moto.com.br

Publicidade:

Testes

Honda Shadow 750

10 de November de 2006
Compartilhe este conteúdo:
A posição de pilotagem da Shadow é agradável, com pouca vibração e comodidade natural.
  Assista ao vídeo da Twister


No melhor estilo das clássicas norte-americanas, o design da Honda Shadow 750 é caracterizado pelos inúmeros cromados, painel formato gota no tanque, pára-lamas grandes e envolventes, além dos pneus grossos. Tais atributos representam um convite à personalização e a muitos quilômetros de estrada; exatamente o que nós do MOTO.com.br fizemos com esta motocicleta.

O motor, de pouco mais de 45 cv, tem bom torque e — por fidelidade à tradição do modelo clássico — é um V-Twin (V2). A moto exige uma tocada mais “na manha”, que privilegia a linearidade do propulsor ao invés de desempenho, proporcionando deslocamento suave, progressivo e confortável.

A suavidade é a principal característica do conjunto de amortecimento, que dispõe de cinco regulagens na mola do sistema traseiro. Este detalhe garante maior conforto ao equipamento, que pelo tamanho se mostra ágil e de fácil pilotagem. Seu guidão, bastante aberto, facilita o controle em baixas velocidades.

Os comandos elétricos são completos, mas sem exageros. Para aventuras a dois, torna-se necessária a utilização de maleiros laterais. Quanto à garupa, certamente vai se sentir valorizada com o espaço, posição e aconchego do banco.

Com aparência mais “retro” em relação às motos custom de média cilindrada do mercado, o visual da Shadow 750 está diretamente ligado à comodidade e tradição oferecidas pelo estilo custom. Ela apresenta linhas envolventes e um bom número de componentes cromados, que agregam sofisticação ao seu design.

O velocímetro, integrado à parte superior do tanque de combustível, tem fundo preto e grafia branca, com luzes indicadoras de neutro, farol-alto, piscas, pressão de óleo e temperatura. O conjunto óptico dianteiro é cromado e conserva formas tradicionais, com farol redondo de refletores multifocais, piscas circulares com lentes transparentes e lâmpada halógena de 60/55W.

A lanterna traseira e os piscas oferecem boa capacidade de iluminação e valorizam o modelo clássico. O escapamento de grande diâmetro, tipo 2 x 1, evidencia a beleza dos itens cromados, também presentes nos espelhos retrovisores, farol, painel e na tampa do filtro de ar, que realça e dá maior destaque ao motor.

Para melhor caracterizar o estilo “classic custom”, a máquina recebeu capa protetora cromada nas suspensões dianteira e traseira. A Shadow 750 ainda possui freio a disco na dianteira, com pinça de duplo pistão e diâmetro de 296 mm, e tambor na traseira, com 180 mm, responsáveis por frenagens progressivas, seguras e controláveis até o limite da aderência dos pneus.

Raio-x do motor

A Shadow 750 é equipada com o motor OHC (Over Head Camshaft), com comando de válvulas no cabeçote de 745 cm3. De 45,8 cv e torque de 6,42 kgm.f a 3000 rpm, proporciona força desde as baixas rotações, além de ser resistente, de manutenção mínima e fácil “tocada”.

O propulsor encara longas viagens e tem desempenho suficiente para garantir ultrapassagens seguras na estrada. A moto possui câmbio de cinco velocidades bem macio e sua transmissão, por eixo-cardã, proporciona uma distribuição de potência eficaz, baixa manutenção e muito conforto, devido à ausência de ruídos.

O carburador é a vácuo, do tipo VE-Type. O sistema de ignição transistorizada oferece economia de combustível e é isento de manutenção. O radiador, em alumínio e com ampla capacidade de arrefecimento.

Autonomia, Ergonomia e Sistema HISS

A posição de pilotagem da Shadow é agradável, com pouca vibração e comodidade natural. As pernas lançadas à frente proporcionam maior ergonomia em longos percursos. O assento tem dois níveis com altura de 660 mm. Os pedais de apoio do piloto são avançados e evitam que os joelhos fiquem muito flexionados. O chassi é do tipo berço duplo de aço.

O tanque de combustível, em forma de gota, tem capacidade para 14,3 litros e o consumo médio é de 16 km/L. A bateria selada, de 12V-11Ah, também dispensa manutenção.

Um dos itens de segurança que equipam a Shadow 750 é o sistema HISS (Honda Ignition Security System). A chave é dotada de um chip que envia uma mensagem ao módulo de ignição, liberando o motor para funcionar. No painel de instrumentos, ainda é possível identificar o bloqueio por meio de uma luz (led) indicadora.

A motocicleta já está em conformidade com as normas da segunda fase do Promot (Programa de Controle de Poluição do Ar por Motociclos e Veículos Similares) do Conama (Conselho Nacional do Meio Ambiente), que prevê a redução gradativa da emissão de poluentes por motocicletas e ciclomotores.

Disponível nas cores preto e vermelho metálico, a nova Shadow 750 possui garantia de 12 meses, sem limite de quilometragem.




Veja todos os anuncios desta moto no site



 
FICHA TÉCNICA: SHADOW 750

Motor: 745 cm³, OHC, 4 tempos, com dois cilindros em “V”, comando de válvulas único no cabeçote, três válvulas e duas velas por cilindro e arrefecimento líquido
Potência Máxima: 45,8 cv a 5.500 rpm
Torque Máximo: 6,42 kgf.m a 3.000 rpm
Transmissão: Cinco velocidades - Eixo-cardã
Partida: Elétrica
Ignição: Transistorizada
Chassi: Berço duplo de aço
Suspensão Dianteira: Garfo telescópico com 117 mm de curso (cáster 34º)
Traseira: Duplo-amortecida, amortecedor regulável, com 90 mm de curso
Freio Dianteiro: Disco de 296 mm de diâmetro e cáliper de pistão duplo
Freio Traseiro: Tambor de 180 mm de diâmetro
Rodas e Pneus Dianteiros: 120/90 – 17 M/C 64S
Rodas e Pneus Traseiros: 160/80 – 15 M/C 74S
Comprimento: 2,503 mm
Largura: 942 mm
Altura: 1,095 mm
Altura do Assento: 660 mm
Entre-Eixos: 1.639 mm
Distância Mínima do Solo: 130 mm
Peso Seco: 239 Kg
Capacidade do Tanque: 14,3 litros (reserva 3,3 litros)
Cores: Preto e vermelho metálico
Preço:R$ 29.980,00


Confira abaixo os preços dos principais itens de manutenção pesquisados em uma concessionária Honda:*

Cabo de Embreagem: R$ 87,80
Filtro de Óleo: R$ 72,00
Filtro de ar: R$ 176,00
Pastilhas Dianteiras: R$ 129,30
Lonas Traseiras: R$ 120,65
Lâmpada do farol: R$ 21,00
Pneu Dianteiro original: R$ 1120,00
Pneu Traseiro original: R$ 966,00
Mão de Obra da oficina (Hora): R$ 55,00
Sissy Bar (Encosto para o passageiro): R$ 790,00

*Valores cotados em 07/11/2006. Todos os preços podem ter até 10% de desconto.


Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Teste: Honda CBR 600RR é uma esportiva dócil

Teste: Harley-Davidson Iron 883 e Triumph Bonneville T100

Teste Yamaha Crosser 150: Uma trail para o dia a dia

Teste BMW S 1000R: Amor à primeira volta!

Teste: Honda CTX 700N aposta no futuro do motociclismo

Triumph lança no Brasil a Thunderbird Commander

Teste: Comparativo BMW C 600 Sport versus Yamaha Tmax 530

Teste: Honda CBR 600RR é uma esportiva dócil

Teste: Harley-Davidson Iron 883 e Triumph Bonneville T100

Teste: Comparativo Flex Honda CB 300R x Yamaha Fazer 250

Yamaha lança XTZ 150 Crosser e nós já avaliamos, confira!

Teste Yamaha Crosser 150: Uma trail para o dia a dia

Teste: Primeiras impressões com a Honda CB 500X

Teste da Falcon NX4 por um usuário


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Últimos Anúncios

Montadoras
Ducati Honda CB 600 F Hornet Motos Usadas Kawasaki Motos Novas Fazer Transalp Fipe Yamaha YZF R1 Suzuki Kasinski Moto Velocidade Srad Sundown Motos CBR Harley Davidson MotoGP BMW XT 660 Tornado 600RR Ofertas Shadow Revista Off Road

Siga-nos

ícone orkut ícone youtube ícone twitter ícone facebook ícone rss