moto.com.br
Publicidade:

Testes

Longa Duração: Honda Pop 110i é moto pequena para grandes centros

02 de March de 2016
Compartilhe este conteúdo:

Foram dois meses com a nova Honda Pop 110i, que chegou com uma quilometragem inicial de 545 km, finalizando o teste marcando 2.710 km no hodômetro, ou seja, 2.165 km rodados com o modelo de entrada da fabricante da asa. Chegou a hora do veredito. A grande promessa da Pop 110i é ser um meio de transporte prático, econômico, ágil e confortável, atributos que a motocicleta da Honda entrega.

Durante o período de avaliação, que englobou inclusive uma revisão dos 1.000 km, o modelo apresentou um consumo médio de 56 km/l, possibilitando uma autonomia de 235,2 km, números finais muito interessantes para quem roda em grandes centros urbanos e quer economizar tempo e dinheiro do transporte público. O modelo conta apenas com partida a pedal, mas é algo que não chega a incomodar e é mera questão de costume, diferente da Biz 110i que tem também partida elétrica. 

Tanto para o piloto como para o garupa, o banco é confortável e não cansa mesmo durante períodos longos rodando pela cidade, o que é beneficiado pelo conjunto de suspensão da Honda Pop 110i, garfo telescópico convencional com 100 mm de curso na dianteira e balança com dois amortecedores e 83 mm de curso.

Como é bem pequena, é muito fácil passar entre os carros pelos grandes engarrafamentos, aumentando a praticidade e economia de tempo para quem escolhe a Pop 110i. Essa motocicleta não tem como objetivo esbanjar potência e velocidade final, seu motor monocilíndrico OHC de 109,1 cm³, com injeção eletrônica, entrega 7,9 cv a 7.250 rpm e 0,90 kgf.m a 5.000 rpm, que são suficientes para boas saídas do semáforo e retomadas razoáveis, que são suavizadas pela presença da embreagem no modelo.

Sob este ponto de vista, a motocicleta é uma ótima opção, porém existem alguns pontos que podem, e devem, ser melhorados, ainda mais porque dizem respeito à segurança do motociclista. Os pneus, muito finos (60 / 100 – 17 [dianteiro] e 80 / 100 – 14 [traseiro]), deixam a motocicleta instável e fazem com que o motociclista tenha que redobrar a atenção com os buracos e fendas presentes no asfalto. Os freios, tambor de 110 mm nas duas rodas, passam insegurança em frenagens mais fortes.

No fim das contas, o modelo cumpre o que promote e é boa opção para a proposta indicada. Quem busca ecnonomia e praticidade, em primeiro lugar, e quer se livrar dos transtornos de ter que enfrentar sempre o transporte público lento e superlotado, o visual da nova Honda Pop 110i, que já melhorou bastante em relação ao primeiro modelo lançado, não é fator determinante.

FICHA TÉCNICA
Honda Pop 110i
Motor: OHC, um cilindro, arrefecido, 109,1 cm³
Diâmetro x curso: 50,0 x 55,6 mm
Taxa de compressão: 9.3 : 1
Potência máxima: 7,9 cv a 7.250 rpm
Torque máximo: 0,90 kgf.m a 5.000 rpm
Câmbio: quatro marchas
Transmissão final: Corrente
Alimentação: Injeção eletrônica
Partida: A pedal
Quadro: Monobloco em aço
Suspensão dianteira: Garfo telescópico convencional com 100 mm de curso
Suspensão traseira: Balança com dois amortecedores e 83 mm de curso
Freio dianteiro: A tambor 110 mm
Freio traseiro: A tambor 110 mm
Pneus: 60 / 100 – 17 (diant.) e 80 / 100 – 14 (tras.)
Comprimento: 1.843 mm
Largura: 745 mm
Altura: 1.033 mm
Distância entre-eixos: 1.234mm
Distância do solo: 141 mm
Altura do assento: 749 mm
Peso a seco: 87 kg
Tanque de combustível:  4,2 litros
Cores Preto, Vermelho e Branco
Preço: R$ 5.355,00  

Texto e Fotos: Alexandre Ciszewski



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Teste: Nova Honda CB 650F impressiona de modo racional

Teste: Com injeção e motor flex, nova Factor é 125 completa

Teste: Nova Honda Africa Twin aposta em motor torcudo e chassi leve

Teste: Nova Kawasaki Versys 650 ganha fôlego extra para viajar

Primeiras Impressões: Novas Vespa Primavera 125 e 150

Teste: Fazer 150 UBS ganha freios combinados para ficar na lei

Teste: Triumph acrescenta tecnologia à Tiger Sport

Teste: Nova Honda Africa Twin aposta em motor torcudo e chassi leve

Teste: Nova Kawasaki Versys 650 ganha fôlego extra para viajar

Primeiras Impressões: Novas Vespa Primavera 125 e 150

Teste da Falcon NX4 por um usuário

Teste: Pega de Honda Bros 160 e Yamaha Crosser

Yamaha Drag Star 650: Na medida certa

Teste: Nova Africa Twin é bigtrail para ir a todo lado


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras