moto.com.br

Publicidade:

Testes

Honda Shadow 750

10 de November de 2006
Compartilhe este conteúdo:
A posição de pilotagem da Shadow é agradável, com pouca vibração e comodidade natural.
  Assista ao vídeo da Twister


No melhor estilo das clássicas norte-americanas, o design da Honda Shadow 750 é caracterizado pelos inúmeros cromados, painel formato gota no tanque, pára-lamas grandes e envolventes, além dos pneus grossos. Tais atributos representam um convite à personalização e a muitos quilômetros de estrada; exatamente o que nós do MOTO.com.br fizemos com esta motocicleta.

O motor, de pouco mais de 45 cv, tem bom torque e — por fidelidade à tradição do modelo clássico — é um V-Twin (V2). A moto exige uma tocada mais “na manha”, que privilegia a linearidade do propulsor ao invés de desempenho, proporcionando deslocamento suave, progressivo e confortável.

A suavidade é a principal característica do conjunto de amortecimento, que dispõe de cinco regulagens na mola do sistema traseiro. Este detalhe garante maior conforto ao equipamento, que pelo tamanho se mostra ágil e de fácil pilotagem. Seu guidão, bastante aberto, facilita o controle em baixas velocidades.

Os comandos elétricos são completos, mas sem exageros. Para aventuras a dois, torna-se necessária a utilização de maleiros laterais. Quanto à garupa, certamente vai se sentir valorizada com o espaço, posição e aconchego do banco.

Com aparência mais “retro” em relação às motos custom de média cilindrada do mercado, o visual da Shadow 750 está diretamente ligado à comodidade e tradição oferecidas pelo estilo custom. Ela apresenta linhas envolventes e um bom número de componentes cromados, que agregam sofisticação ao seu design.

O velocímetro, integrado à parte superior do tanque de combustível, tem fundo preto e grafia branca, com luzes indicadoras de neutro, farol-alto, piscas, pressão de óleo e temperatura. O conjunto óptico dianteiro é cromado e conserva formas tradicionais, com farol redondo de refletores multifocais, piscas circulares com lentes transparentes e lâmpada halógena de 60/55W.

A lanterna traseira e os piscas oferecem boa capacidade de iluminação e valorizam o modelo clássico. O escapamento de grande diâmetro, tipo 2 x 1, evidencia a beleza dos itens cromados, também presentes nos espelhos retrovisores, farol, painel e na tampa do filtro de ar, que realça e dá maior destaque ao motor.

Para melhor caracterizar o estilo “classic custom”, a máquina recebeu capa protetora cromada nas suspensões dianteira e traseira. A Shadow 750 ainda possui freio a disco na dianteira, com pinça de duplo pistão e diâmetro de 296 mm, e tambor na traseira, com 180 mm, responsáveis por frenagens progressivas, seguras e controláveis até o limite da aderência dos pneus.

Raio-x do motor

A Shadow 750 é equipada com o motor OHC (Over Head Camshaft), com comando de válvulas no cabeçote de 745 cm3. De 45,8 cv e torque de 6,42 kgm.f a 3000 rpm, proporciona força desde as baixas rotações, além de ser resistente, de manutenção mínima e fácil “tocada”.

O propulsor encara longas viagens e tem desempenho suficiente para garantir ultrapassagens seguras na estrada. A moto possui câmbio de cinco velocidades bem macio e sua transmissão, por eixo-cardã, proporciona uma distribuição de potência eficaz, baixa manutenção e muito conforto, devido à ausência de ruídos.

O carburador é a vácuo, do tipo VE-Type. O sistema de ignição transistorizada oferece economia de combustível e é isento de manutenção. O radiador, em alumínio e com ampla capacidade de arrefecimento.

Autonomia, Ergonomia e Sistema HISS

A posição de pilotagem da Shadow é agradável, com pouca vibração e comodidade natural. As pernas lançadas à frente proporcionam maior ergonomia em longos percursos. O assento tem dois níveis com altura de 660 mm. Os pedais de apoio do piloto são avançados e evitam que os joelhos fiquem muito flexionados. O chassi é do tipo berço duplo de aço.

O tanque de combustível, em forma de gota, tem capacidade para 14,3 litros e o consumo médio é de 16 km/L. A bateria selada, de 12V-11Ah, também dispensa manutenção.

Um dos itens de segurança que equipam a Shadow 750 é o sistema HISS (Honda Ignition Security System). A chave é dotada de um chip que envia uma mensagem ao módulo de ignição, liberando o motor para funcionar. No painel de instrumentos, ainda é possível identificar o bloqueio por meio de uma luz (led) indicadora.

A motocicleta já está em conformidade com as normas da segunda fase do Promot (Programa de Controle de Poluição do Ar por Motociclos e Veículos Similares) do Conama (Conselho Nacional do Meio Ambiente), que prevê a redução gradativa da emissão de poluentes por motocicletas e ciclomotores.

Disponível nas cores preto e vermelho metálico, a nova Shadow 750 possui garantia de 12 meses, sem limite de quilometragem.




Veja todos os anuncios desta moto no site



 
FICHA TÉCNICA: SHADOW 750

Motor: 745 cm³, OHC, 4 tempos, com dois cilindros em “V”, comando de válvulas único no cabeçote, três válvulas e duas velas por cilindro e arrefecimento líquido
Potência Máxima: 45,8 cv a 5.500 rpm
Torque Máximo: 6,42 kgf.m a 3.000 rpm
Transmissão: Cinco velocidades - Eixo-cardã
Partida: Elétrica
Ignição: Transistorizada
Chassi: Berço duplo de aço
Suspensão Dianteira: Garfo telescópico com 117 mm de curso (cáster 34º)
Traseira: Duplo-amortecida, amortecedor regulável, com 90 mm de curso
Freio Dianteiro: Disco de 296 mm de diâmetro e cáliper de pistão duplo
Freio Traseiro: Tambor de 180 mm de diâmetro
Rodas e Pneus Dianteiros: 120/90 – 17 M/C 64S
Rodas e Pneus Traseiros: 160/80 – 15 M/C 74S
Comprimento: 2,503 mm
Largura: 942 mm
Altura: 1,095 mm
Altura do Assento: 660 mm
Entre-Eixos: 1.639 mm
Distância Mínima do Solo: 130 mm
Peso Seco: 239 Kg
Capacidade do Tanque: 14,3 litros (reserva 3,3 litros)
Cores: Preto e vermelho metálico
Preço:R$ 29.980,00


Confira abaixo os preços dos principais itens de manutenção pesquisados em uma concessionária Honda:*

Cabo de Embreagem: R$ 87,80
Filtro de Óleo: R$ 72,00
Filtro de ar: R$ 176,00
Pastilhas Dianteiras: R$ 129,30
Lonas Traseiras: R$ 120,65
Lâmpada do farol: R$ 21,00
Pneu Dianteiro original: R$ 1120,00
Pneu Traseiro original: R$ 966,00
Mão de Obra da oficina (Hora): R$ 55,00
Sissy Bar (Encosto para o passageiro): R$ 790,00

*Valores cotados em 07/11/2006. Todos os preços podem ter até 10% de desconto.


Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Teste: Street 750 traz sangue novo à Harley-Davidson

Teste: Dafra Cityclass 200i é descolado para a cidade

Teste: Honda CBR 650F, uma esportiva para todos

Teste: Duelo de esportivas médias CBR 600RR x Daytona 675

Teste: Yamaha MT-09 traz de volta o prazer de pilotar

Teste: Harley-Davidson LiveWire aposta no futuro

Teste Daytona 675: Nem sempre a mais barata deixa a desejar!

Teste: Street 750 traz sangue novo à Harley-Davidson

Teste: Dafra Cityclass 200i é descolado para a cidade

Teste Honda CB 500F: Ela esta de volta para te surpreender

Primeiras impressões Honda NXR Bros 160: Por que não 200 cc?

Teste: Comparativo Flex Honda CB 300R x Yamaha Fazer 250

Teste: Primeiras impressões do scooter Honda PCX 150

Teste da Falcon NX4 por um usuário


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Últimos Anúncios

Montadoras