).

Outro detalhe que teve alteração foi o sistema de freios a disco dianteiro, agora são de série nos modelos 150 cc. O novo conjunto possui um novo material do cabo condutor do fluído, não chega a ser um aeroquip, porém absorve parte da força na frenagem e é mais expansível. Na prática funciona assim, você precisa de mais força para frear a moto, em contra partida, dificulta bastante o seu travamento evitando derrapagens e possíveis quedas. Este sistema mudou para melhor.

Modernidade
Sem dúvidas ao olhar para a nova Titan 150 o primeiro ponto ao notar a diferença é o seu design, que ficou totalmente diferenciado da última versão. No entanto, ao olhar mais de perto começamos a perceber outros detalhes como, por exemplo, a nova frente com farol semelhante aos modelos de maior cilindrada da marca e painel digital.

No dia a dia todas estas alterações mudaram para melhor, durante a pilotagem o painel digital ficou excelente em relação ao antigo analógico. Conta com relógio, marcador de combustível e hodômetro total e parcial. Já a iluminação noturna ficou melhor e mais ampla com as mudanças do farol. O que não foi alterado é justamente o que faltava no modelo, um corta-corrente (engine-stop) e um lampejador de farol alto, dois itens baratos que são muito úteis.

Uma alteração que dividiu opiniões entre os motociclistas entrevistados foi os comandos do punho do esquerdo, que foram alterados pelo mesmo sistema que equipa a CRF 250l, com a buzina localizada no centro entre o botão do farol alto na parte de cima e as setas, que estão na parte de baixo. Eu não senti diferença e me acostumei no primeiro dia, porém, alguns podem acabar se confundindo no começo.

Para quem anda muito tempo em cima de uma CG 150 Titan, caso dos motofretistas, por exemplo, tem mais uma notícia boa, o estofado do banco também mudou e agora está muito mais confortável e macio. Houve uma troca do tipo da espuma por um material de maior qualidade. Durante o vídeo muitos perguntaram sobre um futuro lançamento da linha Cargo com estas características do modelo 2014, a Honda ainda não se pronunciou, mas, provavelmente deve vir em breve.

Motor
O já conhecido e valente motor de 150 cc da Honda continua o mesmo na Titan 2014. Um monocilíndrico de 149,2 cc, alimentado por injeção eletrônica, que gera potência máxima de 14,2 cv a 8.500 rpm. Este é ideal para a cidade, principalmente para quem roda bastante, pois sua durabilidade já é conhecida nas antigas gerações, além de ser macio e silencioso.

No teste o consumo médio dentro da cidade ficou em 37,9 km/l de combustível, abastecida com gasolina. No entanto, o modelo é flex e pode ser abastecida com etanol. Foi por alguns anos o único modelo flex da categoria até a recém chegada e concorrente direta Fazer 150.

Conclusão
O conjunto que a Honda reuniu na versão 2014 da CG 150 Titan é realmente elogiável, principalmente por incrementar itens tecnológicos. Mesmo mantendo o mesmo motor da versão anterior, ela continua sendo uma das principais motos da categoria. Não é a toa que é a líder de vendas.

No entanto, o preço público sugerido anunciado pela Honda de R$ 7.320 está fora da realidade na prática. Reunimos alguns valores comercializados nas concessionárias da Honda em algumas capitais para que o leitor tenha noção do real valor de mercado deste modelo. Segue a lista:

São Paulo (SP) R$ 8.200
Rio de Janeiro (RJ) R$ 8.490
Belo Hotizonte (MG) R$ 8.250
Porto Alegre (RS) R$ 8.590
Recife (PE) R$ 8.290
Manaus (AM) R$ 8.106
 
Ficha técnica
Motor OHC, monocilíndrico, 4 tempos, arrefecido a ar
Cilindrada: 149,2 cc
Sistema de alimentação: Injeção eletrônica PGM-FI
Potência máxima:  14,2 cv a 8.500 rpm
Torque máximo:  1,32kgf.m a 6.500 rpm
Capacidade do tanque 16,1 litros
Combustível: Etanol/Gasolina
Tipo do chassi: Diamond Frame
Pneu dianteiro: 80/100-18M/C 47P
Pneu traseiro: 90/90-18M/C 57P
Peso seco: 116 kg (versão ESD)
Cores: Preto, vermelho-metálico e branco
Preço Sugerido: R$ 7.320,00 (versão ESD)
R$ 7.830,00 (versão EX. Rodas Fe liga Leve)

Fotos: Pixel Maker/Divulgação



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Teste: Nova Honda CB 650F impressiona de modo racional

Teste: Com injeção e motor flex, nova Factor é 125 completa

Teste: Nova Honda Africa Twin aposta em motor torcudo e chassi leve

Teste: Nova Kawasaki Versys 650 ganha fôlego extra para viajar

Primeiras Impressões: Novas Vespa Primavera 125 e 150

Teste: Fazer 150 UBS ganha freios combinados para ficar na lei

Teste: Triumph acrescenta tecnologia à Tiger Sport

Teste: Nova Honda Africa Twin aposta em motor torcudo e chassi leve

Teste: Nova Kawasaki Versys 650 ganha fôlego extra para viajar

Teste: Pega de Honda Bros 160 e Yamaha Crosser

Teste da Falcon NX4 por um usuário

Yamaha Drag Star 650: Na medida certa

Teste: Nova Africa Twin é bigtrail para ir a todo lado

Primeiras Impressões: Novas Vespa Primavera 125 e 150


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras